Subscrever RSS Subscrever RSS
Edição de 30-09-2019
Jornal Online

SECÇÃO: Destaque


Em Ermesinde a Expoval 2019 recordou o passado e viveu o presente com os olhos postos no futuro

foto
O Parque Urbano de Ermesinde foi novamente palco da Expoval, evento organizado pelo Município de Valongo em parceria com a Cooperativa dos Produtores Agrícolas de Valongo que decorreu entre os dias 4 e 8 de setembro. Ao longo de cinco dias o tecido empresarial do concelho - presentes estiveram mais de uma centena de expositores numa área com 26.300 metros quadrados de área expositiva -, e não só, puderam mostrar ao público, que foi de cerca de 200 mil visitantes, as potencialidades das suas empresas e assim abrir novos horizontes de negócio.

Tal como em edições anteriores, a Expoval 2019 teve ao lado da mostra de atividades económicas, gastronómicas, artesanato, jogos tradicionais, de arte workshops temáticos, de oficinas de artesanato e trabalho ao vivo, teatro, de desportos radicais, ou de showcookings, muitos momentos de música, sendo neste ponto de destacar os concertos de Blaya, “Tributo aos Queen” - por parte da Banda Musical S. Martinho de Campo - e de António Zambujo, que lotaram o parque urbano.

E por falar em animação enquanto sinónimo de enchente há ainda a destacar a presença da TVI, que através do seu programa “Somos Portugal” não só encheu o Parque Urbano como também levou as incidências desta 14.ª edição da Expoval aos lares de todo o país via televisão. Além do tecido empresarial foram várias as associações/instituições locais que marcaram presença no certame, dando a conhecer aos visitantes o seu trabalho. Foi o caso dos Bombeiros Voluntários de Ermesinde e do Centro Social de Ermesinde, por exemplo, sendo que este última ali evidenciou o seu amplo trabalho social no seu da comunidade.

Tendo como lema “Valongo – recordar o passado, viver o presente, investir no futuro”, esta 14.ª Expoval foi inaugurada oficialmente na noite de 4 de setembro. Perante inúmeros convidados o presidente da Câmara Municipal de Valongo, José Manuel Ribeiro, começaria por frisar que este é o maior evento que se realiza no concelho de Valongo, enaltecendo a contínua disponibilidade do parceiro Cooperativa dos Produtores Agrícolas de Valongo para edificar esta iniciativa, deixando ainda uma palavra de agradecimento aos funcionários do Município, pelo esforço e empenho que tiveram para que a Expoval fosse mais uma vez possível.

Destacou em seguida as potencialidades deste território que é o concelho de Valongo, um território que nas suas palavras tem tradições, património, «e aquilo que é a nossa tarefa é contar a nossa história. Temos de saber contar a nossa história porque temos uma história rica, temos património que muitos não têm e se nós não formos capazes de honrar a memória, de salvaguardar o passado no presente mas olhar para o futuro, inevitavelmente transformamo-nos num mero dormitório».

Recordou que de há três edições a esta parte a Expoval tem focado sempre as tradições e potencialidades do concelho, pois «uma terra para ter futuro tem de ter orgulho na sua história», reforçou o autarca, enumerando em seguida as inúmeras marcas/tradições do concelho, como o brinquedo, a ardósia, o pão e a regueifa, as bugiadas, entre outras. José Manuel Ribeiro destacou ainda as mudanças que vêm acontecendo na Expoval desde 2015 e que têm contribuído para o aumento do sucesso que o evento tem tido, nomeadamente na aposta - e investimento - numa maior área expositiva e no aumento da qualidade ao nível de espetáculos culturais. Referiu ainda que na edição deste ano, houve também uma maior aposta na sustentabilidade ambiental, destacando-se a promoção do transporte público, numa parceria com a CP, que disponibilizou bilhetes de ida e volta a 2 euros e a campanha da Lipor “Recolha Seletiva em Festas e Romarias”, sendo que o benefício resultante da quantidade de resíduos recicláveis recolhidos reverteu a favor dos Corpos dos Bombeiros Voluntários de Valongo e de Ermesinde.

(...)

Leia esta notícia na íntegra na edição impressa.

Nota: Agora pode tornar-se assinante da edição digital por 6 euros por ano. Após fazer o pagamento (de acordo com as mesmas modalidades existentes na assinatura do jornal impresso) deverá enviar-nos o nome, o NIF e o seu endereço eletrónico para lhe serem enviadas, por e-mail, as 12 edições em PDF.

foto
.

foto
.

foto
.

foto
.

foto
.

foto
.

foto
.

.

 

 

este espaço pode ser seu Este espaço pode ser seu Este espaço pode ser seu
© 2005 A Voz de Ermesinde - Produzido por ardina.com, um produto da Dom Digital.
Comentários sobre o site: webmaster@domdigital.pt.