Subscrever RSS Subscrever RSS
Edição de 31-12-2020
  • Edição Actual
  • Jornal Online

    Arquivo: Edição de 30-06-2006

    SECÇÃO: Desporto


    Futebol – Campeonato Distrital de Escolas – Fase final – 6ª Jornada

    Ermesinde conclui fase final do Distrital de Escolas com derrota ante o Boavista

    Foto MIGUEL BARROS
    Foto MIGUEL BARROS
    Em seis jogos outras tantas derrotas, é este o balanço da presença do Ermesinde na fase final do Campeonato Distrital de Escolas, que no passado dia 24 de Junho conheceu a sua derradeira jornada. Último jogo em que os verde-e-brancos receberam, no Complexo Desportivo dos Montes da Costa, o Boavista, tendo-se o resultado final saldado numa vitória de 3-0 para a equipa axadrezada.

    Um resultado que demonstra a superioridade boavisteira durante a maior parte de um encontro, que não teve grandes motivos de interesse. Um aspecto que talvez encontre explicação no facto de que, quer o Ermesinde quer o Boavista, terem já o seu destino traçado na prova, ou seja, os ermesindistas como detentores do último lugar da classificação, enquanto que os rapazes do Bessa como vice--campeões distritais, já que o título havia sido assegurado na ronda anterior pelo FC Porto. Como se diz na gíria este foi um encontro para cumprir calendário.

    Ainda assim é de ressalvar a grande entrega ao jogo dos jovens atletas do Ermesinde, que mesmo cientes do poderio do adversário, “remaram sempre contra a maré” na tentativa de, quem sabe, acabar esta competição com uma vitória sobre uma das equipas mais fortes do futebol português neste escalão. Acabou por não o conseguir, esbarrando num Boavista que apesar de não se encontrar nos seus melhores dias, foi sempre a equipa mais dominadora e determinada em chegar ao golo. A resistência ermesindista em evitar o tento axadrezado durou então 19 minutos, altura em que os “panterinhas” inauguraram o marcador no campo dos Montes da Costa. Um golo que, aparentemente, não parece ter afectado a equipa dos Sonhos, já que até ao intervalo encostou em algumas ocasiões o Boavista à sua retaguarda, sem que no entanto conseguisse criar situações de perigo ao guardião forasteiro. Contudo, ficava o aviso de que o Ermesinde ainda estava “vivo” e disposto a criar dificuldades à equipa do Bessa.

    Apercebendo-se desta “ameaça”, os boavisteiros entraram na 2ª parte com a intenção de acabar com a esperança do Ermesinde em chegar ao golo, imprimindo uma maior velocidade na partida, algo que viria a dar frutos à passagem do minuto 7 desta etapa com a obtenção do 2-0. Um golo que “matou” por completo o jogo, visto que o Ermesinde baixou os braços, mostrando-se conformando em absoluto com o resultado. Até final há apenas a registar um novo golo do Boavista, conseguido a dois minutos do árbitro dar por terminado o encontro.

    Na outra partida desta 6ª e última jornada, o campeão FC Porto recebeu e goleou o Gondomar por 7-0, terminando o campeonato no 1º posto com 18 pontos. Na posição seguinte aparece o Boavista, com 12 pontos, enquanto que o 3º lugar foi entregue ao Gondomar, com 6 pontos, ao passo que a “lanterna vermelha” ficou em poder do Ermesinde, que concluiu esta fase final sem qualquer ponto obtido.

    Uma prestação que no entanto não apaga, muito pelo contrário, a grande época que os jovens ermesindistas realizaram, com realce para a conquista do título de campeão distrital da Série 3, o que lhes permitiu disputar a fase final da competição com equipas de outro “planeta” como o FC Porto e o Boavista. Um prémio mais do que justo para um clube que está a realizar um trabalho de grande qualidade ao nível do sector da formação.

    Por: Miguel Barros

     

     

    este espaço pode ser seu Este espaço pode ser seu Este espaço pode ser seu
    © 2005 A Voz de Ermesinde - Produzido por ardina.com, um produto da Dom Digital.
    Comentários sobre o site: webmaster@domdigital.pt.