Subscrever RSS Subscrever RSS
Edição de 31-01-2021
  • Edição Actual
  • Jornal Online

    Arquivo: Edição de 20-09-2009

    SECÇÃO: Destaque


    Fotos URSULA ZANGGER
    Fotos URSULA ZANGGER
    VELHA LINHA DE ERMESINDE A MATOSINHOS VAI SER RESSUSCITADA

    Inaugurado o serviço ferroviário de passageiros de Ermesinde a Leça do Balio

    A secretária de Estado dos Transportes, Ana Paula Vitorino, presidiu, na manhã do passado dia 9 de Setembro, à cerimónia oficial de apresentação do novo serviço ferroviário na Linha de Leixões, que liga, para já, a estação de Ermesinde à de Leça do Balio, prevendo-se a sua extensão, mais tarde, até à cidade de Matosinhos. Recorde-se que este novo serviço ferroviário de passageiros não faz mais que requalificar o serviço ferroviário de passageiros que ligava Ermesinde a Matosinhos há algumas dezenas de anos, sendo, todavia inquestionável o grande interesse de que se reveste.

    foto
    A ligação por caminho--de-ferro entre Ermesinde e Matosinhos é uma velha aspiração da população ermesindense, que já dela beneficiou há umas dezenas de anos atrás, embora nessa altura o serviço fosse reduzido a um mínimo. Com a criação do Metro do Porto, a rede de transportes públicos urbanos sofreu uma grande melhoria, com ganhos que não se medem apenas na maior rapidez dos percursos e na consequente maior fluidez do trânsito rodoviário, mas igualmente numa muito mais racional utilização da energia.

    Ora, embora a cidade de Ermesinde fosse já razoavelmente bem servida de transporte ferroviário em direcção ao centro do Porto, continuavam a faltar-lhe bons acessos a outras zonas da Área Metropolitana, que a reactivação deste serviço veio agora colmatar. Diga-se, em abono da verdade, que a reactivação do troço ferroviário da Linha de Leixões tinha sido reclamada já há algum tempo por outras forças políticas concelhias, mas há que saudar a medida levada à prática pela actual secretária de Estado dos Transportes.

    A abertura da “nova” linha corresponde decorre da celebração de dois protocolos assinados no passado dia 22 de Maio entre a CP, a Refer, a APDL (Administração dos Portos de Douro e Leixões) e a Câmara Municipal de Matosinhos, esclarece um comunicado conjunto do Ministério das Obras Públicas, Transportes e Comunicações, CP, Refer e APDL.

    Segundo o referido comunicado, «o novo serviço de passageiros da CP irá contribuir para a sustentabilidade ambiental, facilitando a acessibilidade e moibilidade numa área que, nos últimos anos, evidenciou um franco crescimento populacional e com um mercado potencial significativo – estima-se que este serviço venha a atingir cerca de 2,9 milhões de passageiros/ano».

    De momento, a circulação ferroviária faz-se apenas entre as estações de Ermesinde e de Leça do Balio, com paragem nas estações intermédias de São Gemil e de São Mamede de Infesta.

    A CP anuncia que garante um serviço com comboios de 30 em 30 minutos nos dias úteis e nas horas de ponta, e de hora em hora nos restantes períodos do dia, de segunda a sexta-feira.

    O serviço permite a ligação em Ermesinde, dos passageiros vindos da Linha de Leixões, quer ao Porto, quer às linhas de Guimarães, Braga, Minho e do Douro, prometendo um serviço urbano de cinco em cinco minutos. Só numa segunda fase, e após obras a efectuar, se prevê a extensão da linha a Leixões (Matosinhos).

    Por: LC

     

     

    este espaço pode ser seu Este espaço pode ser seu Este espaço pode ser seu
    © 2005 A Voz de Ermesinde - Produzido por ardina.com, um produto da Dom Digital.
    Comentários sobre o site: webmaster@domdigital.pt.