Subscrever RSS Subscrever RSS
Edição de 31-12-2021
  • Edição Actual
  • Jornal Online

    Arquivo: Edição de 28-02-2005

    SECÇÃO: Local


    Um sonho tornado realidade

    Com a pretensão de angariar fundos para uma viagem a Itália, uma turma do 11º Ano da Escola Secundária de Ermesinde promoveu um agradável sarau cultural recheado de muita música, dança, e teatro que, durante três horas, divertiu o público que se deslocou ao Fórum Cultural ermesindense. No fim, e apesar do cansaço visível no rosto destes jovens, em virtude do imenso trabalho que tiveram em levar avante este evento, o ar de satisfação era evidente, pois o sonho de ir a Itália já era uma realidade.

    Foto Manuel Valdrez
    Foto Manuel Valdrez
    «Sem luta não existe sabor». Este poderia ser muito bem o lema da turma 11º M da Escola Secundária de Ermesinde (ESE), cujo sonho de viajar até Itália fez com que lutassem com todos os seus argumentos de modo a levar a comunidade ermesindense a participar num agradável espectáculo cultural cuja receita serviria para suportar, em parte, os custos dessa mesma viagem.

    De facto, foram precisas algumas semanas de muita dedicação e trabalho para levar a cabo este projecto. Para a vice-presidente do Conselho Executivo da ESE, Ana Paula, este foi um exemplo daquilo que todos os jovens desta idade deveriam fazer para tornar realidade todos os seus sonhos, pois «há que lutar para se atingir os objectivos a que nos propomos inicialmente, sem trabalho nada se consegue. Por isso, hoje, sinto-me honrada por ver que esta turma alcançou o seu objectivo e, ao mesmo tempo, por ter conseguido reunir um grande número de pessoas da comunidade de Ermesinde em torno deste projecto».

    Já para o delegado de turma, André Costa, este sonho tornou-se realidade graças ao empenho que todos demonstraram ter desde o primeiro minuto em que se adoptou como projecto de trabalho para o presente ano lectivo esta viagem a Itália. «Foi cansativo e trabalhoso, mas agora que chegámos ao fim, podemos dizer que tem um sabor muito especial», frisou.

    Em relação ao espectáculo há a dizer que contou com a presença de alguns grupos convidados que graciosamente se disponibilizaram a actuar. No campo musical marcou presença o Grupo de Fados da Faculdade de Direito da Universidade do Porto, ao passo que as vertentes de teatro e dança foram preenchidas com as actuações do Grupo de Teatro da ESE e do Núcleo Cultural e Recreativo de Valongo, respectivamente. O final deste sarau ficou marcado pela leitura de um poema de Ary dos Santos, curiosiamente apropriado para esta ocasião, intitulado “A Viagem”. Da nossa parte só podemos desejar a estes jovens uma boa viagem e uma excelente estadia em terras transalpinas.

    Por: Miguel Barros

     

     

    este espaço pode ser seu Este espaço pode ser seu Este espaço pode ser seu
    © 2005 A Voz de Ermesinde - Produzido por ardina.com, um produto da Dom Digital.
    Comentários sobre o site: webmaster@domdigital.pt.