Subscrever RSS Subscrever RSS
Edição de 30-04-2022
  • Edição Actual
  • Jornal Online

    Arquivo: Edição de 31-05-2021

    SECÇÃO: Destaque


    Início das Obras de Cobertura e Desodorização da ETAR de Ermesinde

    Foto CMV
    Foto CMV
    No passado dia 24 de maio teve lugar a cerimónia de lançamento da obra de instalação de cobertura e desodorização dos decantadores primários da ETAR de Ermesinde e Alfena.

    A ETAR de Ermesinde e Alfena foi projetada para tratar os efluentes urbanos provenientes da zona poente do Concelho de Valongo, abrangendo as freguesias de Ermesinde e Alfena.

    «A instalação foi construída no ano de 1997 e teve o seu arranque no ano seguinte.

    Os decantadores primários instalados na ETAR não são fechados nem desodorizados o que provoca algum odor nas imediações da instalação», dá conta a Be Water em nota de imprensa.

    A mesma fonte adiante que «dada a proximidade destes órgãos a algumas habitações vizinhas , a Águas de Valongo entendeu fechar os decantadores e promover a desodorização do ar interior destes edifícios, com o objetivo primordial de minimizar os odores causados nesta unidade industrial de tratamento de águas residuais.

    O valor da adjudicação da obra é de aproximadamente 525.000,00 euros, a sua execução terá uma duração de 230 dias e prevê a construção de dois edifícios, um em cada decantador primário e a instalação de um sistema de ventilação que fará o encaminhamento do ar a tratar para uma unidade de desodorização composta por 2 estágios de tratamento, antes de ser libertado para a atmosfera».

    A consignação da obra de empreitada de conceção e instalação, teve lugar no dia 12 de abril de 2021, estando o início dos trabalhos previsto para o final do mês de maio.

    «Esta era uma reivindicação antiga que finalmente conseguimos que a empresa agilizasse. Com esta intervenção estão criadas excelentes condições para quem nos visita e para os moradores que têm sido muito castigados com os maus cheiros usufruírem deste parque lindíssimo que estamos a construir ao longo do Rio Leça», salientou o presidente da Câmara de Valongo, José Manuel Ribeiro, no ato público de lançamento da empreitada.

    A obra a cargo do consórcio WeDoTech / Partner AST-Ambiente recorre a tecnologia híbrida (biológica e química) e assenta em três vetores de sustentabilidade: ambiental, económica e social, garantindo-se assim melhores condições e qualidade de vida.

     

     

    este espaço pode ser seu Este espaço pode ser seu Este espaço pode ser seu
    © 2005 A Voz de Ermesinde - Produzido por ardina.com, um produto da Dom Digital.
    Comentários sobre o site: webmaster@domdigital.pt.