Subscrever RSS Subscrever RSS
Edição de 31-12-2020
  • Edição Actual
  • Jornal Online

    Arquivo: Edição de 30-06-2006

    SECÇÃO: Desporto


    Futebol – Fase Final do Campeonato Distrital da 1ª Divisão de Iniciados – 5ª Jornada

    Fantasma da goleada voltou a pairar sobre os Sonhos

    Depois dos 6-1 impostos pelo FC Porto na 3ª jornada, o Ermesinde voltou a sofrer uma goleada no seu reduto. Desta feita o “carrasco” foi o Trofense, que saiu dos Sonhos com uma mão cheia de golos, fruto dos 5-0 que aplicou aos ermesindistas. O outro encontro desta 5ª jornada saldou-se igualmente por uma goleada, com o FC Porto a receber e a vencer o Rio Ave por 6-1. Um resultado que consagrou – matematicamente – os portistas como campeões distritais de iniciados época 2005/06.

    Fotos MANUEL VALDREZ
    Fotos MANUEL VALDREZ
    A precisar urgentemente de uma vitória para ainda poder sonhar com a promoção ao Campeonato Nacional de Iniciados da próxima temporada, foi com alguma expectativa que o Ermesinde recebeu no seu reduto, no passado dia 15 de Junho o Trofense, em partida a contar para a 5ª jornada da fase final do Distrital da 1ª Divisão da categoria. Aliás, este era um jogo crucial não só para ermesindistas como também para os jogadores da Trofa, que procuravam nos Sonhos um triunfo que os colocasse mais próximo do lugar da subida de divisão. Relembre-se que à entrada para esta penúltima jornada as duas equipas estavam separadas na classificação por um ponto, sendo que os verde-e--brancos encontravam-se no último lugar com três pontos, ao passo que o Trofense ocupava o 3º posto com quatro pontos somados.

    Em relação ao filme da partida, começamos por dizer que os primeiros 15 minutos foram jogados sob o signo do equilíbrio, sem que as duas equipas criassem nesse período grandes situações de golo junto das balizas.

    Após este período em que ermesindistas e trofenses repartiram o controlo dos acontecimentos, a equipa visitante assumiu as despesas do encontro, criando a partir de então algumas situações de alarme junto do último reduto do Ermesinde. Trofense que, aos 22 minutos sofreu uma contrariedade, altura em que o guarda-redes Luís se ressentiu de uma lesão (costela fracturada) e teve de ser substituído por Ricardo. Luís que, mais tarde, seria transportado para o hospital mais próximo a fim de receber tratamento médico.

    Enquanto isso, os seus colegas que se encontravam em campo continuavam a “assaltar” com regularidade a área dos locais, e como diz o velho ditado “água mole em pedra dura tanto bate até que fura”, o Trofense acabaria por chegar ao golo à passagem do minuto 34. Um golo apontado por Tiago, e que em abono da verdade, diga-se, inteiramente merecido, já que os visitantes eram o conjunto que mais trabalhava em campo.

    REACÇÃO TÉNUE

    DO ERMESINDE

    foto
    Após o intervalo, o Ermesinde parecia disposto a mudar o rumo dos acontecimentos, e logo no primeiro minuto da etapa complementar, Dias desperdiçou uma soberana oportunidade para igualar a partida, quando sem oposição dentro da área disparou – incrivelmente – por cima da baliza.

    E como quem não marca acaba quase sempre por sofrer, aos 5 minutos deste período o Trofense voltou a facturar, desta feita por intermédio de Ricardinho, na sequência da conversão de um livre directo à entrada da área.

    Quatro minutos volvidos e o Ermesinde dava um ar da sua graça, com Gustavo Costa a proporcionar uma grande defesa ao guardião Ricardo no seguimento de um livre frontal à baliza trofense. Um lance que animou por instantes a equipa da casa, que nos minutos seguintes se acercou com maior frequência da baliza contrária, sem no entanto criar grande perigo, já que o sector defensivo do Trofense, e em especial o seu guarda--redes, estavam em dia inspirado.

    À passagem do primeiro quarto de hora desta 2ª parte o jogo ficou resolvido, por assim dizer, a favor dos jogadores da Trofa, com obtenção do terceiro golo, apontado novamente por Ricardinho, que aproveitou da melhor forma um erro clamoroso da defensiva local. Com este resultado a equipa do Ermesinde baixou definitivamente os braços e permitiu que o Trofense chegasse à goleada, depois de Miguel ter apontado dois golos nos dois minutos finais da partida.

    Por: Miguel Barros

     

     

    este espaço pode ser seu Este espaço pode ser seu Este espaço pode ser seu
    © 2005 A Voz de Ermesinde - Produzido por ardina.com, um produto da Dom Digital.
    Comentários sobre o site: webmaster@domdigital.pt.