Subscrever RSS Subscrever RSS
Edição de 31-05-2020
  • Edição Actual
  • Jornal Online

    Arquivo: Edição de 30-04-2020

    SECÇÃO: Últimas


    foto

    Câmara lança concurso público para requalificação da Escola Básica de Vallis Longus

    A Câmara Municipal de Valongo (CMV) aprovou a abertura do concurso público para a modernização e requalificação da Escola Básica Vallis Longus. A empreitada tem como preço base 2.500.000 euros e o prazo para execução da obra é de 395 dias.

    «O objetivo primordial é a requalificação dos edifícios escolares e envolvente exterior, com melhoria das suas funcionalidades, eficiência térmica e acessibilidades. A intervenção prevista consiste na requalificação dos Blocos de Salas de Aula A e C, a requalificação e ampliação do Bloco B, na edificação de uma nova portaria com acessos adequados que permitam a acessibilidade a pessoas com mobilidade condicionada, e na requalificação do edifício administrativo, incluindo a melhoria das acessibilidades e a substituição do revestimento de fibrocimento na cobertura e da envolvente exterior», refere a autarquia em comunicado.

    A Câmara explica ainda que «esta intervenção será dividida em três fases, de modo a que as obras de requalificação decorram com as condições de segurança necessárias para manter a escola em funcionamento. Para assegurar a continuidade de todas as atividades letivas, serão instalados contentores temporários de salas de aula e instalações sanitárias no recreio descoberto. Esta requalificação contempla ainda a construção de laboratórios, que a escola não tinha, e a retirada definitiva dos contentores existentes que funcionam há muitos anos como salas de aula».

    Atualmente, frequentam a Escola Básica Vallis Longus cerca de 1.100 alunos, do 5.º ao 9.º ano.

    «A empreitada na Escola Básica Vallis Longus é financiada a 85% por fundos comunitários no âmbito do Programa Operacional Regional NORTE 2020. O Município de Valongo e o Ministério da Educação financiam cada um metade da contrapartida pública nacional de 15%. A Câmara Municipal de Valongo assume a posição de dono da obra e, além dos 7,5% da contrapartida pública nacional, a Autarquia atribuiu mais 500.000€ do orçamento municipal», pode ler-se na nota emitida pela CMV.

    «Vamos realizar estas obras tão necessárias em articulação com a comunidade escolar e fazer tudo o que estiver ao nosso alcance para que se concretizem o mais rápido possível. Finalmente, começa a ser corrigida uma injustiça que já se arrastava há demasiados anos, pois Valongo foi o único concelho da Área Metropolitana do Porto, cujas escolas da responsabilidade do Governo nunca foram intervencionadas pela Parque Escolar», considerou o presidente da Câmara Municipal de Valongo, José Manuel Ribeiro, recordando que também teve de ser o Município de Valongo a assumir a empreitada de requalificação da Escola Secundária de Ermesinde. Será também a Câmara Municipal de Valongo a assumir a curto prazo as obras de requalificação da Escola Secundária de Valongo, cujo financiamento já foi garantido pelo Ministério da Educação.

    «Estamos gratos ao atual Governo por este investimento nas escolas, que não sendo ainda suficiente permite dar já um grande salto qualitativo na Educação dos nossos jovens!», concluiu o autarca.

     

    Outras Notícias

    · Dois homens detidos na Avenida Eng. Duarte Pacheco por furto no interior de viatura e falsificação de matrícula
    · Biblioteca Municipal de Valongo premiou os 10 leitores que mais livros requisitaram no último ano
    · Bibliotecas de Valongo retomam serviço de empréstimo domiciliário
    · Cemitérios de Ermesinde reabrem na segunda-feira (11 de maio)
    · “Lancheiras Saudáveis” chegam a casa de 65 utentes do Centro Social e Paroquial de Alfena
    · Desmantelada pela GNR rede de tráfico de droga que operava no Porto e em Valongo
    · O Parque Aventura Lipor celebra 10 anos de História
    · Espaço do Cidadão da Gandra reabre dia 11 de maio
    · Utentes do Centro Social e Paroquial de Alfena já começaram a receber as "Lancheiras Saudáveis"
    · José Manuel Ribeiro pediu ajuda à comissão do Ambiente, Energia e Ordenamento do Território para encerrar aterro de Sobrado
    · Jovem basquetebolista do CPN atropelada e projetada da Ponte da Palmilheira de uma altura de nove metros para alinha férrea
    · Mais de 700 alunos de Valongo escreveram ao Ministro do Ambiente manifestando-se contra o aterro de Sobrado
    · Sobrado "acordou" vestida de negro em forma de protesto contra o aterro
    · Câmara de Valongo aprova contas de 2019
    · PSP deteve dois homens por furto a supermercado no Porto. Um dos detidos é de Valongo
    · Autarca de Valongo acusa a atual administração da TAP de voltar ao passado e encarar o Aeroporto do Porto como um apeadeiro
    · Câmara de Valongo isenta cafés e restaurantes de taxas relativas às esplanadas

     

    este espaço pode ser seu Este espaço pode ser seu Este espaço pode ser seu
    © 2005 A Voz de Ermesinde - Produzido por ardina.com, um produto da Dom Digital.
    Comentários sobre o site: webmaster@domdigital.pt.