Subscrever RSS Subscrever RSS
Edição de 30-11-2022
  • Edição Actual
  • Jornal Online

    Arquivo: Edição de 15-11-2007

    SECÇÃO: Psicologia


    A IMPORTÂNCIA DA SAÚDE MENTAL

    (Des)Prazeres da bebida

    Este é um espaço de reflexão e diálogo sobre temas do domínio da Psicologia, que procurarei dinamizar com regularidade, trazendo para aqui os principais problemas do foro psicológico que afectam pessoas de todas as idades. Na qualidade de psicóloga estou disponível para os leitores de “A Voz de Ermesinde” me poderem colocar as questões que desejarem ver esclarecidas, através de carta para a redacção deste quinzenário ou para o seguinte “e-mail”: joanapatriciadias@sapo.pt

    O alcoolismo refere-se a um conjunto de problemas relacionados com o consumo excessivo e prolongado do álcool, entendido como um vício de ingestão excessiva e regular de bebidas alcoólicas, bem como todas as consequências decorrentes.

    A dependência advém dos reforços que se obtêm enquanto se bebe, portanto, se a pessoa bebe e sente satisfação com isso, estamos perante um reforço positivo (uma valorização). Se, por outro lado, a pessoa bebe para evitar dor ou desprazer, vemo-nos frente a um reforço de índole negativo (uma compensação).

    Após um certo período, quando a pessoa deixa de sentir os efeitos desejáveis da bebida, quer deixar os consumos, mas começa a sentir um conjunto de sintomas desagradáveis, surge o chamado síndrome de abstinência, que a impele a continuar a beber, em quantidades ainda maiores.

    É difícil tratar estes doentes, e as maiores dificuldades sentem-se com a adesão e permanência no tratamento. Isto é, a identificação do problema é prejudicada pela negação do paciente face ao seu estado, a maior parte das vezes pela conotação negativa que a sociedade devota aos alcoólatras. Ainda assim, em estádios iniciais, é complexo fazer a distinção entre o uso social (ou recreativo) e a dependência propriamente dita.

    Para se iniciar o tratamento é necessário (além da aceitação da problemática), que o paciente tenha auto-confiança na sua potencialidade para mudar. É um processo sujeito a recaídas, mas é necessário o clínico saber lidar com elas, desdramatizando-as, incentivando sempre a continuação do tratamento.

    É muito mais comum do que se imagina a coexistência de alcoolismo com outros problemas mentais, que podem mesmo despoletar a doença. Entre eles contam-se os transtornos da ansiedade, depressão e insónia. Transtornos da personalidade tornam o tratamento mais difícil e dificultam a obtenção de sucesso.

    O alcoolismo acarreta muitas consequências para o indivíduo (além de todo o seio familiar em que se encontra circunscrito, embora não nos reportemos a este assunto).

    À medida que o consumo avança, as repercussões corporais também se fazem sentir com maior intensidade. Os órgãos mais atingidos são o cérebro, sistema digestivo e coronário, músculos e glândulas hormonais. O desenvolvimento de doenças cardíacas pode levar 10 anos a manifestar-se, mas pode ser interrompido com a cessação dos consumos. O álcool interfere também com a função sexual masculina, com infertilidade, impotência, diminuição do desejo sexual, ou surgimento de características sexuais femininas (no caso de aumento da mama, nos homens).

    De entre os vários problemas que o alcoolismo pode causar considero pertinente salientar o síndrome de demência alcoólica, semelhante à demência de Alzheimer. O álcool pode causar graves lesões no cérebro, comprometendo a memória, capacidade de julgamento, abstracção e personalidade. O comportamento vê-se, portanto, prejudicado em todas as suas manifestações.

    O alcoolismo é um problema complexo que pode ter origem em muitas causas, não sendo, no entanto, as evidências suficientemente claras para sustentar um único enquadramento e uma única definição da problemática. O primeiro passo, antes da intervenção, é o sujeito reconhecer que precisa de ajuda. Mas até lá, certamente que se entrecruzará por muitos caminhos difíceis de circunscrever...

    Por: Joana Dias

     

    Outras Notícias

     

    este espaço pode ser seu Este espaço pode ser seu Este espaço pode ser seu
    © 2005 A Voz de Ermesinde - Produzido por ardina.com, um produto da Dom Digital.
    Comentários sobre o site: webmaster@domdigital.pt.