Subscrever RSS Subscrever RSS
Edição de 30-11-2019
  • Edição Actual
  • Jornal Online

    Arquivo: Edição de 31-07-2008

    SECÇÃO: Desporto


    CICLISMO

    2º Troféu RTP Município de Valongo foi ganho por um corredor da equipa da casa

    Foto VAZ MENDES
    Foto VAZ MENDES
    Carlos Sabido, da equipa Casactiva/Quinta das Arcas/Aluvia/União Ciclista de Sobrado, foi o grande vencedor do II Troféu Município de Valongo, ocorido no passado dia 12 de Julho, na distância de 120 quilómetros, segunda prova do escalão Sub-23 a contar para o Toféu RTP época de 2008. O experiente corredor da formação sobradense foi mais forte do que Carlos Baltazar (Benfica) e do que o seu companheiro de equipa Marco Cunha, respectivamente segundo e terceiro classificados, revelando o seu enorme talento e raça na difícil subida para o Alto de Santa Justa, onde foi muito aplaudido pelas largas centenas de pessoas que se associaram ao evento organizado pela União Ciclista de Sobrado.

    Tal como aconteceu na primeira edição do troféu, que voltou a contar com o apoio da Câmara Municipal de Valongo, a adesão do público fez-se sentir de uma forma bem intensa. E no seu próprio terreno, como era previsível, a equipa orientada por José Barros fez tudo para vencer, controlando sempre muito bem a corrida e a responder energicamente aos ataques da concorrência. Ricardo Vilela (S.M. Feira/E.Leclerc//Moreira Congelados) voltou a evidenciar a sua classe – ainda recentemente sagrou--se campeão nacional de estrada na categoria Sub-23 – e, de resto, a sétima posição na etapa foi suficiente para continuar a garantir a liderança no Troféu RTP.

    Numa corrida em que o pelotão ficou bastante fraccionado, especialmente após a segunda passagem pelo Alto de Valongo (recorde-se que a prova percorreu as cinco freguesias do nosso concelho), as várias tentativas de fuga acabaram por não resultar. Por isso, tudo ficaria decidido na terrível subida ao alto de Santa Justa, onde mandou quem teve mais pernas. Ao colocar quatro corredores nos dez primeiros lugares, a Casactiva/Quinta das Arcas/Aluvia/União Ciclista de Sobrado venceu por equipas, enquanto que José Martins, também corredor do conjunto de Sobrado, foi o mais forte na montanha, para César Fonte triunfar no prémio das metas volantes.

    CARLOS SABIDO:

    “VITÓRIA É DE

    TODA A EQUIPA”

    Este foi um importante triunfo para Carlos Sabido, corredor que ainda recentemente esteve em evidência nos Campeonatos Nacionais, ao conseguir um excelente sétimo lugar, na categoria de Elites, deixando para trás alguns nomes bem mais sonantes do ciclismo luso. Na hora de subir ao pódio, o jovem corredor natural de Oeiras, primo do consagrado Hugo Sabido (Team Barloworld), repartiu os louros com o seus companheiros e deixou a indicação que este terá sido um êxito a repetir num futuro próximo. «A vitória é de toda a equipa, pois os meus colegas foram simplesmente magníficos. As pessoas que assistiram à corrida viram a forma como nos empenhamos para garantir supremacia sobre os nossos adversários, pelo que a estratégia resultou em pleno. Tenho de agradecer todo o apoio que recebi do nosso director desportivo José Barros, bem como do mecânico e do massagista. Eu fiz a minha parte, estou muito feliz por ter vencido, mas há que continuar a trabalhar para vencer mais vezes», referiu o grande herói da subida ao Alto de Santa Justa.

    Por: Vaz Mendes

     

     

    este espaço pode ser seu Este espaço pode ser seu Este espaço pode ser seu
    © 2005 A Voz de Ermesinde - Produzido por ardina.com, um produto da Dom Digital.
    Comentários sobre o site: webmaster@domdigital.pt.