Subscrever RSS Subscrever RSS
Edição de 30-11-2019
Jornal Online

SECÇÃO: Local


NOTICIAS DA UNIVERSIDADE SÉNIOR DE ERMESINDE

USE visita o Instituto dos Vinhos do Douro e do Porto

Foto USE
Foto USE
A turma de Sociedade e Cidadania da Universidade Sénior de Ermesinde realizou, no dia 6 de novembro, no âmbito dos Direitos dos consumidores, consagrados no artigo 60.º da Constituição da República Portuguesa (CRP), uma visita de estudo ao Instituto dos Vinhos do Douro e do Porto, Instituto Público (IVDP, I.P.) organizada pela professora Ilda Pinheiro. Este instituto tem como missão a regulação, certificação, o controlo de qualidade, a fiscalização, a proteção e a promoção das Denominações de Origem Douro e Porto e da Indicação Geográfica Duriense. O IVDP, I.P., tem sede em Peso da Régua e está integrado na administração indireta do Estado, dotado de autonomia administrativa e financeira e património próprio. O IVDP, I.P., tem atribuições do Ministério da Agricultura, Florestas e Desenvolvimento Rural sob superintendência e tutela do respetivo ministro. O Alto Douro Vinhateiro possui séculos de história, desde o Marquês de Pombal que promoveu a criação da Companhia Geral da Agricultura das Vinhas do Alto Douro e que através das políticas pombalinas fez a delimitação da Região Demarcada do Douro. A única empresa que produziu ininterruptamente até aos dias de hoje foi a Real Companhia Velha, fundada por alvará régio de 1756.

Após a concentração na Estação de Ermesinde chegámos ao IVDP, I.P., na rua Ferreira Borges, cerca das 14.45H. Depois da apresentação do nosso guia e da colocação dos áudio guias, demos início ao circuito de visita destinado a dar a conhecer o processo de certificação dos vinhos do Porto e do Douro, começando por admirar o átrio e a escadaria do belo edifício construído em 1843. Passámos, de seguida, pelo laboratório de análises físico-químicas, parte importante para a certificação dos vinhos juntamente com a Câmara de Provadores, pioneira, a nível mundial, na implementação de um processo de acreditação em análise sensorial; neste espaço são provados, anualmente, mais de 5000 vinhos avaliados por parâmetros como a limpidez, cor, aroma, sabor e idade.

Tempo, agora, para subir a escadaria, aceder e admirar o Salão Nobre, a Sala dos Retratos e a Sala Multiusos com o único teto original do edifício, com pinturas representando o verão, o outono, o inverno e a primavera e numa das paredes os retratos de todos os presidentes do IVDP, I.P..

A continuação da visita levou-nos a uma sala extraordinária: o Centro Interpretativo, espaço de comunicação e multimédia que se apresenta como ponto de partida para dar a conhecer a história da região e do seu vinho através das suas Denominações de Origem, desde as etapas do ciclo da vinha, até às associações gastronómicas com as diferentes categorias de Vinho do Porto e do Douro. Este espaço proporciona-nos uma agradável e instrutiva “viagem”, através do tempo, que começa na vinha e termina no copo, com o visionamento de vídeos acerca da região produtora e do processo produtivo dos seus vinhos aliada a uma comunicação interativa que nos permite uma aprendizagem, entre outras coisas, sobre as categorias de vinho do Porto, as cores que o caracterizam, as temperaturas aconselhadas para consumo de cada tipo de vinho e as harmonizações; tipo de vinho que se sugere usar como aperitivo, prato principal ou sobremesa.

(...)

Leia esta notícia na íntegra na edição impressa.

Nota: Agora pode tornar-se assinante da edição digital por 6 euros por ano. Após fazer o pagamento (de acordo com as mesmas modalidades existentes na assinatura do jornal impresso) deverá enviar-nos o nome, o NIF e o seu endereço eletrónico para lhe serem enviadas, por e-mail, as 12 edições em PDF.

Joaquim Almeida e Germano Castro

 

 

este espaço pode ser seu Este espaço pode ser seu Este espaço pode ser seu
© 2005 A Voz de Ermesinde - Produzido por ardina.com, um produto da Dom Digital.
Comentários sobre o site: webmaster@domdigital.pt.