Subscrever RSS Subscrever RSS
Edição de 30-04-2022
  • Edição Actual
  • Jornal Online

    Arquivo: Edição de 15-02-2009

    SECÇÃO: Editorial


    foto

    A Arte em Madrid

    No fim do Inverno Madrid enche-se de exposições de Arte, é já um ritual visitar esta cidade, artistas, coleccionadores, professores, estudantes ou simples curiosos invadem a cidade percorrendo, em verdadeiro corrupio, o maior número de exposições.

    Este ano não foi excepção e de 11 a 15 de Fevereiro Madrid encheu-se de gente dos mais diversos países nessa peregrinação entre a Feira Internacional de Arte Contemporânea – A.R.C.O., no Passeio de la Castellana, o Museu Nacional Centro de Arte Reina Sofia, Palácio de Cristal – Parque del Retiro, Museu do Prado, Fundación Juan March, Museo Thyssen Bornemisza, Fundación Caja Madrid, Espaço – Fundación Telefónica, Caixa Fórum, Museu Municipal de Arte Contemporânea de Madrid, Centro de Exposições Arte Canal de Madrid, Fundación Cultural Mapfre Vida, Museo de la Academia de Belas Artes, Círculo de Bellas Artes, Casa América..., para referir apenas as principais.

    Cada um faz a sua selecção e lá nos vamos encontrando num corte total entre a rua e o interior dos edifícios, cá fora está frio, as pessoas correm umas atrás das outras como carreiras de formigas esfomeadas, entra-se, largam-se os agasalhos e cada um isola-se, olha e volta a olhar para ver, de onde a onde um comentário, um velho amigo que se encontra; mas a tarefa continua, um e outro e outro, na ânsia de se ver tudo, de tudo compreender.

    Não consigo, não tenho capacidade para tanto olhar, porque eu quero ver, fico-me por alguns, não sei se são os melhores ou não! Foram os que eu consegui ver…

    E agora revejo as magníficas exposições do Museu do Prado 78: obras de Francis Bacon dispostas por ordem cronológica, com explicações muito didácticas que nos levam ao entendimento de toda aquela violência, «se não pintasse, teria sido um delinquente, dizia de si próprio».

    Entre Dioses y Hombres, outra magnifica exposição, uma das melhores colecções de escultura clássica da Europa.

    No Centro de Arte Reina Sofia uma retrospectiva mundial da obra da fotógrafa ZoeLeonard, uma centena de obras criteriosamente seleccionadas pela autora, onde o quotidiano e os seus contrastes são intencionalmente marcados, registados através de uma grande sensibilidade e consciência da chamada sociedade moderna.

    La Invención del século XX, Carl Einstein y las Vanguardias, exposição extremamente didáctica, clara, eficaz, qualquer visitante menos preparado conseguia fazer uma leitura muito lúcida das 120 obras escolhidas, sobre as quais o historiador e crítico Carl Einstein realizou os seus estudos e reflexões.

    A exposição La Sombra, distribuída por dois espaços, uma verdadeira lição de história da pintura. O primeiro contempla artistas e movimentos desde o Renascimento até ao fim do século XIX, onde se encontra o elemento sombra, quer nas composições, quer na utilização e criação de perspectivas, quer a nível simbólico. A segunda parte Sombras y Luces de la Modernidad e a sua representação ao longo do século XX.

    São realmente exposições de tal dimensão e tão variadas que tornam Madrid uma cidade com uma dimensão artística extraordinária.

    Por: Fernanda Lage

     

    Outras Notícias

     

    este espaço pode ser seu Este espaço pode ser seu Este espaço pode ser seu
    © 2005 A Voz de Ermesinde - Produzido por ardina.com, um produto da Dom Digital.
    Comentários sobre o site: webmaster@domdigital.pt.