Subscrever RSS Subscrever RSS
Edição de 20-07-2022
  • Edição Actual
  • Jornal Online

    Arquivo: Edição de 31-05-2021

    SECÇÃO: Destaque


    REUNIÃO DA CÂMARA MUNICIPAL DE VALONGO

    Câmara e Federação Portuguesa de Basquetebol assinam protocolo para implementar projeto nacional “3x3 BASKETART” no concelho

    Foto MANUEL VALDREZ
    Foto MANUEL VALDREZ
    A Câmara de Valongo e a Federação Portuguesa de Basquetebol (FPB) assinaram um protocolo de colaboração para a implementação do projeto “3x3 BASKETART” no nosso concelho. A proposta esteve em cima da mesa na reunião pública do Executivo camarário do passado dia 13 de maio, tendo sido aprovada por unanimidade.

    Na introdução do ponto o vereador do Desporto, Paulo Esteves Ferreira, explicou que a FPB está a implementar em todo o país este projeto com vista a dinamizar o basket de rua e que a autarquia havia proposto dois locais para a edificação do referido projeto, mais concretamente a polidesportivo do Bairro das Pereiras, em Valongo, e o Parque da Quinta Rosa, sendo que este último foi recusado pela federação por não reunir todas as condições para edificar o projeto.

    De forma mais precisa o projeto consiste no seguinte: «No quadro do Programa Nacional de Promoção do Basquetebol, a medida “3x3 BASKETART levar o Basquetebol mais Longe” consiste em desafiar todos os Municípios do País a constituirem-se como parceiros da Federação Portuguesa de Basquetebol no combate ao sedentarismo e promoção de hábitos saudáveis de vida dos seus habitantes através da prática informal do basquetebol, num segmento da modalidade mais simples de colher a adesão e participação de todos: o 3x3 que começa a afirmar-se como uma categoria de excelência no quadro da FIBA e será modalidade olímpica nos próximos anos. Esta vertente do basquetebol é desenvolvida num cenário exterior e urbano, decorado segundo um padrão de street art (grafiti por exemplo). A FPB propõe-se conceder um apoio ao investimento em infraestruturas e equipamentos desportivos de modo a melhorar as respostas desportivas municipais existentes ou, dito de outro modo, apoiar a construção, reconversão, remodelação, ampliação e adaptação infraestrutural da rede desportiva municipal no que concerne a espaços disponíveis para a prática do basquetebol. (...) Para a dinamização do projeto 3x3 BASKETART, o Município será responsável pela preparação do polidesportivo. À FPB caberá disponibilizar a tabela de basquetebol, bolas, coletes assim como apoiar o Município na promoção do lançamento da operação do 3x3 com atletas de referência na inauguração e em assegurar a colaboração de técnicos da Federação Portuguesa de Basquetebol, na divulgação do equipamento, bem como na participação de equipas locais no Circuito Nacional», podia ler-se na proposta aprovada.

    PSD APELA PARA MAU ESTADO DOS JARDINS

    Esta foi uma reunião branda e breve, sem grandes temas que levassem a grandes discussões. Destaca-se contudo o alerta deixado pela vereação do PSD no período de antes da Ordem do Dia sobre o estado de alguns jardins da nossa freguesia. Por intermédio do vereador José António Silva o PSD deu conta de que muitos jardins do concelho estão ao nível de quase abandono, mais concretamente o jardim da Vila Beatriz, «com muitas ervas, arbustos e plantas mortas», questionando o vereador se este estado será consequência do confinamento ou do desinteresse da entidade responsável pela sua manutenção. Face ao exposto o PSD quis saber qual a entidade responsável pela manutenção deste jardim, se a Junta de Freguesia de Ermesinde ou a Câmara de Valongo. Outro jardim que na voz dos social-democratas apresenta um estado de abandono é o jardim do Largo da Quinta Rosa, na Palmilheira. «Será possível dotar aquele espaço de infraestruturas capazes de proporcionar melhor qualidade de vida aos moradores da zona e das ruas circundantes mais próximas?», questionou José António Silva que apelou ainda a que os responsáveis por estes e por outros jardins façam uma visita aos mesmos pois «provavelmente chegarão à conclusão que estes carecem de urgente intervenção». Na resposta a esta intervenção, o presidente da autarquia, José Manuel Ribeiro, esclareceu que a limpeza do jardim da Vila Beatriz é da responsabilidade da Junta de Freguesia de Ermesinde, enquanto que o tratamento do mesmo é da competência da câmara, acrescentando que a Vila Beatriz esteve fechada por causa da pandemia, mas que assim que reabrir a edilidade vai fazer o tratamento do jardim. Sobre o jardim na zona da Palmilheira, o edil informou que esse não é da competência da câmara, mas que esta tinha planos de ali fazer uma intervenção, pois trata-se de jardim «muito desatualizado».

    Por: MB

     

     

    este espaço pode ser seu Este espaço pode ser seu Este espaço pode ser seu
    © 2005 A Voz de Ermesinde - Produzido por ardina.com, um produto da Dom Digital.
    Comentários sobre o site: webmaster@domdigital.pt.