Subscrever RSS Subscrever RSS
Edição de 31-01-2024
  • Edição Actual
  • Jornal Online

    Arquivo: Edição de 31-05-2023

    SECÇÃO: Desporto


    BASQUETEBOL

    CPN é campeão nacional de sub-18 femininos

    Foto FEDERAÇÃO PORTUGUESA DE BASQUETEBOL
    Foto FEDERAÇÃO PORTUGUESA DE BASQUETEBOL
    O CPN sagrou-se no passado dia 28 de maio campeão nacional de sub-18 femininos em basquetebol. As cepeenistas fazem assim história no basquetebol nacional, tendo em conta que esta época o escalão passou a ser de sub-18 ao invés de sub-19, como acontecia até aqui. Por outras palavras, o CPN é o primeiro campeão nacional de sub-18 femininos da história, sendo que na temporada transata havia sido o derradeiro clube a vencer o campeonato nacional de sub-19 femininos na história do basquetebol nacional. Mas voltando à Final 4 de sub-18 desta temporada, para dizer que as cepeenistas venceram a Quinta dos Lombos por 68-55 no encontro decisivo da competição. Final 4 esta que decorreu no Pavilhão Clube do Povo de Esgueira, em Aveiro, entre os dias 26 e 28 de maio. O CPN contabilizou por vitórias os três encontros desta fase final.

    Em termos mais precisos, no primeiro encontro desta fase final, ante a equipa da casa, as ermesindenses estavam cientes de que o apoio do público ia tornar esta numa partida muito difícil, e assim foi. A primeira parte foi bastante equilibrada, tendo a equipa da nossa cidade chegado ao intervalo a vencer por 25-24. Depois do intervalo o CPN veio com mais determinação, e com uma defesa sufocante fez um parcial de 23-3, matando o jogo por completo. No 4.º período o domínio cepeenista continuou, e com mais um parcial de 20-10, as ermesindenses fixaram o resultado final em 68-37 a seu favor.

    No outro encontro da 1.ª jornada desta fase decisiva do campeonato nacional de sub-18 a Quinta dos Lombos venceu o SIMEQ por 62-59.

    No segundo jogo da Final 4 o CPN mediu forças com o SIMEQ, último conjunto que tinha forçosamente de vencer este encontro para continuar na corrida pelo título nacional. E foi nesse sentido que o SIMEQ entrou muito bem no 1.º quarto, o qual terminou a vencer por 14-11. As cepeenistas perceberam que tinham de arregaçar as mangas se queriam vencer o encontro e a resposta não se fez tardar. O CPN fez de seguida 10 minutos fenomenais, de altíssimo nível, onde fez 40 pontos, algo de impressionante de ver, chegando assim ao intervalo com o resultado de 51-29 a seu favor. No 3.º quarto o CPN venceu por 21-15, sendo pois que no derradeiro quarto a equipa de Ermesinde limitou-se a gerir o marcador e o seu plantel com alguma desconcentração, acabando o jogo com uma vitória por 84-68.

    No outro jogo desta 2.ª ronda a Quinta dos Lombos venceu o Esgueira Basket por 76-58.

    Face a estes resultados ficou a saber-se que o título de campeão nacional iria ser disputado no último dia de competição entre o CPN e a Quinta dos Lombos.

    O favoritismo recaía na equipa orientada por Agostinho Pinto, mas esta sabia que a Quinta dos Lombos tinha muitos e bons argumentos para contrariar esta tendência, e que caso não estivesse a um nível alto o CPN poderia sofrer uma desilusão.

    O jogo contou com uma moldura humana de perto de 1000 pessoas a apoiar as suas equipas, sendo que o 1.º quarto, e como se esperava, foi pautado por algum equilíbrio, embota se tivesse notado também algum ascendente do CPN, equipa esta que acabou por vencer este período por 19-14. No 2.º quarto o equilíbrio na quadra continuou, mas também com alguns picos de ascendência do CPN, que no final destes segundos 10 minutos venceu por 17-14, chegando ao intervalo com uma vantagem de 8 pontos de diferença (36-28).

    O equilíbrio continuou a ser nota dominante nos dois períodos finais, mas sempre com o CPN na frente do marcador e a amealhar pontos, o que lhe permitiu fazer um parcial de 11-9 e chegar o final do terceiro período com uma vantagem de 10 pontos.

    No derradeiro quarto, o CPN soube gerir essa vantagem, conseguindo ainda mais três pontos que selaram o período a seu favor em 21-18, o que nas contas finais se traduziu numa vitória de 68-55, que garantiu assim o título de campeão nacional.

    Este foi o 14.º título nacional para o emblema de Ermesinde, o que é obra, diga-se!

    A união que a equipa sempre exibiu, aliada a um forte jogo coletivo assente numa boa defesa e com saídas rápidas para o contra-ataque, acrescido dos lançamentos exteriores e do domínio nas tabelas, acabaram por ser fatores que determinaram o sucesso cepeenista nesta Final 4.

    A cepeenista Ana Pinheiro foi eleita a MPV (melhor jogadora) desta Final 4, cujo “5 Ideal” foi composto por duas jogadoras do emblema da nossa terra, mais concretamente, a própria Ana Pinheiro, e Vitória Pacheco.

    A equipa do CPN (na imagem) que alcançou mais este feito de cariz nacional para o clube foi constituída pelas seguintes jogadoras: Raquel Rosas, Laura Pacheco, Ana Pinheiro, Vitória Dias, Carolina Ferreira, Carolina Silva, Joana Pereira, Anita Pereira, Francisca Teixeira, Mariana Sousa, Mariana Delgado, Matilde Pereira, Maria Delgado, Ana Alves e Francisca Ferreira. Agostinho Pinto foi o treinador deste conjunto, que teve Rui Pereira como treinador-adjunto e Ricardo Pacheco como diretor.

    No rescaldo desta conquista, a secção de basquetebol do CPN destacou o excelente apoio dos pais das atletas cepeenistas, quer durante os jogos, quer na ajuda para as deslocações para esses mesmos jogos e para a realização das refeições. «Sem o apoio deles seria uma missão muito mais difícil. Um agradecimento da secção a todos eles», rematou a referida secção.

     

     

    este espaço pode ser seu Este espaço pode ser seu Este espaço pode ser seu
    © 2005 A Voz de Ermesinde - Produzido por ardina.com, um produto da Dom Digital.
    Comentários sobre o site: webmaster@domdigital.pt.