Subscrever RSS Subscrever RSS
Edição de 31-12-2020
Jornal Online

SECÇÃO: Educação


Método Inovador de Aprendizagem – no CENFIM de Ermesinde

foto
O CENFIM (Centro de Formação Profissional da Indústria Metalúrgica e Metalomecânica), núcleo de Ermesinde, integrou o programa educativo EduTransfer, inserido na Transferibilidade de práticas promissoras no quadro do Horizonte 2020, promovido pela Faculdade de Psicologia e Ciências da Educação, da Universidade do Porto, em cooperação com o Centro de Investigação e Intervenção Educativas e a Fundação para a Ciência e a Tecnologia.

A Edutransfer implementa um projeto intitulado “Aprendizagem Baseada na Resolução de Problemas (ABRP): implicação das pessoas jovens na educação”, também designado de Problem Based Learning (PBL), com o objetivo de agir no contexto formativo e tornar a aprendizagem mais significativa. Consiste, assim, na formação dos formadores e formandos pela coordenação científica da Faculdade, de forma a aplicarmos na nossa instituição esta metodologia inovadora enquadrada pelas políticas educativas recentes. Esta oficina realça o potencial da aprendizagem baseada na resolução de problemas, como estratégia pedagógica mobilizadora de estudantes no desenvolvimento de competências essenciais para o séc. XXI e no perfil do aluno à saída da escolaridade obrigatória.

foto
Este projeto teve início em 28 de outubro de 2020 e comporta várias fases: formação de formadores; formação dos jovens; identificação de um problema no Centro de Formação, comunidade ou no mundo; definição de estratégias para definir a solução; implementação; apresentação à comunidade escolar e avaliação crítica e reflexiva. A inovação desta metodologia insere-se, essencialmente, na alteração da dinâmica dos agentes educativos. Posto isto, os formandos assumem um papel mais ativo e central e os formadores apresentam-se como orientadores, mediadores e facilitadores das aprendizagens.

A implementação da ABRP pretende, portanto, colocar em destaque o debate de estratégias de motivação de jovens; explorar problemas que afetam a educação escolar como o desinteresse, o absentismo, a ausência de participação de jovens; aprofundar competências de escuta das e dos jovens no processo de ensino-aprendizagem, reconhecendo a sua cidadania, bem como de colaboração entre os diversos profissionais e, ainda, trabalhar a transferibilidade de práticas no ensino profissional e a sua aplicabilidade no mercado de trabalho.

 

 

este espaço pode ser seu Este espaço pode ser seu Este espaço pode ser seu
© 2005 A Voz de Ermesinde - Produzido por ardina.com, um produto da Dom Digital.
Comentários sobre o site: webmaster@domdigital.pt.