Subscrever RSS Subscrever RSS
Edição de 31-01-2024
  • Edição Actual
  • Jornal Online

    Arquivo: Edição de 31-05-2023

    SECÇÃO: Saúde


    foto
    UMA QUESTÃO DE SAÚDE
    foto

    Vou viajar de avião, e agora?

    Começam a aproximar-se os meses das férias e, pela sua rapidez e comodidade, o avião é muitas vezes o meio de transporte escolhido por quem vai viajar. Já anteriormente abordámos alguns cuidados a ter antes de viajar mas e em viagens de avião? Há cuidados específicos?

    Ao contrário de outros meios de deslocação, no avião há diversas alterações no ambiente circundante que podem resultar em problemas de saúde e/ou agravamento de patologias prévias. Além disso, há que preparar antecipadamente documentos que podem ser necessários para transporte de medicação, dispositivos médicos e em casos de situações específicas.

    As diferenças de pressão no ar da cabine do avião são das principais alterações notadas pelos passageiros. Estas causam mais frequentemente sintomas ao nível dos ouvidos, como “estalidos”, sensação de ouvidos tapados e, mais raramente, dor e perda temporária de audição. Em caso de doença aguda dos ouvidos (otites, por exemplo), será benéfico falar com o seu médico antes de viajar, uma vez que a capacidade de adaptação pode estar comprometida. As alterações na pressão do ar também podem ser sentidas noutros órgãos como o estômago ou o intestino, causando uma sensação de distensão/inchaço abdominal.

    Apesar da cabine do avião ser pressurizada, a pressão de oxigénio não é equivalente à que existe ao nível do mar. Em consequência, os passageiros podem sentir-se mais cansados e, em casos de algumas patologias cardiopulmonares, pode haver maior dificuldade respiratória. Níveis reduzidos de oxigénio também facilitam o aumento da pressão arterial, pelo que, em determinados indivíduos, pode haver sintomatologia associada a essa elevação.

    Os níveis de humidade dentro da cabine são mais baixos do que os habituais, podendo resultar em sensação de secura das mucosas e aumento da transmissão de microrganismos (embora os filtros utilizados para a circulação do ar reduzam esta probabilidade).

    A pequena dimensão do espaço, obrigando a posições erróneas e menor mobilidade, principalmente se durante muitas horas, pode levar a queixas músculo-esqueléticas variadas e ao aumento da probabilidade de eventos trombóticos, como trombose venosa profunda e embolia pulmonar. Estas últimas, felizmente, são situações raras mas às quais devemos estar atentos, nomeadamente em pessoas com outras patologias crónicas.

    foto
    Todo o processo de viajar de avião, desde a chegada ao aeroporto, a passagem pelos seguranças, os tempos de espera e a própria viagem de avião, pode desencadear ou agravar sintomas ansiosos.

    De referir, ainda, o famoso jet lag. Viajando rapidamente entre diferentes fusos horários, podemos experienciar alguns sintomas como cansaço, sonolência/insónia, alterações gastrointestinais e/ou ansiedade.

    Depois de tudo isto, não há porque ficar assustado de viajar de avião! Se seguir algumas indicações simples, a maior probabilidade é que a sua viagem seja tranquila e satisfatória. Assim, quando for viajar, lembre-se:

    (...)

    leia este artigo na íntegra na edição impressa.

    Nota: Desde há algum tempo que o jornal "A Voz de Ermesinde" permite aos seus leitores a opção pela edição digital do jornal. Trata-se de uma opção bastante mais acessível, 6,50 euros por ano, o que dá direito a receber, pontualmente, via e-mail a edição completa (igual à edição impressa, página a página, e diferente do jornal online) em formato PDF. Se esta for a sua escolha, efetue o pagamento (de acordo com as mesmas orientações existentes na assinatura do jornal impresso) e envie para o nosso endereço eletrónico (avozdeermesinde@gmail.com) o nome, o NIF e o seu endereço eletrónico para lhe serem enviadas ao longo do ano, por e-mail, as 12 edições do jornal em PDF.

    Mas se preferir a edição em papel receba comodamente o Jornal em sua casa pelo período de 1 ano (12 números) pela quantia de 13,00 euros.

    Em ambos os casos o NIB para a transferência é o seguinte: 0036 0090 99100069476 62

    Posteriormente deverá enviar para o nosso endereço eletrónico (avozdeermesinde@gmail.com) o comprovativo de pagamento, o seu nome, a sua morada e o NIF.

    *Telma Lopes - Médica Especialista de Medicina Geral e Familiar, UCSP Matosinhos - Unidade Local de Saúde de Matosinhos

    *Catarina Rebelo - Médica Especialista de Medicina Geral e Familiar, UCSP Darque - Unidade Local de Saúde do Alto Minho

     

     

    este espaço pode ser seu Este espaço pode ser seu Este espaço pode ser seu
    © 2005 A Voz de Ermesinde - Produzido por ardina.com, um produto da Dom Digital.
    Comentários sobre o site: webmaster@domdigital.pt.