Subscrever RSS Subscrever RSS
Edição de 28-02-2019
Jornal Online

SECÇÃO: Destaque


10.º ANIVERSÁRIO DOS CABEÇAS NO AR E PÉS NA TERRA

Da brincadeira em Balas & Bolinhos até à solidificação de um notável percurso profissional, eis o “Rato”

foto
O ator valonguense Jorge Neto mostrou ao final da noite de 15 de fevereiro que a sua faceta cómica e descontraída extravasa as fronteiras dos palcos, dos ecrãs de televisão ou das telas de cinema onde estamos habituados a vê-lo. Na vida real, ele é mesmo assim! Isso foi comprovado numa divertida e interessante conversa informal mantida entre Hugo Sousa e este ator que ficou célebre pela sua personagem “Rato”, no filme Balas & Bolinhos. Num tom humorístico, o ator falou dos seus 18 anos de carreira, dez dos quais com inúmeros trabalhos realizados ao “serviço” dos Cabeças no Ar e Pés na Terra. Abordou igualmente a questão da formação em teatro, uma arte, ou paixão, como ficou bem subentendido ao longo desta conversa, que descobriu num campo de férias, altura em que travou conhecimento com a expressão dramática. Contagiado pelo bichinho da representação, de lá para cá não mais parou no sentido de saber mais sobre teatro. Estudou (representação), fez formações, e desde então contabiliza no seu currículo dezenas de trabalhos, muitos deles na televisão e no cinema, como foi o caso de Balas & Bolinhos, que inevitavelmente teve de vir “à baila” nesta conversa. Jorge Neto recordou o Balas - onde deu vida à personagem “Rato” - como uma brincadeira de colegas, - uma brincadeira séria em termos de popularidade, diríamos nós! - o ponto de partida para uma postura mais profissional, por assim dizer.

Como referimos no início desta peça, o ator é um valonguense de gema (nasceu na zona da Boavista, em Valongo), e mais do que isso um acérrimo apaixonado e promotor da sua terra no seu meio profissional. Sempre que alguém ligado ao mundo do espetáculo visita o concelho, Jorge Neto veste o papel de guia e dá a conhecer algumas das maravilhas que por cá abundam. Quando questionado sobre o futuro, Jorge Neto confessou que sonha fazer representação de algo mais sério, dramático, mas que ao mesmo tempo faça rir o público. Tal e qual como o fez, nesta noite de festa em Ermesinde.

Por: MB

 

 

este espaço pode ser seu Este espaço pode ser seu Este espaço pode ser seu
© 2005 A Voz de Ermesinde - Produzido por ardina.com, um produto da Dom Digital.
Comentários sobre o site: webmaster@domdigital.pt.