Subscrever RSS Subscrever RSS
Edição de 30-04-2022
  • Edição Actual
  • Jornal Online

    Arquivo: Edição de 15-11-2010

    SECÇÃO: Local


    Inaugurada a Via Distribuidora da Zona Industrial de Campo

    Foto ANDRÉ CARVALHO
    Foto ANDRÉ CARVALHO
    O presidente da Câmara Municipal de Valongo, Fernando Melo, inaugurou, na passada sexta-feira, dia 5 de Novembro, na Rua da Indústria, em Campo, a Via Distribuidora da Zona Industrial de Campo. Esta via estruturante liga a Rua da Costa à Rua da Indústria, e é, segundo a Câmara de Valongo, «a concretização de um compromisso com a população e com os empresários, mas é sobretudo uma peça fundamental na estratégia de desenvolvimento do concelho. A via será uma mais-valia para as empresas aqui sedeadas e, seguramente, um ponto de atracção de novos investimentos para o concelho.

    A nova via permitirá libertar a freguesia de Campo do trânsito pesado e permitirá simultaneamente às empresas ter acessos mais rápidos e eficazes às vias de ligação com as auto-estradas que servem o concelho. Futuramente, a Via Distribuidora de Campo irá ter uma ligação directa à A41, o que permitirá que esta seja um verdadeiro anel de acesso à Zona Empresarial.

    A Via Distribuidora, cuja construção se iniciou em Janeiro de 2009, tem como objectivo criar uma via de circulação que atravesse a Zona Industrial, ligando a Rua da Costa à Rua da Indústria. A partir dela foram construídos arruamentos, ligando à rede viária já existente, ou também a construir. É o caso do prolongamento da Rua Alto da Mina até uma das rotundas que se encontra em avançado estado de execução. Para a execução desta via estruturante, que incluiu ainda a dotação das redes de iluminação pública, águas pluviais e rede de telecomunicações, a Câmara Municipal de Valongo investiu cerca de dois milhões de euros.

    A Zona Industrial de Campo tem aproximadamente 300 hectares onde estão instaladas 50 empresas que proporcionam cerca de dois mil postos de trabalho. É na Zona Industrial de Campo que está localizado o Terminal Ferroviário do Norte, que serve a Sociedade Portuguesa de Contentores (SPC), a empresa que ocupa a maior área da zona industrial.

    Além da SPC estão já instaladas na Zona Industrial de Campo empresas como a Acústica, a Metalúrgica Bakeware, a Airlux Portugal, a Flupol, a Metalongo, a Metalva, a Valportas, a Vitropor e outras.

    Na cerimónia de inauguração, Fernando Melo salientou: «Com a existência do Terminal Ferroviário do Norte, que serve a Sociedade Portuguesa de Contentores – a quem aproveito para fazer uma referência especial por terem acreditado na concretização desta obra –, a fácil ligação ao Porto de Leixões, ao aeroporto e à Galiza, a Zona Industrial tem todos os ingredientes para ser a nova casa de muitas empresas. A Câmara de Valongo tudo vai fazer para ter as melhores condições para as acolher.

    Permitam-me uma palavra especial para a população da freguesia de Campo que ao longo destes anos teve de lidar diariamente com o intenso tráfego de pesados. Esta obra tem claras vantagens para as empresas, mas também é a resposta aos anseios de uma freguesia.

    Espero que todos saibam tirar o máximo de vantagens da nova via que hoje estamos a inaugurar».

    Por: AVE

     

     

    este espaço pode ser seu Este espaço pode ser seu Este espaço pode ser seu
    © 2005 A Voz de Ermesinde - Produzido por ardina.com, um produto da Dom Digital.
    Comentários sobre o site: webmaster@domdigital.pt.