Subscrever RSS Subscrever RSS
Edição de 30-11-2020
  • Edição Actual
  • Jornal Online

    Arquivo: Edição de 31-10-2020

    SECÇÃO: Desporto


    ASSEMBLEIA-GERAL DO ERMESINDE SPORT CLUBE 1936

    Aprovadas as Contas e o Plano de Atividades e Orçamento

    foto
    No dia 10 de outubro (sábado), por causa da pandemia, foi na bancada central do Estádio de Sonhos, que Miguel de Oliveira, presidente da Assembleia-Geral do Ermesinde Sport Clube 1936, conduziu a sessão em que seria aprovado, por unanimidade e aclamação, o Relatório e Contas do ano 2019. Houve associados que consideraram esta prestação de contas como exemplar, no que respeita ao rigor e à clareza, em comparação com as anteriores. Aliás, o contabilista que as organizou esteve presente na reunião para dar qualquer esclarecimento que os sócios pedissem.

    De acordo com o Parecer do Conselho Fiscal, que foi favorável à aprovação das contas, uma vez que que se nota nas mesmas, uma «inversão dos resultados líquidos negativos apresentados em anos anteriores, fruto da rigorosa gestão que esta Direção implementou num período tão curto, e com tantas adversidades nos seis meses de gestão do seu mandato», afirmou António Jorge Monteiro, que preside a este órgão.

    O saldo da Caixa e o da Conta Bancária são positivos, as despesas diminuíram 19,74% e as receitas aumentaram 7,85%. O passivo diminuiu 0,42% fixando-se atualmente em pouco mais de 27 mil euros. Não existem dívidas ao Estado nem a quaisquer outras entidades públicas.

    foto
    Para tal resultado muito contribuiu o facto dos dirigentes desta prestigiada coletividade desportiva, comandados por Rui Fernandes Almeida, terem conseguido diminuir as despesas, aumentar as receitas e diminuir, ainda que ligeiramente, o passivo do clube. Este continua a ser uma grande preocupação para os órgãos sociais do Ermesinde 1936 que procurarão criar condições para que o passivo vá sendo amortizado a pouco e pouco, para que a sustentabilidade do clube seja assegurada e as dívidas atrasadas sejam liquidadas.

    Seria aprovado, também por unanimidade, o Plano de Atividades para 2021, apresentado pelo presidente da Direção, onde, entre outras atividades previstas, se pretende conseguir angariar novos associados; promover a prática do futebol, organizando campanhas junto das escolas e dos ATL’s; e assegurar a presença do clube nos eventos culturais e recreativos de interesse para a cidade.

    Para além da equipa sénior, que se encontra a competir na divisão de elite pró-nacional da Associação de Futebol do Porto (com o objetivo de assegurar a manutenção), o Clube conta ainda com uma equipa de veteranos (Masters) e com uma equipa de Sub-23, cujo campeonato também decorre. O Ermesinde Sport Clube 1936 pretende competir, também, com duas equipas, nos escalões de juniores, juvenis, iniciados e infantis; e com três equipas no escalão de benjamins.

    Toda esta atividade desportiva se encontra seriamente afetada pela diminuição de receitas de bilheteira e de bar, devido à pandemia que não tem permitido o acesso de público e é bem conhecido que o Ermesinde Sport Clube 1936 atrai bastante público, tanto em casa como fora.

    Esperemos que fique tudo bem e que a prática de futebol e a competição continuem a dar vida ao Ermesinde Sport Clube 1936.

    MAD

     

     

    este espaço pode ser seu Este espaço pode ser seu Este espaço pode ser seu
    © 2005 A Voz de Ermesinde - Produzido por ardina.com, um produto da Dom Digital.
    Comentários sobre o site: webmaster@domdigital.pt.