Subscrever RSS Subscrever RSS
Edição de 31-05-2024
  • Edição Actual
  • Jornal Online

    Arquivo: Edição de 31-05-2023

    SECÇÃO: Local


    Motoclube Cavaleiros Boreales festejou dois anos de existência imbuído em mais uma causa solidária

    Fotos MANUEL VALDREZ
    Fotos MANUEL VALDREZ
    O Motoclube Cavaleiros Boreales (de Ermesinde) celebrou no passado dia 27 de maio o seu 2.º aniversário, numa festa que teve lugar no parque de estacionamento do quartel dos Bombeiros Voluntários de Ermesinde (BVE), entre as 15H00 e as 24h00, e que foi de entrada livre tanto para os motociclistas como para a população em geral.

    E como vem sendo apanágio desta jovem associação da nossa cidade esta não foi uma simples festa, mas acima de tudo uma oportunidade para servir a nossa sociedade, ou por outras palavras, para apoiar uma causa social, neste caso os bombeiros da nossa terra, com vista à aquisição de uma nova ambulância.

    Um evento que serviu para apoiar mais uma causa social, na verdade, porque ao longo destes dois anos já assistimos a várias iniciativas destas por parte do Motoclube Cavaleiros Boreales, ou não fosse esta uma associação para quem a causa social e a causa animal estivesse na origem da sua fundação, conforme nos explicou Jorge Meireles, vice-presidente e fundador deste motoclube.

    No início desta festa, à qual não faltou o S. Pedro, que se fez acompanhar da chuva em alguns momentos da tarde/noite, trocámos algumas palavras com este dirigente motard, que começou por nos dizer que estes dois primeiros anos de vida do motoclube foram não só de aprendizagem, mas também para mostrar à sociedade que quem anda de mota «não é nenhum grupo de arruaceiros, nem de malfeitores, e já fizemos prova disso em alguns eventos em que estivemos presentes», vincou o vice-presidente da associação, acrescentando que sempre que lhes é solicitado o Motoclube Cavaleiros Boreales diz presente.

    foto
    Nos seus dois anos de existência esta associação já ajudou (com a entrega de alimentos) inúmeras famílias carenciadas de Ermesinde e não só, já esteve no Lar Marista a entregar material para as crianças necessitadas desta instituição, para além de ter estado envolvida em diversas ações da igreja, pois como Jorge Meireles disse, grande parte dos elementos deste motoclube são católicos. Neste último ponto os Cavaleiros Boreales fizeram, por exemplo, o acompanhamento dos símbolos das Jornadas Mundiais da Juventude, bem como a peregrinação motard ao Santuário da Santa Rita, última iniciativa esta que, aliás, irão repetir no próximo dia 4 de junho. «Em pouco tempo temos mostrado à sociedade, e em particular à sociedade de Ermesinde, de que estamos ao dispor dela, e que podemos contribuir de alguma forma para o bem estar da população. E sempre que nos é solicitado estamos disponíveis para isso. Nunca esquecemos a causa social e a causa animal, pois foi isso que deu origem ao nosso motoclube e a que nos propusemos quando fundamos o clube», disse o dirigente motard. Atualmente o Motoclube Cavaleiros Boreales tem 134 associados, sendo uma associação aberta à família, conforme nos explicou Jorge Meireles, que, naturalmente, frisou ainda a paixão comum pelas duas rodas de todos os elementos do motoclube.

    2.º ANIVERSÁRIO SERVIU PARA APOIAR A CAUSA DOS NOSSOS BOMBEIROS

    foto
    Mas voltando a esta festa solidária, o dirigente explicou-nos que inicialmente esta festa iria ser apenas um evento com vista a assinalar o segundo aniversário deste motoclube, um evento aberto a outros motoclubes, a grupos motards e à sociedade em geral. «Mas quando tivemos conhecimento através do comandante e do 2.º comandante dos BVE, que também são nossos associados, de que os nossos bombeiros estavam a angariar fundos para a compra de uma nova ambulância, o nosso aniversário passou para segundo plano e a causa dos bombeiros passou para primeiro plano», explicou Jorge Meireles. Dessa forma, este foi na sua essência mais um evento organizado pelo Motoclube Cavaleiros Boreales com cariz solidário, já que a receita realizada foi entregue na íntegra aos BVE para aquisição dessa nova ambulância. E por falar em receita, esta seria de 630 euros, sendo que há ainda a juntar a este valor dois donativos concedidos por três associados do Motoclube Cavaleiros Boreales aos BVE no âmbito desta festa com cariz solidário, mais concretamente Fernando Solino, que fez um donativo de 1500 euros, e de José Oliveira e Fátima Oliveira, casal que fez um donativo de 1000 euros. Aliás, já no rescaldo desta festa, Jorge Meireles informou-nos que os restantes associados do motoclube da nossa cidade irão dar também e a título individual um donativo aos nossos bombeiros para a compra da ambulância.

    foto
    Voltando à festa do dia 27, essa, teve muita animação e convívio, com a presença de motoclubes vizinhos e amigos, com boa comida, bebida, e muita música, a qual esteve a cargo da jovem banda ermesindense Meraki, que assim que soube desta causa solidária se disponibilizou de imediato a atuar graciosamente, fazendo-o de coração cheio. E nem a chuva arrefeceu o entusiasmo, pois como nos disse Jorge Meireles ao início da tarde, «quem anda de mota e utiliza a mota por motivos pessoais ou até profissionais sabe que a chuva faz parte, e não é por isso que ela vai ser impeditiva das pessoas aderirem».

    Por: MB

     

     

    este espaço pode ser seu Este espaço pode ser seu Este espaço pode ser seu
    © 2005 A Voz de Ermesinde - Produzido por ardina.com, um produto da Dom Digital.
    Comentários sobre o site: [email protected].