Subscrever RSS Subscrever RSS
Edição de 20-10-2021
  • Edição Actual
  • Jornal Online

    Arquivo: Edição de 30-04-2013

    SECÇÃO: Destaque


    Assembleia Municipal de Jovens chama a atenção para vários problemas no Município

    Foto MAD
    Foto MAD
    Como vem sendo habitual nos últimos anos, teve lugar no Auditório António Macedo em Valongo, ao início da noite do passado dia 24 de abril, mais uma edição da Assembleia Municipal de Jovens, uma iniciativa da Assembleia Municipal de Valongo que assim pretende “ensinar” os jovens a saberem intervir em democracia, criticando junto do poder local (Assembleia Municipal e Câmara Municipal) e das forças políticas (estiveram presentes dirigentes de todos os quadrantes políticos com assento na Assembleia Municipal) tudo aquilo que consideram estar menos bem neste município e, nalguns casos, recomendando soluções. Deve dizer-se, em abono da verdade, que este ano maior número de pessoas testemunhou ao vivo o desempenho dos jovens deputados, conforme fez notar o Presidente da Assembleia nas suas palavras de congratulação pelo sucesso do evento.

    Depois de curtas palavras dos líderes políticos (PPD/PSD, Coragem de Mudar, CDS/PP, PS, CDU, Bloco de Esquerda e um Presidente de Junta eleito em lista de cidadãos independentes) que estimularam os jovens a serem determinados nas suas intervenções e críticas, foi a vez de “desfilarem” os 7 estabelecimentos de ensino, que este ano aderiram a este Projeto e que foram os seguintes: EB 2,3 de Campo, Agrupamento de Escolas Vallis Longus, Escola Secundária de Ermesinde, Agrupamento de Escolas de Alfena, Escola D. António Ferreira Gomes, CENFIM – núcleo de Ermesinde e Agrupamento de Escolas de Valongo.

    Logo a primeira escola recordou ao Presidente da Câmara, João Paulo Baltazar que esteve presente em toda a sessão, as necessidades em termos de desporto, lazer e ambiente que sentem os munícipes residentes em Campo, bem como a urgência da antiga estrada nacional n.º 15 ser dotada de passeios e passadeiras para maior segurança dos muitos transeuntes que por ela quotidianamente se deslocam.

    O Agrupamento de Escolas Vallis Longus explanou a questão da educação ambiental tão cara a este segmento da população e deu interessantes sugestões.

    O jovem “deputado” da Escola Secundária de Ermesinde reivindicou uma Casa da Juventude digna para este dinâmico grupo da cidade e apresentou algumas críticas pontuais para maleitas da cidade, designadamente o eterno problema do antigo cinema de Ermesinde – um edifício cada vez mais degradado, bem no centro desta cidade.

    O Agrupamento de Escolas de Alfena falou de vários aspetos que preocupam a juventude daquela novel cidade do Município, designadamente da reabilitação do antigo cinema que, conforme mostraram com a exibição de várias fotos, se encontra em adiantado estado de degradação.

    Os jovens “deputados” da escola ermesindense D. António Ferreira Gomes trouxeram ao “parlamento” municipal vários assuntos, nomeadamente o velho problema do Museu da Cidade, o estado de alguns espaços ajardinados, designadamente o largo onde se fazia a antiga Feira de Ermesinde e a proteção das jazidas de fósseis do alto dos Montes da Costa.

    Seguiu-se o Cenfim - núcleo de Ermesinde (único estabelecimento de ensino privado a fazer-se representar), que levou aos ouvidos dos políticos locais um problema que afeta a juventude da cidade, mas também toda a sociedade - o tráfico de droga em várias zonas da Ermesinde, que identificou. Recomendou, ainda que as autoridades providenciem, junto da Brisa, a colocação de um placard eletrónico no acesso ao nó da A4 em Ermesinde, para informar os condutores sempre que haja um acidente na A4, evitando assim o aglomerar de filas intermináveis que prejudicam muitas pessoas no cumprimento do seu dever de pontualidade.

    Terminaram as intervenções os jovens do Agrupamento de Valongo, que trouxeram à Assembleia alguns dos “ex-libris” da cidade, no campo da natureza e da gastronomia, que importa valorizar no sentido de atrair cada vez maior número de turistas.

    O Presidente da Câmara, interveio quase no final da sessão, elogiando o trabalho das escolas e dos professores envolvidos, demonstrando ter estado muito atento à sessão e prometendo que terá em conta todas as críticas feitas e sugestões apresentadas.

    Por: Manuel Augusto Dias

     

     

    este espaço pode ser seu Este espaço pode ser seu Este espaço pode ser seu
    © 2005 A Voz de Ermesinde - Produzido por ardina.com, um produto da Dom Digital.
    Comentários sobre o site: webmaster@domdigital.pt.