Subscrever RSS Subscrever RSS
Edição de 31-10-2020
  • Edição Actual
  • Jornal Online

    Arquivo: Edição de 30-05-2008

    SECÇÃO: Local


    II Gala da Casa do Povo de Ermesinde foi belo e animado momento cultural

    Fotos MANUEL VALDREZ
    Fotos MANUEL VALDREZ
    A Casa do Povo de Ermesinde (CPE) promoveu na noite do passado dia 24 de Maio a sua segunda gala. O evento teve como cenário a casa de espectáculos do forum cultural da nossa cidade, o qual contou com a presença de um elevado número de público. E quem escolheu esta gala para passar o seu serão de sábado à noite não deu o seu tempo por mal entregue, muito longe disso, porque assistiu a um belo apontamento cultural protagonizado pelos utentes, técnicos e colaboradores desta ilustre instituição ermesindense fundada em 1941.

    foto
    Sob a condução da técnica do Centro de Dia da CPE, Isabel Sousa, esta gala teve início com a visualização de um vídeo/documentário (realiazado pelo utente Fernando Fernandes) onde foi apresentada toda a orgânica da instituição. Numa descrição minuciosa foram apresentadas todas as valências da CPE, quando foram criadas, o que fizeram ao longos dos anos, e o que vão fazendo no presente, os seus objectivos, aspectos que deixaram mais do que clara a importância desta instituição na promoção do bem estar e qualidade de vida dos cidadãos mais idosos.

    Seguidamente assistiu-se à actuação do Orfeão da CPE que sob a orientação de Fátima Branco brindou o público com cinco temas, nomeadamente "A Plaina", "San Macaio", "Eu ouvi um passarinho", "A Fonte das Sete Bicas", e "Barca à Vela".

    Posteriormente o público pôde divertir-se à grande com dois belos apontamentos comícos, o primeiro com a exibição da peça de teatro "Tias no Cabeleireiro", uma história desenrolada em volta dos comuns mexericos e críticas sobre a vida alheia relatados num comum salão de cabeleireiros, e com a exibição de um filme de apanhados a três simpáticas utentes da CPE.

    foto
    Depois deste momento veio a surpresa da noite, altura em que as técnicas e colaboradoras da CPE subiram ao palco para protagonizarem um interessante (principalmente a nível visual) momento musical.

    Após a popular dança russa "Kalinka" e a "Dança do Vampiro" (originária do Brasil) a gala terminou com todos os seus intervenientes (utentes, técnicas e colaboradoras) a cantarem uma música final. Isto já depois do presidente da Direcção da Casa do Povo, António Vasques, ter dado os parabéns a todos os que tornaram possível este espectáculo e agradecendo a presença de todo o público, onde entre outros se detacaram os representantes do Centro Social de Ermesinde (que aliás trouxe a esta festa alguns dos utentes do Lar de S. Lourenço), da Junta de Freguesia de Ermesinde, da Associação Académica e Cultural de Ermesinde, e do Rotary Club de Ermesinde.

    Por: Miguel Barros

     

     

    este espaço pode ser seu Este espaço pode ser seu Este espaço pode ser seu
    © 2005 A Voz de Ermesinde - Produzido por ardina.com, um produto da Dom Digital.
    Comentários sobre o site: webmaster@domdigital.pt.