Subscrever RSS Subscrever RSS
Edição de 30-09-2019
  • Edição Actual
  • Jornal Online

    Arquivo: Edição de 31-07-2019

    SECÇÃO: Destaque


    XXVI - FEIRA DO LIVRO DO CONCELHO DE VALONGO

    Sophia, Jorge de Sena e Fernando Namora foram convidados de honra da 26.ª Feira do Livro

    foto
    Um ano mais o Parque Urbano de Ermesinde foi o cenário escolhido para acolher a Feira do Livro do Concelho de Valongo. Neste caso a 26.ª edição, a qual aconteceu entre os dias 11 e 14 de julho. Tal como noutros anos, além de muitos e bons livros o certame fez-se rodear de vasta e farta animação, fazendo com que alguns milhares de pessoas se deslocassem ao parque urbano ao longo dos quatro dias.

    Este ano, a feira homenageou três conceituados poetas da literatura portuguesa no âmbito do centenário dos seus nascimentos, nomeadamente, Sophia de Mello Breyner Andresen (1919-2004), Jorge de Sena (1919-1978) e Fernando Namora (1919-1989). Foi em torno destes três vultos literários que se desenrolaram algumas das principais iniciativas desta edição da feira, desde logo leituras dramatizadas e/ou animadas de textos, bem como conferências. O certame, organizado pela Câmara Municipal de Valongo, teve quatro espaços distintos, isto é, o Espaço Livro, o Espaço Infantil, o Largo da Estação e a Praça das Artes. Novidade foi o facto de a feira de 2019 ter contado com a parceria da Junta de Freguesia de Ermesinde, destacando-se a iniciativa Noite Branca e dos Bombos, no dia 13 de julho, Dia da Cidade de Ermesinde (evento de que damos conta de forma mais pormenorizada noutro local desta edição).

    O que não foi novidade, muito pelo contrário, foi a presença de “A Voz de Ermesinde” no evento com um stand próprio. Algo que aconteceu pelo 16.º ano consecutivo. Nesse sentido pudemos acompanhar ao pormenor diversos apontamentos desta feira, sendo que de alguns deles damos conta de maneira mais detalhada nas páginas que se seguem. Pormenor, ou pormaior, para sermos mais justos, do certame foi a participação massiva do tecido associativo concelhio. Ora, dando vida a espetáculos musicais/dança – neste ponto destacamos as atuações dos grupos de dança e de cantares tradicionais do Rotary Club de Valongo, da Banda Musical de S. Martinho de Campo, da Associação Académica e Cultural de Ermesinde (que ali exibiu o seu grupo de bombos, o grupo IrisCorus), do grupo de dança do Centro Recreativo Estrelas da Balsa, da fanfarra animada do Grupo Dramático e Musical de Campo, dos grupos Cantigas d’ Ouvido e as Adufeiras Ermesinde da Ágorarte/Universidade Sénior de Ermesinde, ou do grupo de cavaquinhos da Associação Cultural e Desportiva dos Canários de Balselhas –, a momentos de teatro – sendo aqui de realçar a atuação da companhia ermesindense Sabor a Teatro, que fez leituras dramatizadas de textos do já citado trio de autores homenageados –, a momentos de poesia, pelos diseur da Associação Cuca Macuca – que na noite de abertura deambularam pelo Espaço Livro a declamar poemas de Sophia, Jorge de Sena e Fernando Namora -, bem como da Associação das Coletividades do Concelho de Valongo, que trouxe ao presente, junto de miúdos e graúdos, os jogos tradicionais do passado.

    A música foi na verdade uma das “atrações” mais procuradas pela multidão que se passeou pelo parque nos quatro dias, sobretudo na noite de sábado (dia 13), altura em que a cantora Ana Bacalhau concentrou em si os olhares de milhares de pessoas. O anfiteatro exterior onde decorreu o concerto foi pequeno demais, tendo muitos espetadores tido necessidade de procurar um lugar no relvado em volta!

    Voltando ao Espaço Livro, não ficamos indiferentes ao vasto leque de atividades literárias, por assim dizer, que os mais pequenos tiveram à sua disposição, com leituras animadas de contos (na maioria alusivos aos autores homenageados na feira), várias oficinas de expressão plástica e concertos de música infantil.

    Onofre Varela (cartonista), Claúdia Nair (artista plástica), Adélia Carvalho (escritora de obras infantis), Evelina Oliveira (ilustradora), Amadeu Braguês (escritor de literatura infantil), Inácia Cruz (autora e contadora de histórias para a infância), Ana Celeste Ferreira (cantora que em mais do que uma ocasião ali encantou a plateia com a sua belíssima voz), foram alguns dos nomes que marcaram um evento cultural multifacetado, onde o livro não foi rei, longe disso (a julgar pelo balanço menos positivo ao nível de vendas que nos foi feito por um ou outro expositor), mas voltou a ter a companhia, ou concorrência, neste caso, de um alargado programa de animação que “encheu as medidas” a quem por ali passou.

    foto
    .

    foto
    .

    foto
    .

    foto
    .

    foto
    .

    foto
    .

    Por: MB

     

     

    este espaço pode ser seu Este espaço pode ser seu Este espaço pode ser seu
    © 2005 A Voz de Ermesinde - Produzido por ardina.com, um produto da Dom Digital.
    Comentários sobre o site: webmaster@domdigital.pt.