Subscrever RSS Subscrever RSS
Edição de 31-07-2020
  • Edição Actual
  • Jornal Online

    Arquivo: Edição de 30-04-2010

    SECÇÃO: Desporto


    BILHAR

    Fase do “mata-mata” já fez as primeiras vítimas

    Teve início a 19 de Abril passado a segunda fase da Superliga Bilharsinde (SB), a fase da eliminação directa ou do “mata-mata” como se diz em gíria desportiva. Na 1ª Divisão o jogo grande desta 1ª eliminatória foi disputado entre a Academia Pedro Fonseca e o Leixões, dois dos conjuntos mais cotados da competição, como aliás comprovam as suas respectivas classificações na 1ª fase. Neste duelo de “gigantes” levaram a melhor os bilharistas de Pedro Fonseca na sequência de um empate na 1ª mão a 8 e de uma robusta vitória na segunda parte da eliminatória por 9-2. Na ronda seguinte a Academia irá defrontar o Master Pool “B” que eliminou (com duas vitórias: 9-7/8-3) uma das equipas dos organizadores da prova, mais concretamente o Voxx Club Bilhar/Santos.

    Imparável continua o Paparugui/Okey que despachou o Ritual Caffé com um total de 17-6 nas duas mãos (12-4/5-2). O adversário que se segue no caminho dos actuais campeões da Supertaça Bilharsinde será o Salão Filipe “A”, conjunto este que nunca é demais recordar foi o primeiro campeão da 1ª Divisão da SB. Para chegar a esta 2ª eliminatória teve de deixar pelo caminho a formação do Master Pool “A” com um empate a 8 na 1ª mão e um triunfo tangencial de 11-10 na 2ª mão.

    Nem tudo foram tristezas para o Voxx Caffé neste primeiro “mata-mata”, já que o Voxx Club Bilhar/Amigos eliminou com clareza o G.D. S. Sebastião na sequência de uns expressivos 13-3 na 1ª mão e 4-1 na 2ª. Para subir mais um degrau na prova os rapazes do Voxx Caffé vão agora medir força com outros dos candidatos à vitória final da 1ª Divisão, mais precisamente a Academia Pedro Grilo que eliminou o Piri-Piri/Ginha por 17-7 no total das duas mãos (10-6/7-1).

    A equipa sensação da segunda volta da 1ª fase da SB, o Café Sport, também seguiu em frente depois de ter eliminado por um total de 17-9 (9-7/8-2) o Estrela de Baguim. Na eliminatória que se segue irá defrontar o Ritual Classic, combinado este que bateu o Esposedense por um somatório de 17-12 (10-6/7-6).

    Na 2ª Divisão o duelo mais equilibrado deu-se entre o Café Laser e o Café Libolo, tendo estes últimos avançado para o nível seguinte depois de uma vitória total de 17-14. Contudo, só no encontro da 2ª mão garantiram a passagem à próxima ronda com um resultado de 10-5, o qual cobriu a derrota (7-9) da 1ª mão. E na 2ª eliminatória os do Libolo irão encontrar o Café Santo António que derrotou o Centro de Ciclistas de Gondomar por um total de 17-7 (11-5/6-2).

    Quem também segue para a ronda seguinte são os detentores do título da 1ª Divisão da temporada transacta, o Voxx Club Bilhar/”B”, que bateu por um total de 17-7 (10--6/7-1) o Café Novobelix. Como tal na eliminatória que se segue irá haver um dérbi ermesindense, entre o conjunto do Voxx e o UDCR Bela, equipa que venceu o Café S. Brás por 17-13 (10-6/7-7).

    Noutros resultados o “irregular” (durante toda a 1ª fase) Salão de Jogos Europa//Maia venceu o Clube de Bilhar Piri-Piri/Leopoldo por uns curtos 19-18 (8-8//11-10) e vai agora defrontar o Clube Bilhar Convívio “A”, turma esta que derrotou os maiatos do Café Mosteiro por 17-15 (8-8/9-7).

    Em grande continua a Associação Recreativa de Rio Tinto que avançou uma eliminatória após vencer o Clube Bilhar Convívio “B” por um total de 17-12 (9-7/8-5).

    Os bilharistas riotintenses vão agora jogar com o Salão Filipe “B”, conjunto que venceu o Clube Bilhar S. José/Ourivesaria Lebre por 17-12 (7-9/10-3).

    Por: Miguel Barros

     

     

    este espaço pode ser seu Este espaço pode ser seu Este espaço pode ser seu
    © 2005 A Voz de Ermesinde - Produzido por ardina.com, um produto da Dom Digital.
    Comentários sobre o site: webmaster@domdigital.pt.