Subscrever RSS Subscrever RSS
Edição de 31-01-2024
  • Edição Actual
  • Jornal Online

    Arquivo: Edição de 01-03-2014

    SECÇÃO: Local


    NOTÍCIAS DO CENTRO SOCIAL DE ERMESINDE

    E foi assim, na Casa de S. Valentim

    Foto CF/CSE
    Foto CF/CSE
    Nos passados dias 12, 13 e 14 de fevereiro, o projeto “Feira Venda de Saberes”, promovido pelo Centro Social de Ermesinde (CSE), assinalou mais uma data festiva – o Dia dos Namorados – através da comemoração do S. Valentim. Desta vez, o evento foi organizado por um conjunto de artesãos afetos ao projeto que, de forma autónoma, prepararam a divulgação, receberam, organizaram as inscrições e decoraram a casa 3, situada no já habitual espaço de ação deste projeto: largo da antiga feira de Ermesinde. Nas palavras de Márcia Colibri, uma das artesãs envolvidas nesta feira, o evento «correu bem, houve variedade de produtos e, com tudo isto, uma boa adesão por parte da comunidade». Teresa Vasconcelos, por seu turno, destaca a colaboração do comércio local, aproveitando para agradecer a oferta de um jantar romântico, por parte do Café Restaurante Imigrante, que foi sorteado entres os clientes da Casa de S. Valentim. Por fim, Beatriz Lopes destaca, na contenção do seu entusiasmo, a forma como foram vividos os três dias de feira entre os artesãos, com um expressivo: «Foi divertido também!», completando que «a próxima é a Feira de Carnaval nos dias 2, 3 e 4 de março, no local do costume»..., «onde se poderão divertir muito mais», conclui Helena, outra artesã do projeto.

    Recorde-se que o projeto “Feira Venda de Saberes” surgiu do diagnóstico social realizado pelos técnicos do Centro de Formação do CSE que, no atendimento direto, foram percebendo a existência de um significativo número de desempregados com experiência e competências em diversas áreas, mas com dificuldade em estruturar uma ideia de negócio, divulgar os próprios saberes e escoar os seus produtos, muitas vezes diferentes das áreas que caracterizaram os seus percursos profissionais anteriores.

    O projeto pretende assim dar visibilidade aos saberes-fazer dos desempregados, com vista à promoção da sua inserção no mercado de trabalho. Neste sentido, estão previstas as seguintes atividades: formação; workshops temáticos; criação da bolsa de terrenos para exploração agrícola; dinamização de um grupo de entreajuda; criação de plataforma digital para divulgação e venda de produtos e serviços; reativação//dinamização do largo da antiga feira de Ermesinde para a realização de mostras/vendas de produtos e a criação da casa do produtor/artesão.

    Por: Sérgio Garcia (*)

    (*) CF/CSE

     

     

    este espaço pode ser seu Este espaço pode ser seu Este espaço pode ser seu
    © 2005 A Voz de Ermesinde - Produzido por ardina.com, um produto da Dom Digital.
    Comentários sobre o site: webmaster@domdigital.pt.