Subscrever RSS Subscrever RSS
Edição de 30-06-2022
  • Edição Actual
  • Jornal Online

    Arquivo: Edição de 15-02-2009

    SECÇÃO: Destaque


    REUNIÃO DA JUNTA DE FREGUESIA DE ERMESINDE

    Finalmente aprovados Plano de Actividades e Orçamento do Executivo para 2009

    A Junta de de Freguesia de Ermesinde realizou no passado dia 5 de Fevereiro uma reunião extraordinária onde foi aprovado o Plano de Actividades e Orçamento para 2009, com três votos favoráveis, do PSD. A CDU votou contra, porque não viu as suas propostas essenciais incluídas na proposta. O PS absteve-se argumentando que o Plano não reflecte as necessidades reais de Ermesinde.

    No dia anterior (ver peça em anexo) tinha decorrido a reunião habitual, onde foram discutidos problemas já antigo na Cidade.

    O Plano de Actividades e Orçamento da Junta de Freguesia de Ermesinde (JFE) foi finalmente aprovado, no passado dia 5, em reunião extraordinária, com um voto contra da CDU, três abstenções do PS e três votos favoráveis (PSD).

    «PROPOSTA DO PSD

    PECA POR FALTA

    DE ORIGINALIDADE»

    Foto MANUEL VALDREZ
    Foto MANUEL VALDREZ

    Sónia Sousa, da CDU, declarou que o seu voto contra, se deve ao facto de o Plano não ter sido alterado desde o seu último voto, Plano esse que além de ter poucas actividades e revelar uma «Junta apagada» não conseguirá ser cumprido pelo PSD – o partido «não tem capacidade para o fazer».

    É de referir que o Plano de Actividades e Orçamento já tinha sido discutido em quatro reuniões, não tendo a Junta chegado a um consenso. Ao longo dessas reuniões Sónia Sousa teceu críticas à gestão do PSD. A CDU salientou a «falta de rasgo, originalidade e capacidade empreendedora da liderança da Junta (...) que apresentou um Orçamento e Plano de Actividades em tudo idêntico ao de 2008».

    Para complementar o Plano a CDU apresentou consecutivas propostas, mas não viu as suas sugestões essenciais incluídas no projecto. Desta feita, Sónia Sousa declarou que além de não haver vontade por parte do presidente em colaborar com a CDU, os consecutivos desentendimentos entre os elementos do PSD na JFE «começam a ser gritantes» levando à impossibilidade de elaborar uma proposta de Orçamento e Plano de Actividades para 2009, tendo Artur Pais «apresentado uma cópia do documento do ano passado, sem que os restantes elementos do PSD tivessem conhecimento».

    PS ALERTA PARA

    «INCAPACIDADE

    DO PLANO

    E ORÇAMENTO»

    Por sua vez, o PS menos crítico, mas igualmente em desacordo comunicou que «o presente Plano e Orçamento da Junta de Freguesia, apresentado pelo PSD, na pessoa do presidente, não reflecte minimamente as preocupações e as necessidades da Cidade»

    Por outro lado, revela ainda «a incapacidade demonstrada pelo PSD em apresentar as legítimas reivindicações à Câmara Municipal de Valongo (CMV) que, de forma autoritária, tem vindo a sonegar o cumprimento de promessas eleitorais».

    A bancada do PS declarou ainda que o Plano e Orçamento «continua a enfermar das mesmas incapacidades apesar das inúmeras propostas, perfeitamente virtuais, e não exequíveis neste mandato». Por tudo isto o PS abstém-se declarando porém que isto «não significará uma desresponsabilização».

    Por: Teresa Afonso

     

     

    este espaço pode ser seu Este espaço pode ser seu Este espaço pode ser seu
    © 2005 A Voz de Ermesinde - Produzido por ardina.com, um produto da Dom Digital.
    Comentários sobre o site: webmaster@domdigital.pt.