Subscrever RSS Subscrever RSS
Edição de 30-09-2020
  • Edição Actual
  • Jornal Online

    Arquivo: Edição de 30-05-2008

    SECÇÃO: Desporto


    FUTEBOL - CAMPEONATO DISTRITAL DA DIVISÃO DE HONRA - 34ª JORNADA

    Bonita despedida!

    Pouca gente no Estádio dos Sonhos para assistir ao dérbi municipal, na derradeira jornada da Divisão de Honra da Associação de Futebol do Porto, realizado no passado dia 17 de Maio.

    Era também o jogo da despedida do Ermesinde deste escalão, devido ao último lugar já consumado há muitas jornadas atrás.

    Entrou com maior vontade de ganhar o Ermesinde que, desde o início da partida, tentou alvejar a baliza defendida por Leites. O guardião do Valonguense teve mesmo que se aplicar quando, logo ao minuto 5, Gabi disparou um forte remate. Pressionava mais a equipa da casa e acabaria mesmo por abrir o marcador por intermédio de Gabi, na sequência de um pontapé de canto muito bem executado por Marcos, com a bola a ir cair perto do 2.º poste, onde Gabi bem colocado não deu hipóteses a Leites.

    Não tardou a resposta do Valonguense por Hélio que, num exímio lance individual, fez passar a bola por dois adversários e endereçou um potente remate de fora da área, sem hipóteses para Joãofazendo a bola embater com estrondo na barra.

    O Valonguense continuou a procurar o empate mas sem ocasiões de real perigo para a baliza ermesindista. Estavam decorridos 26 minutos de jogo quando o Valonguense chegou mesmo ao empate, também através de um pontapé de canto, com H. Pinto a finalizar de cabeça, estava restabelecido o equilíbrio. Até ao intervalo, a equipa do Ermesinde continuou a desenvolver bons lances de futebol mas acabaria mesmo por ser a equipa de Valongo a marcar mais uma vez, desta feita, por Nuno, de cabeça, ao minuto 43.

    O treinador do Ermesinde, Nuno Melo, procurando alterar o rumo dos acontecimentos efectuou duas alterações na equipa ao intervalo e logo se notou a diferença no recomeço da etapa complementar, com os homens da casa a não darem o jogo por perdido e a criarem maior perigo junto da baliza de Leites. A equipa ermesindista tomava conta da posse de bola e podia ter empatado o jogo ao minuto 72, após um remate certeiro de Isaac, que foi apenas salvo por mais uma boa defesa de Leites. O Ermesinde prometia e acabaria mesmo por chegar ao empate num lance de grande qualidade protagonizado por Flávio que, através de um pontapé em habilidade, não deixou a bola tocar no chão e rematou para o fundo das redes do Valonguense. Estava feito o empate a 4 minutos do fim do encontro.

    O Ermesinde acreditou e nesses escassos minutos faria mesmo o terceiro e último golo do jogo, novamente por Gabi, num lance muito rápido, em que este conduziu o esférico até à área adversária e, cara a cara com Leites, colocou a bola fora do alcance do guardião visitante, virando o resultado a favor da equipa da casa.

    Despedida bonita da equipa do Ermesinde de uma época que acabou por não ser a desejada, mas a deixar a esperança para um futuro melhor. Os jogadores despediram-se dos adeptos com palmas e ofereceram mesmo os seus equipamentos à claque do Ermesinde.

    Apesar de ter sido uma época para esquecer, esta derradeira vitória animou as hostes locais e, no final do jogo, viveu-se um clima de festa no Estádio nos Sonhos, ambiente pouco visto ao longo da época que agora chegou ao final.

    Boa arbitragem.

    Por: Luís Dias

     

     

    este espaço pode ser seu Este espaço pode ser seu Este espaço pode ser seu
    © 2005 A Voz de Ermesinde - Produzido por ardina.com, um produto da Dom Digital.
    Comentários sobre o site: webmaster@domdigital.pt.