Subscrever RSS Subscrever RSS
Edição de 30-09-2019
  • Edição Actual
  • Jornal Online

    Arquivo: Edição de 30-06-2019

    SECÇÃO: Cultura


    VI Encontro de Música Tradicional Portuguesa no Parque Urbano de Ermesinde

    foto
    No passado dia 15 de junho de 2019, a partir das 21H30, no Anfiteatro Exterior do Parque Urbano da cidade, a Associação Académica e Cultural de Ermesinde (AACE) levou a efeito o seu VI Encontro de Música Tradicional Portuguesa.

    A apresentação do evento coube à dirigente da AACE, Albertina Leitão. Entre a assistência encontrava-se o atual presidente da associação, Constantino Moreira, bem como outros membros dos atuais Corpos Dirigentes, o antigo presidente da Direção, Alberto Mateus, o presidente da Junta de Freguesia de Ermesinde, João Morgado, também ele elemento do TocaAtocar, grupo da Associação organizadora que atuou nesta noite. Estavam também muitas pessoas da Universidade Sénior de Ermesinde que vieram apoiar, com o seu entusiasmo e palmas, alguns dos seus colegas que fazem parte do grupo da “casa” TocaAtocar. Esteve presente, já na parte final do espetáculo, André Teixeira, da Câmara Municipal de Valongo.

    Apesar do frio que se fazia sentir naquele dia e àquela hora, e de estar a acontecer a menos de cem metros daquele local, no Fórum Cultural, a XI Gala da Casa do Povo de Ermesinde (de que damos notícia acima), compareceu bastante público que não deu por mal empregue o seu tempo, porque o espetáculo foi muito bom.

    O primeiro grupo a descer ao palco veio de Baltar e dá pelo nome de Grupo Musical Estrelas do Cruzeiro. Apresentou-se com 12 elementos, todos muito ativos e prazenteiros que incitaram várias vezes os presentes a dançarem. Isso não aconteceu na sua atuação, mas quando foi a vez de atuarem os outros grupos eles deram o exemplo e mobilizaram para o palco outros pares de dançarinos da assistência, que, assim, foram aquecendo o corpo e o ambiente que se tornou bastante animado.

    O segundo grupo a atuar veio da vizinha cidade de Rio Tinto, chama-se “Os Lamirés” Grupo de Música Tradicional Portuguesa, que pertence ao Orfeão de Rio Tinto, que já conta 26 anos de existência (completados em meados de janeiro deste ano), com atuações em muitos locais de Portugal. Compareceram 11 elementos que muito animaram o espetáculo com as suas interpretações inspiradas na música tradicional portuguesa, tanto do continente como das ilhas.

    Finalmente, atuou o grupo anfitrião, o TocaAtocar da Associação Académica e Cultural de Ermesinde que, recordamos, era a entidade organizadora do evento. Com a coordenação de Carlos Costa, o grupo da AACE, que apresentou também 11 elementos em palco, exibiu-se com a qualidade e o encanto que lhe são reconhecidos por parte dos apreciadores deste tipo de música.

    No fim, o presidente da Associação Académica e Cultural de Ermesinde teve palavras de agradecimento para os grupos participantes e para o público presente em mais um Encontro que dignificou a Música Tradicional de Portugal e, com os dirigentes presentes, fez a entrega de lembranças aos três grupos que se exibiram a contento de todos, organizadores e público.

    Por: Manuel Augusto Dias

     

     

    este espaço pode ser seu Este espaço pode ser seu Este espaço pode ser seu
    © 2005 A Voz de Ermesinde - Produzido por ardina.com, um produto da Dom Digital.
    Comentários sobre o site: webmaster@domdigital.pt.