Subscrever RSS Subscrever RSS
Edição de 30-04-2022
  • Edição Actual
  • Jornal Online

    Arquivo: Edição de 30-12-2009

    SECÇÃO: Cultura


    Associação Académica trouxe mais uma vez a música ao Natal

    Fotos MANUEL VALDREZ
    Fotos MANUEL VALDREZ
    A Associação Académica e Cultural de Ermesinde (AACE) voltou a celebrar o Natal com a sua já tradicional festa no Fórum Cultural de Ermesinde, evento que decorreu no passado dia 19 de Dezembro.

    Na Festa de Natal deste ano participaram o Orfeão da AACE, o grupo de teatro “Casca de Nós”, o Grupo de Fados, a Escolinha de Música, o Grupo de Música Tradicional Portuguesa e uma entidade convidada, o Grupo Dramático de Milheirós, que apresentou uma “Palhaçada de Natal”.

    O Orfeão, a mais antiga e emblemática valência da AACE foi dirigido pelo maestro Sérgio Nery e interpretou os temas “Ave Maria” (de Arcadell), o espiritual negro “Lord I Want”, “Ah! Vinde Todos à Porfia!” (de autor anónimo), um canção de Natal do Alentejo – “Natal de Elvas” e, finalmente “Adeste Fidelis” (de J. F. Wade).

    Seguiu-se-lhe o recentemente premiado no festival nacional de teatro amador do INATEL grupo “Casca de Nós”, com o breve apontamento “Flocos de Natal”.

    A Escolinha de Música – uma das últimas valências criadas por esta dinâmica associação que tem, de facto, na música, a sua menina dos olhos esteve também no palco do Fórum Cultural, bem como o Grupo de Fados, que se lhe seguiu, e onde pontuaram as vozes de Rita Rodrigues, Miguel Teixeira e Marisa Almeida, que interpretaram dois temas cada um. A acompanhá-los estiveram, entre outros, Silvério Rocha (na guitarra) e Hélder Silva (na viola).

    foto
    Foi então a vez dos artistas convidados, o Grupo Dramático de Milheirós.

    O final do espectáculo esteve a cargo do Grupo de Música Popular e Tradicional Portuguesa, que interpretou vários temas (instrumentais e “Ao Romper da Bela Aurora”, “Ribeira Vai Cheia”, “Rendilheira”, Mariana”, “Roseira Enxertada” e “Zé”.

    A Festa de Natal, que contou com a presença de João Paulo Baltazar, vereador com o pelouro da Cultura, Luís Ramalho, presidente da Junta de Freguesia de Ermesinde, e Raul Santos, presidente da Mesa da Assembleia de Freguesia, foi também ocasião para a saudação especial feita por Alberto Mateus, presidente da Direcção da AACE, o qual referiu o momento e as grandes preocupações da Associação, em particular o ambicioso projecto da construção da sua sede, agora que é detentora do terreno para tal cedido pela Câmara Municipal de Valongo.

    Entretanto, o teatro, e o espectáculo e a formação musical continuam a preencher a rica actividade desta associação, criada a 15 de Abril de 1999, altura em que surgiu a sua primeira valência, o Orfeão, na altura dirigido pelo maestro Manuel Coelho de Almeida. O Orfeão entretanto internacionalizado, integra hoje 26 elementos.

    Por: AVE

     

     

    este espaço pode ser seu Este espaço pode ser seu Este espaço pode ser seu
    © 2005 A Voz de Ermesinde - Produzido por ardina.com, um produto da Dom Digital.
    Comentários sobre o site: webmaster@domdigital.pt.