Subscrever RSS Subscrever RSS
Edição de 28-02-2021
  • Edição Actual
  • Jornal Online

    Arquivo: Edição de 15-10-2005

    SECÇÃO: Arte Nona


    Will Eisner e a conspiração anti-semita dos Protocolos

    foto
    A editora Gradiva acaba de publicar em Portugal “A Conspiração – A História Secreta dos Protocolos dos Sábios de Sião” um livro atípico na obra do grande quadrinista Will Eisner, falecido já este ano, em Janeiro de 2005.

    Figura de uma importância incontestada na Banda Desenhada mundial, Eisner foi o autor do “Spirit”, dando vida aos ambientes urbanos da cidade de Nova Iorque, onde aliás nasceu, em 1917.

    Ele é também, para alguns críticos o autor do conceito de graphic novel, vindo a influenciar muitos dos mais importantes autores norte-americanos.

    A obra agora lançada em Portugal é o seu último livro, em que o autor trabalhou com um espírito de missão, já que não aceitava que dezenas de anos passados sobre o embuste que constituíram os “Protocolos dos Sábios de Sião”, estes continuem ciclicamente a aparecer numa tentativa de lançar o ódio sobre o povo judeu.

    A história dos Protocolos é simples: urdidos pela polícia da Rússia czarista, pretendiam forjar a existência de uma grande conspiração internacional dirigida por uma vanguarda judia, de natureza socialista e internacionalista. O objectivo era convencer o próprio czar a evitar toda a liberalização da Rússia, e a enveredar por uma via mais favorável aos interesses dos grandes proprietários. Embora desmascarados, os Protocolos sobreviveram até hoje.

    foto
    O livro de Will Eisner é um repositório das peripécias históricas que levaram à sua fabricação. O autor – o agente da polícia Golovinski, que trabalhará mais tarde para os bolcheviques – baseou-se num texto anterior de Maurice Joly contra o absolutismo de Napoleão III, que ele praticamente copiou, alterando apenas ligeiramente o texto original em francês. Mas mesmo isso é deficiente.

    A obra de Will Eisner contém longas citações dos dois textos, para melhor permitir avaliar a grande impostura. Se do ponto de vista gráfico, o resultado não é famoso, a obra merece toda a atenção pelo seu carácter político particular.

    Por: LC

     

     

    este espaço pode ser seu Este espaço pode ser seu Este espaço pode ser seu
    © 2005 A Voz de Ermesinde - Produzido por ardina.com, um produto da Dom Digital.
    Comentários sobre o site: webmaster@domdigital.pt.