Subscrever RSS Subscrever RSS
Edição de 31-07-2020
  • Edição Actual
  • Jornal Online

    Arquivo: Edição de 28-02-2007

    SECÇÃO: Desporto


    FUTEBOL – CAMPEONATO DISTRITAL DE JUVENIS DA 2ª DIVISÃO – SÉRIE 3 – 23ª JORNADA

    Juvenis ermesindistas empatam com o vizinho Valonguense no jogo da consagração

    Foto RUI LAIGINHA
    Foto RUI LAIGINHA
    “Campeões olé, campeões olé”, foi este o cântico que por diversas vezes se fez ouvir na manhã do passado dia 25 de Fevereiro no Complexo Desportivo dos Montes da Costa, dia da consagração da equipa de juvenis do Ermesinde (na imagem), que uma semana antes (no terreno do Inter de Milheirós) havia assegurado matematicamente o título da Série 3 da 2ª Divisão Distrital e consequente subida à 1ª Divisão.

    Este foi pois um dia de festa para os jovens jogadores verde-e-brancos, e para abrilhantar ainda mais a onda festiva nada melhor do que um derby à moda de Valongo, entre Ermesinde e Valonguense. As duas equipas mediram forças numa partida referente à 23ª jornada da prova, tendo-se o resultado cifrado num empate a uma bola. Um jogo disputado sob o signo do equilíbrio, onde se pode dizer que os ermesindistas não estiveram ao (bom) nível de outras exibições patenteadas neste campeonato. Performance esta que de certa maneira acaba por ser compreendida, pois este era um jogo especial, um jogo de festa onde os três pontos já não faziam assim tanta falta, pois o título já estava no bolso. Mesmo jogando a meio gás pertenceram à equipa da casa as melhores oportunidades de golo durante todo o encontro, sendo que apenas uma delas foi coroada de êxito, quando estavam decorridos 16 minutos da 1ª parte, altura em que na sequência de um pontapé de canto Pinto inaugurou o marcador.

    Como seria de esperar o Valonguense partiu para cima do adversário na tentativa de alcançar o tento do empate, o qual chegaria à passagem da meia hora através de um lance infeliz do ermesindista Martins, que introduziu a bola na sua própria baliza. Ao intervalo o marcador indicava então uma igualdade a uma bola.

    No reatamento os locais continuariam, por diversas ocasiões, a “tomar de assalto” a área dos visitantes, embora sem sucesso, tendo a igualdade mantido-se até ao apito final do árbitro.

    No jogo da consagração os ermesindistas alinhou com: Nuno Duarte, Dani, André, Loureiro, Samuel, Martins, Bruno, Pinto, Batista, Alves e Xavier. Jogaram ainda Diogo Loureiro, Flávio e Braga.

    A estes e aos restantes atletas que compõem o plantel de juvenis do Ermesinde, aos treinadores e dirigentes deste escalão “A Voz de Ermesinde” endereça os seus parabéns pelo feito alcançado.

    Por: Miguel Barros

     

     

    este espaço pode ser seu Este espaço pode ser seu Este espaço pode ser seu
    © 2005 A Voz de Ermesinde - Produzido por ardina.com, um produto da Dom Digital.
    Comentários sobre o site: webmaster@domdigital.pt.