Subscrever RSS Subscrever RSS
Edição de 30-09-2020
  • Edição Actual
  • Jornal Online

    Arquivo: Edição de 05-04-2012

    SECÇÃO: Desporto


    FUTEBOL

    Ermesinde acabou com a malapata dos maus resultados

    Foi no seio de um ambiente um pouco pesado que o Ermesinde regressou – um mês depois – às vitórias na Série 1 do Campeonato Distrital da 1ª Divisão. Um clima que muito ficou a dever-se ao recente desentendimento entre a claque ermesindista e a Direção do clube, ou vice-versa, que levou a que no jogo do passado domingo (1 de abril), diante do Livração, os Ultras Ermesinde manifestassem de viva voz – por diversas ocasiões – o seu descontentamento com os órgãos diretivos verde e brancos. A este assunto pretendemos voltar de forma mais profunda na nossa próxima edição online.

    Desentendimentos à parte o Ermesinde recebeu (em jogo alusivo à 29ª jornada) um adversário proveniente da parte baixa da tabela classificativa, dominando o encontro a seu bel prazer mesmo sem alguns dos habituais titulares do seu “onze”. Pese embora tenham sido os forasteiros os primeiros a criar verdadeiro perigo junto à baliza adversária, logo aos 6 minutos, por intermédio de Vítor Barbosa que viu a bola devolvida pelo ferro da baliza à guarda de Luís; depois, o Ermesinde desaproveitou uma mão cheia de oportunidades de golo, até que ao minuto 33, na sequência de mais um pontapé de canto cobrado por Hélder Borges, Sérgio teve um excelente cabeceamento, com a bola a parar apenas no fundo das redes da baliza adversária.

    Aos 41 minutos, a coroar a boa exibição do conjunto local, avolumou-se o marcador com um golo de belo efeito, concretizado por Hélder Borges, que rematou ainda de muito longe da baliza de Ricardo Almeida, mas sem qualquer hipótese de defesa para este.

    Durante o intervalo, o presidente do Ermesinde Sport Clube, José Araújo, agraciou com uma camisola do clube a Junta de Freguesia de Ermesinde, na pessoa do seu presidente, Luís Ramalho, pelo apoio que ultimamente tem recebido desta autarquia.

    Na etapa complementar assistiu-se a uma série de substituições que visavam, de parte a parte, corresponder aos objetivos de cada clube. Foi, no entanto, a formação da casa aquela que desfrutou das melhores oportunidades para dilatar o marcador. E se só conseguiu mais um golo – a premiar a entrada de Flávio que, ao minuto 65, avançando pelo lado direito do seu ataque, centrou para Armando que só teve de rematar em jeito para bater o guardião adversário – foi porque alguns avançados ermesindistas estiveram em tarde “não”, como foi o caso de Fábio Ribeiro.

    Apenas mais uma nota final para dizer que a partir do minuto 75 o Ermesinde ficou reduzido a 10 unidades, não por qualquer expulsão, mas porque Tiago Ferreira deu uma canelada a Flávio e este não conseguiu recuperar, tendo de sair. Como o Ermesinde já tinha feito todas as substituições permitidas, teve de jogar com 10 até ao fim.

    Pelo Ermesinde alinharam: Luís; César, Hélder Borges, Cláudio e Joca; Marco (Ivo, aos 55m), Fábio Ribeiro e Leça (Medeiros, aos 71m); Nando (Flávio, aos 64m), Sérgio e Armando.

    Com este regresso aos triunfos os ermesindistas subiram ao 3º lugar da classificação, somando agora 55 pontos, menos 4 que o 2º colocado, o S. Martinho, e menos 14 que o líder Perafita, isto quando restam 5 jornadas para o final do campeonato.

    Nota: Todos os resultados e classificações desta competição podem ser consultados online em Resultados Desportivos.

    Por: Luís Dias/AVE

     

     

    este espaço pode ser seu Este espaço pode ser seu Este espaço pode ser seu
    © 2005 A Voz de Ermesinde - Produzido por ardina.com, um produto da Dom Digital.
    Comentários sobre o site: webmaster@domdigital.pt.