Subscrever RSS Subscrever RSS
Edição de 31-01-2020
Jornal Online

SECÇÃO: Desporto


BASQUETEBOL

CPN é bi-campeão distrital de basquetebol no escalão de sub-19

Foto MARY BASKET
Foto MARY BASKET
O CPN (na imagem) sagrou-se no passado dia 19 de janeiro bi-campeão distrital de basquetebol no escalão de sub-19 femininos. Numa fase final disputada no Pavilhão Municipal de Pedrouços (Maia) entre os dias 17 e 19 de janeiro, as cepeenistas levaram a melhor sobre o CLIP, a Juvemaia e a União Académica António Aroso, as outras três equipas que disputaram o título.

Na ronda inaugural - disputada na sexta-feira (dia 17) - as cepeenistas demonstraram todo o seu favoritismo nesta fase final, batendo a União Académica António Aroso por expressivos 74-38. A turma de Ermesinde entrou muito bem e dominou o jogo inteiro, e a prova disso é que sofreu apenas 11 pontos nos primeiro 20 minutos. No 3.º período o CPN voltou a entrar forte, acabando por “matar” o jogo e aumentando a vantagem até aos 30 pontos. No outro encontro do dia a Juvemaia derrotou o CLIP por 71-66 num jogo pautado pelo equilíbrio e pela emoção na incerteza do marcador final.

Na segunda jornada, realizada no sábado (dia 18), as cepeenistas derrotaram por 47-31 o CLIP. Tal como na primeira partida, as cepeenistas voltaram a ter uma excelente performance defensiva, sofrendo 13 pontos até ao intervalo e 18 na segunda metade, o que fez com que dominassem o jogo apesar da fraca eficácia de lançamento que tiveram. O outro jogo do dia ficou marcado pelo “buzzer” convertido pela Juvemaia no último segundo de jogo, diante da União Académica António Aroso, conferindo-lhe a vitória por um ponto (67-66).

Face a este quadro de resultados a partida de ontem entre a Juvemaia e o CPN assumia contornos de final. As cepeenistas provaram a razão de serem consideradas favoritas ao triunfo final, somando a sua terceira vitória nesta fase final, desta feita por 67-43, e conquistado assim o bi-campeonato distrital. Em termos de “filme de jogo” há que dizer que o CPN voltou a entrar com tudo, exercendo uma pressão no campo todo, uma postura que em termos de marcador as ermesindenses conseguissem cedo uma vantagem de 11 pontos. Até ao intervalo o CPN manteve o ritmo, conseguindo ir para o intervalo a liderar por 17 pontos. No terceiro período, a equipa da nossa Cidade entrou ainda de forma mais intensa, chegando aos 35 pontos de diferença, facto que fez com que no último período tivessem tirado o “pé do acelerador” e gerido a vantagem. Destaque nesta fase final para a prestação defensiva do CPN, que o máximo de pontos que sofreu foi de 43 pontos, mantendo assim a prestação defensiva que teve na fase regular.

 

 

este espaço pode ser seu Este espaço pode ser seu Este espaço pode ser seu
© 2005 A Voz de Ermesinde - Produzido por ardina.com, um produto da Dom Digital.
Comentários sobre o site: webmaster@domdigital.pt.