Subscrever RSS Subscrever RSS
Edição de 31-07-2019
  • Edição Actual
  • Jornal Online

    Arquivo: Edição de 15-04-2014

    SECÇÃO: Desporto


    HÓQUEI EM PATINS

    Taças fugiram das mãos do Valongo no espaço de três dias

    Foto ADV
    Foto ADV
    A segunda semana de abril foi tudo menos feliz para a equipa principal de hóquei em patins do Valongo, que no curto espaço de três dias, entre o dia 9 e o dia 12 – foi afastada de duas das três competições em que se encontra envolvido, a Taça de Portugal e a Liga Europeia. Nesta última competição a tarefa em seguir para a “final four” era tudo menos uma tarefa fácil, já que pela frente tinha um dos conjuntos mais poderosos do hóquei mundial, o Barcelona, que – recorde-se – na primeira mão havia vencido em Valongo por 3-2. O jogo de volta foi então disputado no dia 12 de abril, no Palau Blaugrana, a casa dos catalães, que com o apoio do seu público não deram hipóteses ao conjunto do nosso concelho, o qual perdeu por concludentes 7-1 (ao intervalo o resultado era de 2-0 a favor do combinado da casa), e consequentemente disse adeus às competições europeias, onde, em abono da verdade, há que dizer que teve um desempenho brilhante. Hugo Azevedo fez o tento de honra dos valonguenses na capital da Catalunha, sendo que para o Barça marcaram Pablo Alvarez (2), Marc Torra, Marc Gual, Reinaldo Garcia, e Matias Pascoal e Raul Marin.

    DERROTA CURTA EM CASA DO

    FC PORTO PARA A TAÇA DE PORTUGAL

    Três dias antes – a 9 de abril – a equipa de Paulo Pereira fez uma curta viagem até ao Dragão Caixa, para defrontar o FC Porto num dos jogos alusivos aos 16 avos de final da Taça de Portugal. E o muito público que ali marcou presença assistiu a uma grande partida de hóquei em patins, entre duas das melhores equipas nacionais – sem margem para dúvida. O valonguense Rafa colocou em silêncio os adeptos da casa, quando a meio da primeira parte fez o primeiro golo da noite. A resposta azul e branca não se fez esperar, e ainda antes do intervalo Vítor Hugo e a jovem promessa Hélder Nunes colocaram os portistas a vencer por 2-1. No reatamento o Valongo reagiu, e Rafa voltou a fazer o gosto ao stick, empatando a contenda a duas bolas. O jogo estava frenético, e pouco depois Pedro Moreira põe o FC Porto a vencer por 3-2. Telmo Pinto voltaria a colocar tudo em pé de igualdade escassos minutos depois, mas um golpe de génio de Hélder Nunes acabou com o sonho dos valonguenses, que assim se despediam da Taça de Portugal com uma derrota por 4-3.

     

     

    este espaço pode ser seu Este espaço pode ser seu Este espaço pode ser seu
    © 2005 A Voz de Ermesinde - Produzido por ardina.com, um produto da Dom Digital.
    Comentários sobre o site: webmaster@domdigital.pt.