Subscrever RSS Subscrever RSS
Edição de 31-07-2020
  • Edição Actual
  • Jornal Online

    Arquivo: Edição de 30-04-2010

    SECÇÃO: Desporto


    ASSEMBLEIA GERAL DO CPN

    Comissão Administrativa do CPN continua em funções até finais de Junho

    Foi o principal facto extraído da Assembleia Geral (AG) do passado 17 de Abril: o CPN vai continuar até finais do mês de Junho a ser gerido por uma Comissão Administrativa.

    Uma decisão que, no entanto, não mereceu a completa concórdia da totalidade dos associados presentes, tendo a voz da discórdia surgido do 1º secretário da Mesa da AG, Joaquim Moutinho, que à semelhança do proferido noutras sessões, frisaria a importância de transformar a Comissão Administrativa (CA) numa Direcção, não só porque uma comissão é sinónimo de solução temporária num cenário de crise directiva, mas sobretudo porque uma equipa directiva inspira uma maior segurança e credibilidade junto de bancos ou outras entidades com as quais o clube queira negociar.

    Contudo, os elementos da CA parecem não ter a mesma opinião, tendo proposto inclusive estender o seu mandato até ao final do ano. Os estatutos do clube no entanto impediram essa intenção, já que neles se encontra explícito que pelo facto de ser uma solução de gestão temporária, uma CA não pode exercer um mandato de longa duração.

    Não desistindo desta ideia de prolongar esta gestão de recurso, por assim dizer, até Dezembro, os membros da CA proproriam que na próxima AG – a realizar em Junho, embora ainda sem data concreta – o primeiro ponto da Ordem de Trabalhos seja precisamente o de discutir a alteração dos estatutos do clube no que concerne ao período de gestão de uma comissão. Proposta de inclusão aceite e foi então altura de ficar a conhecer o trabalho de recuperação notável – a diversos níveis – que a actual comissão tem feito ao leme do CPN nos últimos tempos. Entre outros “milagres” esta CA pagou já cerca de 30 000 euros do passivo do clube, para além de ter reaberto a piscina grande – que se encontra a funcionar em pleno – e de ter negociado as dívidas com a EDP e a EDP Gás.

    Por: Miguel Barros

     

     

    este espaço pode ser seu Este espaço pode ser seu Este espaço pode ser seu
    © 2005 A Voz de Ermesinde - Produzido por ardina.com, um produto da Dom Digital.
    Comentários sobre o site: webmaster@domdigital.pt.