Subscrever RSS Subscrever RSS
Edição de 30-11-2019
  • Edição Actual
  • Jornal Online

    Arquivo: Edição de 15-06-2005

    SECÇÃO: Desporto


    Foto Manuel Valdrez
    Foto Manuel Valdrez

    Iniciados do Ermesinde na final da Taça José Bacelar

    A equipa de iniciados do Ermesinde garantiu no último domingo (12 de Junho) a qualificação para a final da Taça José Bacelar, uma prova extra do calendário da Associação de Futebol do Porto. O conjunto dos Sonhos derrotou sem dificuldades a sua congénere do Progresso por três bolas a zero.

    Rubricando uma excelente exibição, a equipa do Ermesinde não teve dificuldades em bater o conjunto do Progresso. Desde cedo os ermesindenses tomaram as rédeas do encontro, assumindo uma postura claramente ofensiva na procura do golo que lhe desse a vantagem no marcador. Não foi de estranhar, por isso, que a primeira jogada de algum perigo protagonizada pelos visitantes apenas tivesse surgido ao minuto 10 da etapa inicial, tendo sido travada pela excelente intervenção do guardião local Nuno Duarte. A avalanche ofensiva dos locais viria a dar os seus frutos quando, à passagem do minuto 13, Nélson Braga inaugurou o marcador.

    Em desvantagem no marcador, o Progresso lançou--se por completo ao ataque, permitindo que o Ermesinde encetasse vários e perigosos contra-ataques junto da sua baliza. Bom exemplo disso foi o minuto 20, altura em Nélson Braga recupera uma bola no meio campo contrário para voltar a marcar para a sua equipa. Até final do primeiro tempo o conjunto local limitou-se a gerir o tempo e a vantagem no marcador, enquanto que o Progresso não apresentava soluções para furar a bem escalonada defensiva do Ermesinde. Uma toada de jogo que se viria a manter na etapa complementar, com os locais a darem a machadada final nas aspirações do Progresso aos 68 minutos, numa jogada de insistência por parte do ataque ermesindense com o remate final a pertencer ao recém-entrado Fábio Melo. Até ao apito final do árbitro, o Ermesinde ainda dispôs de duas ocasiões flagrantes para aumentar a sua vantagem, tendo, no entanto, sido ambas desperdiçadas por Diogo Couceiro. No jogo decisivo desta prova extra da Associação de Futebol do Porto, a realizar no próximo dia 19, em local que à hora do fecho desta edição ainda não será conhecido, a equipa do Ermesinde irá defrontar o Avintes, que na outra meia- -final derrotou o Desportivo das Aves.

    Foto Manuel Valdrez
    Foto Manuel Valdrez

    FELICIDADE DO TÉCNICO

    JOAQUIM RODRIGUES

    No final do encontro o técnico ermesindense, Joaquim Rodrigues, era naturalmente um homem feliz por esta importante vitória da sua equipa. Uma prova em que o Ermesinde foi subindo de forma com o passar dos jogos, como nos confidenciou o treinador. «Não começámos muito bem, embora não tenhamos perdido um único encontro até agora, já que em cinco jogos realizados vencemos quatro e empatámos um, mas com o avançar da prova a equipa foi melhorando e exemplo disso foi o grande jogo que fizemos hoje. Agora, vamos à final, que como é óbvio vamos querer ganhar», frisa Joaquim Rodrigues. Sobre a participação no Campeonato Distrital de Iniciados, que há pouco terminou, o treinador verde e branco faz um balanço positivo, pese embora a sua equipa ter ficado em quinto lugar. Segundo Rodrigues, o Ermesinde não foi em nada inferior aos conjuntos do Varziela e do Trofense, respectivamente primeiro e segundo classificados da prova, e que neste momento lutam por subir aos campeonatos nacionais. «O facto de, a meio da temporada, terem saído alguns jogadores importantes na manobra da equipa dificultou-nos um pouco a nossa prestação no campeonato. Mas mesmo assim julgo que fizemos uma óptima prova. É claro que, para o ano, temos por objectivo fazer muito melhor, e esse muito melhor passa obviamente pela conquista do primeiro lugar», informou o técnico.

    Jogo disputado no Estádio dos Sonhos, alinharam e concretizaram:

    ERMESINDE (3) - Nuno Duarte, Jorge Costa, André Gomes, Gustavo Costa, Nuno Menezes, Tiago Couceiro, Nélson Braga (Miguel Gonçalves, 49’), Ricardo Dias, Rui Martins (Fábio Melo, 46’), Pedro Oliveira e Diogo Couceiro. Treinador: Joaquim Rodrigues.

    PROGRESSO (0) – Flávio Oliveira, Ezequiel, João Monteiro, Jorge Pereira, Tiago (João Sampaio, 58’), Pedro Lourenço, Miguel, Bruno Freitas (João Silva, 23’), Diogo, Márcio Sousa, e João Santos (Augusto, 49’). Treinador: José Viana.

    Marcadores: Nélson Braga (13’, e 20’) e Fábio Melo (68’).

    Por: Miguel Barros

     

     

    este espaço pode ser seu Este espaço pode ser seu Este espaço pode ser seu
    © 2005 A Voz de Ermesinde - Produzido por ardina.com, um produto da Dom Digital.
    Comentários sobre o site: webmaster@domdigital.pt.