Subscrever RSS Subscrever RSS
Edição de 31-05-2020
  • Edição Actual
  • Jornal Online

    Arquivo: Edição de 30-04-2020

    SECÇÃO: Local


    Uma Cidade mergulhada na solidão à espera da luz ao fundo do túnel

    foto
    Um pouco por todo o Mundo os cenários provocados pelos efeitos da pandemia Covid-19 repetem-se. As ruas, avenidas, praças, parques, jardins, lojas, escolas, das cidades vivem agora debaixo de um silêncio ensurdecedor, órfãs do habitual e diário ritmo frenético dos seus habitantes. Estes, confinados aos seus domicílios com a missão de fintar o inimigo invisível contra o qual por estes dias todo o planeta luta, transformaram as cidades em postais desertos, em verdadeiras localidades fantasmas, à espera que o pesadelo acabe e que a tão desejada luz surja ao fundo do túnel.

    Ermesinde não é exceção, e nestas últimas semanas de isolamento social, em que impera o estado de emergência, estes são alguns dos postais de uma cidade despida (de gente), que vive dias de solidão, mas que ao mesmo tempo vive na esperança de rapidamente se soltar das amarras do tal inimigo que a todos faz reféns na atualidade.

    Claro, que vai havendo, aqui e ali, quem resista a este silêncio que se impõe para o nosso bem, cidadãos que ousam desafiar o perigo e continuam a percorrer, como se nada fosse, as artérias e praças da nossa Cidade. A esses pedimos o favor de que “fiquem em casa”, para bem de Ermesinde e do Mundo.

    foto
    .

    foto
    .

    foto
    .

    foto
    .

    foto
    .

    foto
    .

    foto
    .

    foto
    .

    foto
    .

    foto
    .

    foto
    .

    .

    Por: MB

     

     

    este espaço pode ser seu Este espaço pode ser seu Este espaço pode ser seu
    © 2005 A Voz de Ermesinde - Produzido por ardina.com, um produto da Dom Digital.
    Comentários sobre o site: webmaster@domdigital.pt.