Subscrever RSS Subscrever RSS
Edição de 31-03-2021
  • Edição Actual
  • Jornal Online

    Arquivo: Edição de 20-09-2009

    SECÇÃO: Destaque


    Bloco de Esquerda denuncia impasse entre Câmara e Ministério da Saúde

    Foto BE
    Foto BE
    A candidatura concelhia do Bloco de Esquerda às eleições autárquicas no município de Valongo, encabeçada por Eliseu Pinto Lopes denunciou, no passado dia 9 de Setembro, a má vontade mútua do Ministério da Saúde e da Câmara Municipal de Valongo quanto à resolução do problema da falta de terreno para instalação de uma Unidade de Saúde Familiar em Alfena.

    Segundo os bloquistas, «Ministério da Saúde e Câmara de Valongo andam no “jogo do empurra” quanto à responsabilidade da obtenção de terreno» para a construção da nova Unidade de Saúde.

    Diz o Bloco em comunicado: «Por um lado, o MS informa que "aguarda a formalização das negociações com a Câmara Municipal de Valongo relativamente à cedência de um terreno para a construção de um novo equipamento de saúde em Alfena", e por outro, o actual presidente da CMV já manifestou, em reunião da Assembleia Municipal, a indisponibilidade, no momento, de qualquer terreno destinado à construção das novas instalações.

    Esta situação é lamentável e revela a falta de sensibilidade e de respeito das entidades em causa, não só pelos utentes da USF de Alfena, mas também pela população em geral».

    E o comunicado da candidatura do Bloco de Esquerda prossegue: «Há décadas que as populações de Alfena e de Campo têm reclamado a melhoria das condições de funcionamento dos respectivos centros de saúde, com o Executivo Camarário liderado pelo PSD/PP a desdobrar-se em desculpas por nada ter feito, quando nas mesmas freguesias apadrinha o aparecimento dos Hospitais Privados de S. Martinho e de Alfena, tendo anunciado, recentemente, a instalação de mais um hospital privado e um hotel na urbanização Fonte da Senhora».

    E prossegue o comunicado da candidatura do Bloco: «Estes negócios apenas servem os interesses de alguns e destinam-se a uma minoria de pessoas com capacidade financeira, mas a maioria da população não tem acesso a estes serviços.

    Entendemos a saúde como um bem público a que todos devem ter acesso e não um negócio para benefício de alguns. O Bloco continuará a lutar pela qualidade dos serviços públicos prestados no concelho, colocando sempre as pessoas à frente dos interesses privados».

    MENSAGEM

    DE FERNANDO

    FONSECA

    Entretanto, o cabeça-de--lista pelo Bloco de Esquerda à Assembleia (e Junta) de Freguesia de Alfena, Fernando Fonseca, tornou pública uma mensagem na qual considerava: «Campo, sem dúvida, necessita de muito mais e nestes últimos 16 anos Campo não se desenvolveu, não criou riqueza, não se modernizou e principalmente quem orientou e teve responsabilidades políticas não deu prioridade às mais urgentes necessidades que a Freguesia enfrenta».

    Por isso se compromete «a fazer mais e melhor».

    Por: AVE

     

     

    este espaço pode ser seu Este espaço pode ser seu Este espaço pode ser seu
    © 2005 A Voz de Ermesinde - Produzido por ardina.com, um produto da Dom Digital.
    Comentários sobre o site: webmaster@domdigital.pt.