Subscrever RSS Subscrever RSS
Edição de 30-04-2024
  • Edição Actual
  • Jornal Online

    Arquivo: Edição de 31-01-2024

    SECÇÃO: Saúde


    foto
    UMA QUESTÃO DE SAÚDE
    foto

    O que é a doença renal crónica?

    Sabemos que os rins são órgãos complexos e importantes do nosso corpo, mas sabemos que funções desempenham? Já todos ouvimos que ajudam a “filtrar” o sangue e, de facto, contribuem para a remoção de resíduos considerados potencialmente tóxicos do sangue, resultantes do metabolismo corporal (como a ureia e o ácido úrico, por exemplo). Os rins contribuem para a formação de eritrócitos, os glóbulos vermelhos do sangue, assim como a manter a pressão arterial dentro de valores adequados. Outras funções incluem o metabolismo de iões importantes para a saúde do organismo e o suporte da saúde óssea.

    Desta forma, a doença renal crónica, que se desenvolve de forma progressiva ao longo do tempo, consiste no dano renal irreversível provocado nos últimos 3 meses. Muitas vezes, no início da doença, os sintomas são muito discretos, o que faz com que os utentes desvalorizem esta patologia com um impacto tão relevante no dia-a-dia do utente. Numa fase mais avançada, pode culminar na necessidade de realização regular de diálise. Existem cinco estádios desta doença, que são obtidos através da taxa de filtração glomerular estimada, calculada através de um parâmetro designado por creatinina.

    Qualquer pessoa pode desenvolver doença renal crónica, em qualquer idade, mas existem fatores de risco bem conhecidos que aumentam o risco consideravelmente:

    - Diabetes Mellitus

    - Hipertensão arterial

    - Obesidade

    - Insuficiência cardíaca

    - Idade superior a 60 anos

    - História familiar de doença renal crónica ou falência renal

    - História pessoal de doença renal aguda

    - Tabagismo

    - Doenças glomerulares (nomeadamente glomerulonefrite, nefropatias)

    - Doença renal poliquística

    - Doenças autoimunes (por exemplo lupus)

    - Infeções sistémicas (nomeadamente sepsis e síndrome hemolítico urémico)

    Existem outras causas menos comuns, como neoplasia renal, litíase renal, hidronefrose e malformações congénitas do aparelho urinário.

    Frequentemente, no mesmo utente, estão presentes vários fatores de risco em simultâneo, integrados com fatores de risco ambientais e sociais.

    Em termos de tratamento, de uma forma breve, podemos considerar quatro pilares importantes para gerir a doença renal crónica: evitar ou controlar os fatores de risco que levam ao seu desenvolvimento, previamente descritos; investir em tratamento médico e medidas de estilo de vida para atrasar o desenvolvimento da patologia; reforçar as medidas de redução do risco cardiovascular global e tratar as complicações inerentes à doença.

    A modificação do estilo de vida é

    (...)

    foto

    leia este artigo na íntegra na edição impressa.

    Nota: Desde há algum tempo que o jornal "A Voz de Ermesinde" permite aos seus leitores a opção pela edição digital do jornal. Trata-se de uma opção bastante mais acessível, 6,50 euros por ano, o que dá direito a receber, pontualmente, via e-mail a edição completa (igual à edição impressa, página a página, e diferente do jornal online) em formato PDF. Se esta for a sua escolha, efetue o pagamento (de acordo com as mesmas orientações existentes na assinatura do jornal impresso) e envie para o nosso endereço eletrónico ([email protected]) o nome, o NIF e o seu endereço eletrónico para lhe serem enviadas ao longo do ano, por e-mail, as 12 edições do jornal em PDF.

    Mas se preferir a edição em papel receba comodamente o Jornal em sua casa pelo período de 1 ano (12 números) pela quantia de 13,00 euros.

    Em ambos os casos o NIB para a transferência é o seguinte: 0036 0090 99100069476 62

    Posteriormente deverá enviar para o nosso endereço eletrónico ([email protected]) o comprovativo de pagamento, o seu nome, a sua morada e o NIF.

    *Telma Lopes - Médica Especialista de Medicina Geral e Familiar, UCSP Matosinhos - Unidade Local de Saúde de Matosinhos

    *Catarina Rebelo - Médica Especialista de Medicina Geral e Familiar, UCSP Darque - Unidade Local de Saúde do Alto Minho

     

     

    este espaço pode ser seu Este espaço pode ser seu Este espaço pode ser seu
    © 2005 A Voz de Ermesinde - Produzido por ardina.com, um produto da Dom Digital.
    Comentários sobre o site: [email protected].