Subscrever RSS Subscrever RSS
Edição de 31-10-2020
  • Edição Actual
  • Jornal Online

    Arquivo: Edição de 30-05-2008

    SECÇÃO: Local


    Escola das Saibreiras do concelho de Valongo vai representar Portugal no Encontro Mundial da Veolia Environnement

    Orquestra “ecológica” com 750 crianças celebra a importância do ambiente nas cidades

    Fotos PEDRO ROMÃO
    Fotos PEDRO ROMÃO
    O Parque dos Poetas, em Oeiras, foi palco de um Concerto Ecológico, no passado dia 27 de Maio, envolvendo mais de 750 alunos portugueses, dos 8 aos 11, anos que celebraram a importância do desenvolvimento sustentável das suas cidades. Esta iniciativa vem no seguimento da Campanha Mundial “Cidades à Volta do Mundo” e serviu igualmente para anunciar o vencedor português: a Escola das Saibreiras, que irá representar Portugal de 13 a 15 de Junho em Paris, no Encontro Mundial que juntará os vencedores dos 30 países participantes.

    As cerca de 750 crianças de todo o país que marcaram presença no evento juntaram-se numa enorme orquestra, sendo divididas em cinco grupos: a Água, a Natureza, o elemento Mineral, o Fogo e Terra – os elementos essenciais da vida. Utilizando instrumentos musicais reutilizados criados pelos próprios alunos e orquestrados por seis maestros que compuseram uma música de acordo com o elemento de cada grupo, foi construída, ao longo de cerca de uma hora, uma narrativa de sensibilização para problemas como a poluição, também ela uma das “personagens” do espectáculo.

    Para Clara Varandas, uma das responsáveis pelo projecto Portugal, «este concerto inovador conseguiu espelhar na perfeição os objectivos que tínhamos com a iniciativa “Cidades à Volta do Mundo”: colocar as crianças a reflectirem sobre a sua cidade e naquilo que podem fazer para preservar o ambiente. Ver aqui 750 crianças tão empenhadas nessa sensibilização, interagindo de forma criativa, é a prova que conseguimos atingir esse objectivo».

    ESCOLA

    DAS SAIBREIRAS

    VENCEU INICIATIVA

    E VAI A PARIS

    foto
    O evento foi palco também do anúncio do vencedor da iniciativa “Cidades à Volta do Mundo”, que colocou ao longo de três meses mais de 4 200 crianças portuguesas a reflectirem sobre as suas cidades através de dois desenhos e uma história que representasse a sua visão de cidade ideal.

    A Escola das Saibreiras, em Ermesinde, Valongo, foi a grande vencedora, tendo ainda sido atribuídas menções honrosas às Escolas EB1 da Bandeira, Vila Nova de Gaia, EB2 3 da Maia e COOTL em Oeiras. Os dois desenhos vencedores, um representando a sua cidade poluída e outro espelhando a sua visão de como deveria ser o futuro do local onde vivem, acabaram por conquistar o júri da iniciativa.

    Fátima Filipe, uma das responsáveis pelo projecto destaca «a enorme criatividade dos alunos portugueses, que nos espantaram com trabalhos realmente extraordinários. Foi uma tarefa árdua escolher o vencedor e resolvemos dar também três menções honrosas porque tinham uma qualidade acima da média. A Escola das Saibreiras apresentou um trabalho muito original, criativo e extremamente coerente e merece, sem dúvida, esta distinção».

    Como vencedores, a turma da Escola das Saibreiras irá eleger dois representantes que marcarão presença em Paris, no Encontro Mundial que será palco de debate e troca de ideias acerca da sustentabilidade das suas cidades dos 30 países participantes.

    PROJECTO MUNDIAL

    INOVADOR

    COM APOIO

    DA UNESCO

    foto
    Portugal juntou-se, desde Janeiro, aos cerca de 30 países de todo o Mundo na 5ª edição da campanha internacional para o desenvolvimento sustentável “Cidades à Volta do Mundo”, dirigida a crianças dos 8 aos 11 anos.

    Em Portugal participaram 4 200 alunos de Mafra, Ourém, Valongo, Paredes, Oeiras, Gaia, Maia e Castelo de Paiva, que partiram à descoberta do funcionamento das suas cidades, as suas necessidades e expectativas e ainda de poder exprimir o que homem pode desenvolver para que possa continuar a viver em harmonia com o planeta.

    O grande objectivo da campanha “Cidades à Volta do Mundo” foi sensibilizar a sociedade em geral para o problema do desenvolvimento sustentável, desafiando as crianças a reflectirem sobre as suas cidades, o desenvolvimento sustentado das mesmas e a sua visão do futuro, tendo em conta quatro dimensões essenciais: os resíduos, os transportes, a água e a energia.

    O Projecto “Cidades à Volta do Mundo” tem o alto patrocínio da UNESCO e é promovido e organizado internacionalmente pelo grupo Veolia Environnment, líder mundial de serviços na área ambiental e presente em Portugal através da Veolia Água e da Dalkia. Trata-se da quinta campanha de sensibilização desta empresa que actua na área ambiental, depois de no ano passado ter levado a cabo a iniciativa “Máscaras à Volta do Mundo: Histórias da Vida das Pessoas com a Natureza” e onde participaram mais de 64 000 alunos de 25 países.

    Por: Pedro Romão

     

     

    este espaço pode ser seu Este espaço pode ser seu Este espaço pode ser seu
    © 2005 A Voz de Ermesinde - Produzido por ardina.com, um produto da Dom Digital.
    Comentários sobre o site: webmaster@domdigital.pt.