Subscrever RSS Subscrever RSS
Edição de 28-02-2021
  • Edição Actual
  • Jornal Online

    Arquivo: Edição de 10-12-2006

    SECÇÃO: Destaque


    REUNIÃO DA CÂMARA MUNICIPAL DE VALONGO

    ... Outra vez o Sr. Amaral

    Foto MANUEL VALDREZ
    Foto MANUEL VALDREZ
    O período de Antes da Ordem do Dia foi pouco movimentado. A assinalar duas situações.

    Maria José Azevedo começou por estranhar a falta de informações e de proposta concreta sobre a Rede Local de Emprego, que nunca mais tinha vindo à reunião da Câmara depois de apresentada em projecto.

    Fernando Melo responderia que tinha sido pedido um parecer jurídico sobre aquela matéria e que, tendo a resposta sido positiva, a Rede Local de Emprego brevemente viria à discussão na reunião da Câmara.

    Acerca da situação de um processo de construção embargado, na Rua Outeiro do Linho, a vereadora pretendeu saber informações sobre a situação, pois só tinha conhecimento de um parecer proveniente de serviços da Câmara, mas que, não estando assinado por ninguém, não responsabilizava fosse quem fosse.

    Chamado à sessão o técnico responsável, este reafirmou a posição assumida pela Câmara, e afiançou ter assinado o respectivo despacho, ficando de ser entregue uma cópia deste à vereadora.

    No período destinado ao público, veio de novo à baila um caso antigo, que “A Voz de Ermesinde” já por duas vezes abordou, e que se refere à situação de uma empresa de reboques que – segundo o munícipe queixoso, o senhor Amaral – lhe tem vindo a infernizar a vida. Ultimamente, queixa-se o munícipe, bloqueando-lhe propositadamente a saída da garagem com veículos pesados que, oportunamente saem antes que chegue a polícia.

    Trata-se de um caso que mostra bem a ineficácia do Poder Local (ou pelo menos de algum Poder Local), já que a Câmara, embora dando razão ao munícipe se tem revelado incapaz de a resolver. Esta propõe que se continue a insistir com a polícia e junto da empresa prevaricadora. Pelos vistos, esteve já para haver a posse administrativa de um logradouro que pertencerá à tal empresa, mas à falta de flagrante delito, a situação ficou na mesma. E continuará...

    Por: LC

     

     

    este espaço pode ser seu Este espaço pode ser seu Este espaço pode ser seu
    © 2005 A Voz de Ermesinde - Produzido por ardina.com, um produto da Dom Digital.
    Comentários sobre o site: webmaster@domdigital.pt.