Subscrever RSS Subscrever RSS
Edição de 31-03-2024
  • Edição Actual
  • Jornal Online

    Arquivo: Edição de 31-01-2024

    SECÇÃO: Desporto


    BASQUETEBOL

    CPN começa o ano a ganhar na Liga Feminina e deixa uma excelente imagem na Taça Federação

    FOTO FEDERAÇÃO PORTUGUESA DE BASQUETEBOL
    FOTO FEDERAÇÃO PORTUGUESA DE BASQUETEBOL
    O CPN (na imagem) iniciou 2024 a vencer na Liga Feminina de basquetebol. Facto ocorrido no dia 6 de janeiro, altura em que o emblema da nossa freguesia recebeu o Imortal, em jogo da 15.ª jornada da principal competição nacional feminina. Assistiu-se a uma grande exibição da jovem equipa ermesindense, culminada num triunfo por 77-49. Recorde-se que já na primeira volta o CPN tinha ido ganhar a Albufeira.

    A turma do Imortal vinha com todos os cuidados para este encontro, mas o CPN com um primeiro período de altíssimo nível fez um parcial de 25-7. O adversário tentou reagir no segundo quarto, em que venceu por 9-13, ficando o resultado ao intervalo em 34-20 a favor das cepeenistas. No 3.º período o equilíbrio foi a nota dominante e a equipa do Imortal venceu por um equilibrado 14-15, entrando dessa forma o CPN no derradeiro quarto com a vantagem de 9 pontos. Mas o conjunto de Ermesinde estava determinado em vencer este jogo e com um último período de luxo acabou por derrotar mais uma vez a fortíssima equipa do Algarve por 29-14, fixando o resultado final em 77-49 e conseguindo dessa forma a sexta vitória na competição.

    Em termos de classificação o CPN é 9.º com 20 pontos, mas com menos dois jogos realizados que a maioria das equipas.

    Entretanto, no último fim-de-semana de janeiro disputou-se a Taça Federação, uma prova que reuniu (em Ílhavo) os oito primeiros classificados da primeira volta da Liga Feminina, sendo um desses clubes o CPN. Nos quartos-de-final desta taça a turma orientada por Agostinho Pinto defrontou o União Sportiva, dos Açores, tendo vendido muito cara a derrota por 57-59. O União Sportiva já tinha visitado Ermesinde para o campeonato, de onde levou uma vitoria folgada, e com um início avassalador de 12-0 neste jogo da Taça Federação dava a entender que este ia ser um jogo sem história, mas tal não se viria a verificar. O CPN reagiu e acabou o 1.º quarto em desvantagem por 21-8. No 2.º quarto as cepeenistas deram uma excelente resposta, vencendo este período por 20-15, fixando o resultado ao intervalo em 36-28 a favor das açorianas.

    No 3.º quarto o equilíbrio foi mantido e o CPN voltou a ganhar, desta feita por 15-14, ficando assim tudo em aberto para o derradeiro quarto. Período este em que as propagandistas acreditaram sempre que podiam dar a volta ao marcador, e a verdade é que só nos segundos finais o União Sportiva conseguiu carimbar uma vitória muito, mas muito, complicada. «Que orgulho lutar com um dos candidatos ao titulo da Liga Feminina de igual para igual, e com jovens de 15 anos que pusemos a jogar», confidenciou Agostinho Pinto ao nosso jornal. Esta Taça Federação seria ganha pelo GDESSA Barreiro, que na final derrotou o Benfica por 59-55.

     

     

    este espaço pode ser seu Este espaço pode ser seu Este espaço pode ser seu
    © 2005 A Voz de Ermesinde - Produzido por ardina.com, um produto da Dom Digital.
    Comentários sobre o site: [email protected].