Subscrever RSS Subscrever RSS
Edição de 25-06-2024
Jornal Online

SECÇÃO: Local


NOTÍCIAS DO CENTRO SOCIAL DE ERMESINDE

VI Encontro Nacional de Iniciativas e Escolas de Segunda Oportunidade: “Construindo Futuros” na Educação e Participação

 A COMITIVA DA E2OV QUE ESTEVE PRESENTE NESTE ENCONTRO NACIONAL
A COMITIVA DA E2OV QUE ESTEVE PRESENTE NESTE ENCONTRO NACIONAL
Lisboa acolheu a 7 de junho passado o VI Encontro Nacional de Iniciativas e Escolas de Segunda Oportunidade, sob o lema “Construindo Futuros: Educação, Participação e Liberdade nos 50 anos de Abril”. O evento, coorganizado pela Câmara Municipal de Lisboa, o Instituto de Apoio à Criança e a Rede Nacional de Escolas de Segunda Oportunidade, teve como objetivo promover a reflexão sobre o desenvolvimento das políticas públicas que enquadram a Educação de Segunda Oportunidade, bem como sobre as práticas das Escolas de Segunda Oportunidade e os desafios que enfrentam, proporcionando voz tanto aos jovens como aos profissionais envolvidos.

O encontro contou com a participação do Secretário de Estado Alexandre Homem Cristo, do presidente da Câmara Municipal de Lisboa, bem como dos presidentes das instituições organizadoras, Dulce Rocha, do Instituto de Apoio à Criança, e Luís Mesquita, da Rede Nacional de Iniciativas e Escolas de Segunda Oportunidade. A ocasião foi marcada por debates e apresentações que envolveram decisores políticos, investigadores, dirigentes e profissionais dedicados à promoção da formação nas escolas de segunda oportunidade.

Durante o evento, a Escola de Segunda Oportunidade de Valongo (E2OV), representada por Florentino Silva, apresentou uma comunicação que sublinhou a importância da reflexão contínua e da adaptação das estratégias educativas para promover a inclusão e a formação integral dos jovens. A apresentação evidenciou o potencial das Escolas de Segunda Oportunidade no contexto educativo português para combater o abandono escolar precoce e promover o aumento da escolaridade dos jovens, através de uma abordagem transdisciplinar e integradora.

As atividades propostas pelas escolas de segunda oportunidade destacam-se pela valorização do trabalho colaborativo e pela exploração das potencialidades individuais de cada jovem. Este encontro nacional enfatizou a relevância da adaptação de novas estratégias formativas na prossecução de uma educação que visa não só manter, mas também melhorar os resultados de Portugal no combate ao abandono escolar e na promoção do êxito educativo dos jovens.

O evento consolidou a importância das Escolas de Segunda Oportunidade como essenciais na construção de futuros mais inclusivos e participativos, em linha com a celebração dos 50 anos da Revolução de Abril, um marco que continua a inspirar políticas educativas centradas na liberdade e na igualdade de oportunidades.

 

 

este espaço pode ser seu Este espaço pode ser seu Este espaço pode ser seu
© 2005 A Voz de Ermesinde - Produzido por ardina.com, um produto da Dom Digital.
Comentários sobre o site: [email protected].