Subscrever RSS Subscrever RSS
Edição de 31-05-2019
  • Edição Actual
  • Jornal Online

    Arquivo: Edição de 10-10-2012

    SECÇÃO: Desporto


    FUTEBOL

    Ermesinde sofre mais uma derrota e desce ao último lugar

    foto
    A nau ermesindista continua a navegar em águas turbulentas no principal escalão da Associação de Futebol do Porto. A turma da nossa freguesia somou no passado domingo (7 de outubro) mais uma derrota na competição, desta feita no reduto do Serzedo, por 1-3, num encontro alusivo à 4ª jornada.

    O clube das argolas até entrou bem, e mostrou que queria sair de Vila Nova de Gaia com o primeiro resultado positivo da época que ainda agora começou. Mas o Serzedo tinha outra ideia em mente, e assim que se aproximou pela primeira vez da baliza do Ermesinde, Hélder marca o primeiro golo da tarde, colocando os homens da casa em vantagem. Após o lance do golo, Hélder, na sequência de um corte, lesiona-se com gravidade e tem de ser substituído.

    Logo a seguir, Hugo remata ligeiramente por cima da baliza à guarda de César. No lance posterior Leça faz uma espetacular abertura para Borges que com muita classe atira para o fundo da baliza dos visitados, repondo o empate, e alguma justiça no resultado.

    Instantes depois surge a primeira grande penalidade a favor do Ermesinde, bem assinalada, diga-se de passagem, mas Leça permitiria a defesa de César.

    O jogo decorria com grande equilíbrio de parte a parte, mas o Ermesinde era quem mais e melhor construía. Novamente Leça, num remate com muito efeito, envia a bola ao poste, quando César já estava batido.

    Na segunda parte o Serzedo entra transfigurado, e em dois lances de ataque mata o jogo.

    Primeiro na sequência de um livre em que a bola passa por toda a gente, e ao segundo poste, Pedro Gabriel, recém-entrado, remata com muita violência para o fundo da baliza de Pedro Magalhães. Depois João Reis, cara a cara com o guardião forasteiro, só tem de escolher o lado. E assim em apenas um minuto o Ermesinde passa a ter um grande problema entre mãos.

    Apesar do resultado, e da exibição no início da segunda parte não ser a melhor, o azar persistia. Saíam Dias e Guedes, e para os seus lugares entram Flávio e Rui Pedro, e logo na primeira vez que Flávio toca na bola, envia-a com toda a força contra a barra da baliza gaiense. Pouco depois, nova grande penalidade a favor dos forasteiros. André Ribeiro, encarregue da marcação, bate bem, mas a bola sobe ligeiramente e bate na barra.

    O árbitro levanta a placa com quatro minutos adicionais, minutos esses que foram passados com os visitados a queimar tempo. Com este desaire, o terceiro em quatro partidas disputadas, o Ermesinde desceu para o último lugar da tabela classificativa, com apenas um ponto somado.

    Neste encontro o Ermesinde alinhou com: Pedro Magalhães, Castro, André Ribeiro, Dias (Flávio, aos 60m) e Delfim, Guedes (Rui Pedro, aos 60m), André Vale, Sousa e Leça, Hélder Borges e Hugo (Miguel, aos 61m). Treinador: Luís Magalhães.

    Por: Márcio Castro

    Nota: Todos os resultados e classificações desta competição podem ser consultados na nossa edição on line.

     

     

    este espaço pode ser seu Este espaço pode ser seu Este espaço pode ser seu
    © 2005 A Voz de Ermesinde - Produzido por ardina.com, um produto da Dom Digital.
    Comentários sobre o site: webmaster@domdigital.pt.