Subscrever RSS Subscrever RSS
Edição de 31-05-2024
  • Edição Actual
  • Jornal Online

    Arquivo: Edição de 15-05-2007

    SECÇÃO: Destaque


    XI Feira de Artes Populares do Concelho de Valongo

    O Apeadeiro do Susão acolheu, entre os dias 9 e 13 de Maio, a XI Feira de Artes Populares do Concelho de Valongo.

    Este certame foi dedicado ao artesanato de todo o País e à gastronomia regional, tendo estado nele representado artesanato de todo o País e, pela 8ª vez, uma Mostra de Gastronomia.

    Estiveram montados 86 stands, que contaram com a presença de seis Câmaras Municipais (Arganil, Aveiro, Espinho, Gondomar, Lousada, Trofa e Vila do Conde) e com a Junta de Freguesia de Rio Tinto.

    As localidades participantes (40) foram de diversos pontos do País: Alcobaça, Amarante, Arganil, Arouca, Aveiro, Barcelos, Braga, Castelo Branco, Coimbra, Espinho, Gondomar, Guimarães, Lamego, Lousada, Maia, Marco de Canaveses, Marinha Grande, Matosinhos, Montalegre, Odivelas, Oliveira do Hospital. Ovar, Paços de Ferreira, Paredes, Pombal, Portalegre, Porto de Mós, StªMª da Feira, S. João da Madeira, Santo Tirso, Seia, Sever do Vouga, Sintra, Torre de Moncorvo, Trofa, Valongo, Viana do Castelo, Vila do Conde, Vila Nova de Gaia e Viseu.

    O tipo de artesanato presente foram peças de ardósia, azulejaria, brinquedo, cerâmica, cestaria, cortiça, couro, ferro, filigrana, lã, madeira, olaria, pele, tanoaria, tapeçaria e vidro, entre outras.

    Os produtos de gastronomia representados foram: fogaças de S.ta Maria da Feira, pão-de-ló de Ovar, compotas, pão com chouriço, broa caseira, licores, doces e digestivos conventuais, ovos moles de Aveiro, queijos e presunto, entre outros.

    Estiveram presentes, com stands próprios, o Centro de Acolhimento de Crianças em Risco “Mãe d’Água” e o “Rotary Club de Valongo”, com o intuito de angariar fundos para as respectivas instituições.

    Pela primeira vez, o certame teve um dia dedicado à Terceira idade, cuja animação foi dinamizada pelos utentes da Associação de Promoção Social e Cultural de Ermesinde e da Casa do Povo de Ermesinde.

    Outro dos dias do certame foi dedicado às escolas, que contaram com uma animação especial para as crianças que visitaram o certame durante o dia.

    PRÉMIOS

    Foi atribuído o Prémio “Melhor Peça” no valor de 250 euros, pela sua criatividade, genuinidade, qualidade estética e perfeição de execução a Maria Alice Correia, de Vila do Conde, e o Prémio “Melhor Stand”, no valor de 200 euros ao stand de Laurinda Pias, Barcelos, «que mais se destacou sob o ponto de vista estético e pela genuinidade do artesanato apresentado». Foram também atribuídas três menções honrosas e diplomas de participação aos participantes.

     

     

    este espaço pode ser seu Este espaço pode ser seu Este espaço pode ser seu
    © 2005 A Voz de Ermesinde - Produzido por ardina.com, um produto da Dom Digital.
    Comentários sobre o site: [email protected].