Subscrever RSS Subscrever RSS
Edição de 31-12-2020
Jornal Online

SECÇÃO: Destaque


Um 2020 marcado quase em exclusivo pela Covid-19

foto
JANEIRO

6 de janeiro: Os órgãos sociais do Centro Social de Ermesinde (CSE) para o quadriénio 2020-2023 tomaram posse na noite de 6 de janeiro passado, numa cerimónia que decorreu nas instalações da instituição. A Direção continuava a ser liderada por Henrique Rodrigues, ao passo que Artur Carneiro continuava a desempenhar funções de presidente do Conselho Fiscal. Uma das poucas alterações verificou-se na Assembleia Geral, cuja mesa era agora presidida por Abílio Vilas Boas.

13 de janeiro: Catarina Martins, coordenadora e líder parlamentar do Bloco de Esquerda, esteve na Escola Secundária de Valongo (ESV) no âmbito de mais uma sessão do Parlamento dos Jovens, uma iniciativa conjunta da Assembleia da República, do I.P.D.J., do Ministério da Educação, da Direção Geral dos Assuntos Consulares e das Comunidades Portuguesas e das Assembleias Legislativas das Regiões Autónomas dos Açores e da Madeira, e que é destinado a jovens do ensino básico (2.º e 3.º ciclos) e secundário.

17 de janeiro: A Ministra da Saúde, Marta Temido, esteve neste dia no concelho de Valongo, onde não só presidiu à apresentação pública do “Plano Municipal de Saúde 2019/2025 - Valongo: Mais e Melhor Saúde”, como também inaugurou os consultórios de saúde oral nos centros de saúde de Ermesinde/Bela e de Valongo, bem como o novo Centro de Saúde de Campo.

19 de janeiro: Falecia neste dia José Ferreira dos Santos, aos 92 anos, antigo dirigente do Centro Social de Ermesinde.

19 de janeiro: No desporto local o ambiente era de festa, depois de o CPN ter revalidado o título de campeão distrital de basquetebol no escalão de sub-19.

31 de janeiro: Emanuel Santos tomava posse como comandante dos Bombeiros Voluntários de Ermesinde (BVE), numa cerimónia realizada no salão nobre da associação humanitária.

foto
FEVEREIRO

1 de fevereiro: Ivo Vale Neves vencia as eleições para a concelhia do PS Valongo. No que concerne às secções, e no que a Ermesinde diz respeito, André Teixeira foi reeleito como secretário coordenador do PS Ermesinde. Neste mesmo mês, José Manuel Ribeiro apresentou aos militantes e simpatizantes do PS a sua candidatura à presidência da Federação Distrital do PS Porto. O presidente da Câmara de Valongo viria a perder este ato eleitoral para Manuel Pizarro.

14 de fevereiro: Beatriz Mendonça, atleta do Ermesinde Clube de Karaté, era oficialmente campeã nacional da Liga Olímpica de Karate 2019/2020, na categoria de Kumite Cadetes Feminino +54kg, uma prova de “todos contra todos” organizada em três jornadas pela Federação Nacional de Karate - Portugal.

21 de fevereiro: Abria neste dia em Ermesinde mais um Espaço do Cidadão. Localizado na Galeria Comercial da Passagem Inferior do Edifício de Passageiros da Estação de Ermesinde, na entrada pela Rua Eng.º Armando Magalhães, na Gandra, este novo espaço veio reforçar a rede de proximidade administrativa existente no concelho, rede essa constituída por sete pontos de atendimento estratégicos onde os cidadãos podem aceder a mais de 170 serviços públicos centrais e locais.

23, 24 e 25 de fevereiro: Cor, alegria e folia deram vida a mais uma Queima do João, ou Enterro do João, como também é conhecida esta velha e popular tradição carnavalesca da nossa Cidade. E como manda precisamente essa tradição o enredo desenvolveu-se ao longo de três dias, chamando a si largas centenas de participantes e populares que não quiseram ficar alheadas desta que é uma das mais importantes e participativas festas populares “cá do burgo” e que de há uns anos a esta parte vem sendo organizada pela Junta de Freguesia de Ermesinde.

24 de fevereiro: A nova Unidade de Saúde Familiar de Alfena entrou em funcionamento neste dia. A obra teve um investimento de cerca de 1,4 milhões de euros, sendo que 85 por cento desse financiamento é proveniente de fundos comunitários e o restante valor comparticipado pelo Estado.

29 de fevereiro: O Clube Desportivo da Palmilheira sagrou-se vencedor da Taça da Amizade da Liga de Futebol Popular de Valongo.

foto
MARÇO

8 de março: Três equipas da formação do Ermesinde 1936 asseguram presença nas fases finais dos campeonatos distritais e a consequente subida à 1.ª divisão distrital. Foram eles os sub-19, sub-17 e os sub-15.

12 de março: 2020 fica marcado, desde inícios do mês de março, no que diz respeito a Portugal, pelo surgimento do novo coronavírus, que recebeu o nome técnico de Covid-19. A partir daqui tudo girou à volta deste verdadeiro tormento para o ser humano. A Covid-19 passou a condicionar, e continua a fazê-lo, a vida de todas nós. Um pouco por todo o país e por todo o Mundo, milhares de eventos foram cancelados e passamos todos a viver uma nova e atribulada vida. No concelho de Valongo e face à confirmação de um primeiro caso de Covid-19 com ligações a uma escola, o presidente da Câmara Municipal de Valongo, José Manuel Ribeiro, solicitava neste dia às Autoridades de Saúde Pública que decretem o encerramento imediato de todos os estabelecimentos de ensino do concelho, algo que viria a acontecer a nível nacional um dia depois. A Câmara, a Junta de Ermesinde, ou a Paróquia, só para citar estas entidades, anunciavam por estes dias a suspensão de dezenas de atividades como medidas de prevenção para evitar a propagação de Covid-19. O coronavírus paralizava a cidade, o concelho, o país e o Mundo.

14 de março: Os casos de Covid-19 no concelho começavam a surgir a grande velocidade. O Agrupamento de Escolas de Campo anunciava em comunicado que havia uma família daquela freguesia infetada com o novo coronavírus. No dia seguinte o autarca de Valongo confirmava a existência de 12 casos de Covid-19 no concelho, com o principal foco na freguesia de Campo/Sobrado que registava 10 casos... mas muitas centenas mais haveriam de surgir nos meses seguintes.

19 de março: A Unidade de Saúde Familiar de Ermesinde encerrava por tempo indeterminado, depois da sinalização de “alguns casos suspeitos” pela Covid-19.

21 de março: Neste dia foi a enterrar no Cemitério Central de Ermesinde a primeira vítima mortal da pandemia Covid-19, na cidade e no município. Tratou-se de um homem na casa dos 70 anos.

24 de março: Subia para três o número de mortos no nosso concelho por Covid-19. Depois do falecimento de um cidadão de Ermesinde registavam-se mais duas mortes, uma em Sobrado e outra em Valongo.

29 de março: A Diocese do Porto disponibilizava às câmaras de Valongo e de Ovar instalações que detém nestes dois concelhos, com um total de 128 camas, para eventual acolhimento de pessoas infetadas pelo Covid-19. Em Ermesinde a Igreja Católica disponibilizou à autarquia o pavilhão n.º 4 do Seminário do Bom Pastor (Casa da Juventude). Neste seminário seria mais tarde instalado um Centro de Retaguarda para doentes com Covid-19 com 50 camas numa primeira fase com a possibilidade de vir a aumentar para 80 camas.

30 de março: Abriu neste dia o Centro de Rastreios à Covid-19 em Valongo, na Escola EB23 Vallis Longus. A autarquia referia que «esta estrutura vai evitar deslocações dos utentes do concelho ao Hospital de São João, no Porto, e dar resposta à fase de mitigação da pandemia, que exige a realização do maior número de testes possível». Neste dia falecia vítima da Covid-19 o antigo pugilista ermesindense Mário Lino, um dos maiores vultos do boxe português. Tinha 71 anos.

foto
ABRIL

10 de abril: A Câmara Municipal de Valongo entregava aos comandantes dos Bombeiros de Valongo e de Ermesinde centenas de equipamentos de proteção individual (máscaras, luvas e fatos de proteção), «que são fundamentais para que os soldados da paz continuem a socorrer a população em segurança», frisava a autarquia. Três dias mais tarde foi a vez do Rotary Club de Ermesinde proceder à entrega de material de proteção (luvas e viseiras) a duas instituições da nossa Cidade, mais concretamente aos Bombeiros Voluntários de Ermesinde e ao Lar de S. Lourenço (do Centro Social de Ermesinde).

16 de abril: A Câmara Municipal de Valongo anunciava a criação de um Banco Municipal de Combate à Desigualdade Digital constituído por 1140 equipamentos (portáteis e tablets) e cerca de 500 hotspots (Banda Larga Móvel) para emprestar, temporariamente, a alunos carenciados da rede pública de ensino do concelho. De acordo com a autarquia, «o objetivo desta medida é garantir que todos os alunos da rede pública do concelho participem no processo de aprendizagens em regime não presencial, até ao final do ano letivo 2019/2020».

17 de abril: A Comissão Municipal de Proteção Civil de Valongo emitiu um comunicado onde dava conta da decisão de adiar/cancelar todas as atividades/festividades previstas para o nosso concelho (religiosas ou não) em todas as freguesias, até final do ano, para se evitar ao máximo a possibilidade de continuidade da proliferação da Covid-19.

19 de abril: Em entrevista ao nosso jornal, o presidente da Junta de Ermesinde, João Morgado, dava conta que a esta data (19 de abril) a nossa Cidade tinha 219 casos confirmados de Covid-19, cerca de 0,4% da população residente. Relativamente a óbitos dava conta da ocorrência de seis mortes pelo novo coronavírus.

25 de abril: A Junta de Freguesia de Ermesinde assinalou o 25 de Abril de uma forma diferente da habitual por força da pandemia. A Junta suspendeu os concursos de cartazes e poesias alusivos ao 25 de Abril, que tinham nas escolas os seus principais concorrentes. Da mesma forma foi suspensa a cerimónia pública comemorativa do 25 de Abril, solenidade que costuma ser levada a efeito no Auditório e Salão Nobre da Junta. No entanto, a autarquia colocou, no exterior das suas instalações, uma tela alusiva ao 25 de Abril, pedindo aos ermesindenses que colocassem nas janelas de suas casas um cravo em flor, pintado, recortado, retirado da internet e que no dia 25 de Abril, da mesma janela, cantassem a “Grândola Vila Morena”.

26 de abril: Falecia neste dia o prestigiado pintor ermesindense Manuel Carneiro.

foto
MAIO

12 de maio: A procissão das velas (noite de 12 de maio) foi celebrada na nossa Cidade de um modo diferente do habitual, devido à pandemia da Covid-19. A imagem de Nossa Senhora de Fátima percorreu as ruas ermesindenses transportada por um carro dos Bombeiros Voluntários de Ermesinde, viatura essa onde seguia o pároco da freguesia, o Cónego João Peixoto. Os fiéis puderam acompanhar a partir das suas casas o cortejo com o andor de Nossa Senhora de Fátima não só através da internet (foi transmitido em direto no facebook e no canal youtube da paróquia), mas também a partir das janelas e varandas dos seus lares. Varandas e janelas essas onde os paroquianos colocaram velas, respondendo assim ao apelo da paróquia, precisamente para que fosse colocada uma vela à janela.

21 de maio: A Câmara Municipal de Valongo (CMV) aprovou em reunião de executivo o relatório de gestão e contas de 2019, de acordo com nota de imprensa emitida pela autarquia. «Em apenas seis anos, transformamos Valongo num município de boas contas e de boa gestão autárquica. Reduzimos mais de 50% na dívida, aumentamos mais de 50% o investimento e em 2019 conseguimos reduzir o prazo médio dos nossos pagamentos para apenas um dia!», destacava o presidente da Câmara Municipal de Valongo, José Manuel Ribeiro.

27 de maio: A Câmara Municipal de Valongo anunciava o início da distribuição de máscaras comunitárias e reutilizáveis pela população do concelho. A Proteção Civil Municipal começou a distribuição de máscaras comunitárias, certificadas e reutilizáveis, em simultâneo em todas as freguesias do concelho. Neste e nos dias seguintes foram entregues mais de 100.000 máscaras nas cidades de Alfena, Ermesinde e Valongo e nas vilas de Campo e Sobrado.

foto
JUNHO

2 de junho: Decorreu nesta dia a cerimónia da assinatura do ato de consignação da empreitada para a instalação da Esquadra da PSP de Valongo no edifício do antigo Mercado Municipal da sede do concelho, cerimónia essa que contou com a presença do Ministro da Administração Interna, Eduardo Cabrita.

4 de junho: Na primeira reunião pública presencial do Executivo da Câmara Municipal de Valongo dos últimos cerca de três meses, após o Estado de Emergência “imposto” pela pandemia, Ermesinde foi brindada com uma boa notícia. E uma boa nova que foi dada precisamente na nossa Cidade, já que esta reunião teve lugar no Fórum Cultural de Ermesinde, e que se prende com a reabilitação/requalificação do Pavilhão da Bela. A adjudicação da obra foi aprovada por unanimidade na sessão camarária, obra que implica um investimento municipal de aproximadamente 1 milhão de euros. O prazo de execução da obra é de 270 dias.

21 de junho: A Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários de Ermesinde celebrou neste dia o seu 99.º aniversário. As cerimónias, cumpriram todas as regras de saúde pública e sanitárias decretadas pela Direção-Geral da Saúde (DGS) devido à Covid-19.

foto
JULHO

2 de julho: A Câmara Municipal de Valongo aprovou por unanimidade - na reunião pública do Executivo, realizada no Auditório António Macedo, na sede do concelho - a abertura do concurso público para a construção da Oficina de Promoção do Brinquedo Tradicional Português, que vai nascer na antiga escola de Cabeda, em Alfena. A empreitada tem o valor base de 2.860.000 euros, sendo que o investimento é financiado a 85 por cento por fundos comunitários.

13 de julho: Ermesinde assinalava neste dia o 30.º aniversário da elevação a Cidade.

foto
AGOSTO

9 de agosto: Por causa do tempo de pandemia que se vive desde março último a tradicional romaria de S. Lourenço, Padroeiro de Ermesinde, foi limitada à decoração, com flores, dos andores e das imagens da Igreja Matriz, como é habitual em dias de festa e com a celebração do culto a S. Lourenço de Huesca. Tal como havia acontecido com a Procissão das Velas, na noite de 12 de maio, também a procissão conheceu uma grande alteração: o andor de São Lourenço percorreu as ruas do centro de Ermesinde em viatura dos Bombeiros Voluntários de Ermesinde, havendo aqui e ali algumas pessoas a assistir e outras assinalaram o momento de festa com a colocação de bonitas colchas às janelas e às varandas das suas casas.

18 de agosto: A cadeia espanhola de supermercados “Mercadona” inaugurou neste dia a sua 15.ª loja no nosso país, desta feita em Ermesinde, ocupando as velhas instalações da fábrica de tecidos de Sá. A chaminé e a maior parte da fachada, virada para a rua José Joaquim Ribeiro Teles, foram preservadas, e foi criado um espaço ajardinado de fruição pública por o lado de trás da fachada.

foto
SETEMBRO

17, 18 e 19 de setembro: A crise pandémica que nos atormenta por estes dias até pode ter impedido que tivéssemos contacto com o melhor teatro que se faz além fronteiras, mas não nos tirou o prazer e o privilégio de assistir a bons momentos na arte da representação no mês de setembro. Em poucas palavras esta foi a nossa impressão da 23.ª edição da Mostra Internacional de Teatro (MIT) que decorreu no Centro Cultural de Campo. Não querendo fugir da sua essência a MIT deste ano fez uma bela homenagem ao teatro internacional.

22 de setembro: Mais tarde do que é habitual, o Centro Social de Ermesinde aprovou por unanimidade o seu Relatório de Atividades e Contas relativo ao ano de 2019. De facto, e como foi explicado no início da Assembleia Geral que a instituição levou a cabo pelo presidente da Mesa, Abílio Vilas Boas, a razão do documento somente agora ser apresentado aos sócios prende-se com o estado de incerteza e risco sanitário em que o país se encontrava no final de março, mês em que habitualmente o relatório é apresentado, sendo que a lei veio estabelecer a possibilidade, transitória, de este documento referente a 2019 poder ser apresentado e votado em assembleia geral até final de setembro de 2020.

25 e 26 de setembro: Não obstante todas as restrições provocadas pela pandemia de Covid-19 fez-se jus ao chavão que há 29 anos a esta parte reluz no panorama do ilusionismo nacional e internacional de que “Em setembro, Valongo tem sempre mais magia”. Isto para introduzir a 29.ª edição do Magic Valongo – Festival Internacional de Ilusionismo, que decorreu no Fórum Cultural de Ermesinde.

foto
OUTUBRO

10 de outubro: O Ermesinde 1936 aprovou neste dia o seu Relatório e Contas de 2019, numa sessão que por força da pandemia decorreu na bancada do Estádio de Sonhos.

22 de outubro: A Câmara Municipal de Valongo reduziu a taxa do Imposto Municipal sobre Imóveis (IMI) em 5%, passando a mesma de 0,409% para 0,390%. «Face aos danos sociais e económicos provocados pela pandemia Covid-19 e à comprovada redução de rendimentos das famílias e restantes agentes económicos, a Câmara Municipal de Valongo vai reduzir em 5% o IMI para as famílias e empresas do concelho, fixando a taxa em 0,390%», disse a autarquia em comunicado, acrescentando que «além desta medida a Câmara vai também fixar uma taxa de derrama reduzida de 1% para empresas com volume de negócios inferior a 150.000 euros, em 2020», dizia o presidente da edilidade.

foto
NOVEMBRO

4 de novembro: a Escola de Segunda Oportunidade de Valongo celebrava neste dia o seu 1.º aniversário.

27 de novembro: Com os votos favoráveis do PS e os votos contra do PSD o Executivo Municipal aprovava o Plano e Orçamento para 2021. O documento mantém linha de rumo de transparência e boas contas com forte aposta no investimento público e no combate à pandemia. Este Plano e Orçamento seria igualmente aprovado pela Assembleia Municipal de Valongo no dia 17 de dezembro. Na reunião camarária de 27 de novembro a autarquia informava ainda que iria aumentar novamente o apoio financeiro mensal aos bombeiros de Ermesinde e de Valongo, que vão passar a receber mensalmente 12.500 euros, com efeitos retroativos a janeiro de 2020.

foto
DEZEMBRO

1 de dezembro: Sem atividades de Natal por força da Covid-19 a Câmara de Valongo instalava em Ermesinde, na zona norte do Parque Urbano, aquela que é a árvore de Natal mais alta do país, com 55 metros de altura.

 

 

este espaço pode ser seu Este espaço pode ser seu Este espaço pode ser seu
© 2005 A Voz de Ermesinde - Produzido por ardina.com, um produto da Dom Digital.
Comentários sobre o site: webmaster@domdigital.pt.