Subscrever RSS Subscrever RSS
Edição de 31-03-2021
  • Edição Actual
  • Jornal Online

    Arquivo: Edição de 15-07-2006

    SECÇÃO: Destaque


    CONCURSO DE FOTOGRAFIA COM CÂMARA PINHOLE

    Entrega dos prémios na Feira do Livro

    Fotos MANUEL VALDREZ
    Fotos MANUEL VALDREZ
    Conforme tinha sido previamente anunciado, decorreu durante a Feira do Livro do Concelho de Valongo, no Parque Urbano de Ermesinde, a entrega dos prémios do Concurso de Fotografia com Câmara Pinhole organizado pelo jornal “A Voz de Ermesinde”.

    O evento, que teve lugar durante a tarde do passado dia 14 de Julho, sob uma temperatura desabrida, registou a afluência de todos os premiados, excepto um, retido por motivos profissionais; mas a ausência de grande parte dos concorrentes, a quem a organização decidiu atribuir um prémio de participação deveu-se, naturalmente, não só ao facto de terem sido desencorajados pelas elevadas temperaturas que se vinham na altura verificando, mas por se encontrarem já em gozo de férias.

    foto
    Quis “A Voz de Ermesinde”, com este seu concurso, ao mesmo tempo que prestava uma homenagem à Fotografia, como forma de intervenção artística, incentivar a aventura e a criatividade, a crianças, a jovens, mas também a todos aqueles para quem o acto estético possa ser um desafio que acompanhe e ajude a vida a ganhar mais intensidade.

    Fê-lo com este concurso com Câmara Pinhole, pelo simbólico nele contido, da possibilidade da mais alta expressão com o recurso a meios tão sóbrios e humildes como os necessários para realizar a fotografia com uma maquineta tão simples que qualquer pessoa a pudesse construir pelos seus próprios meios.

    E no jornal “A Voz de Ermesinde” explicámos – recordarão – como fazê-lo.

    Podendo assim qualquer pessoa realizar o seu trabalho com um elevado grau de independência e autonomia.

    E é este último aspecto que nos leva a proferir umas breves palavras sobre a concretização do projecto presente.

    Apresentados a concurso 36 trabalhos, de 20 autores distintos, verificou-se entre os elementos do júri, que apreciou individualmente e em colectivo, as fotografias a concurso, uma notória identidade de apreciação, sendo unânime a escolha de todos os prémios, excepto um, e ainda assim, mesmo nesse caso, com o colectivo a chegar muito pacificamente a uma decisão final.

    Não tivemos em conta, senão muito, mas mesmo muito secundariamente, nas decisões tomadas, as circunstâncias da formação artística específica, experiência, acompanhamento dos autores – mais jovens ou inexperientes – por pessoas de reconhecido saber na matéria – recorde-se também que “A Voz de Ermesinde” realizou um workshop público para o qual convidou todos os que nele quisessem participar –, e valorizamos muito positivamente o terem, mesmo em circunstâncias muito diversas, participado neste concurso. Foi por isso cegamente que apreciámos as fotografias uma por uma. Por isso mesmo, apesar de o Regulamento apenas obrigar à atribuição de um 1º Prémio, desde que o júri atribuísse mérito aos trabalhos apresentados, decidimos atribuir em todos os Grupos, dois prémios, sendo que, num caso, não houve a atribuição de um segundo prémio, mas a de dois 1ºs prémios ex-aequo.

    foto
    E, decidiu igualmente o júri, porque muito valoriza a participação de todos os que a isso se atreveram, repetimo-lo, atribuir, naturalmente com um carácter pouco mais que simbólico, um prémio de participação.

    Evidentemente, como todos sabem pela leitura do regulamento, a escolha do júri é soberana e sem recurso. O júri fez o seu juízo e as suas escolhas e fica responsável por elas.

    Sabemos também que os calores de um estio intenso desmotivaram aqui a presença de muitos concorrentes, para além de outros que se encontram já, num provavelmente merecido tempo de férias. A todos aqueles que não se puderam aqui fazer representar, comunicaremos a possibilidade de recolher, mais tarde, os seus prémios na redacção de “A Voz de Ermesinde”, onde ficarão a aguardar a sua visita.

    Anunciamos também a firme decisão de “A Voz de Ermesinde” de, para além de ir procedendo à divulgação dos trabalhos apresentados, nas próprias páginas na net e em papel, de realizar em tempo oportuno e nas condições que a permitam valorizar devidamente, uma exposição pública das fotografias apresentadas ao concurso e de outras realizadas com a mesma técnica da fotografia com câmara pinhole.

    Agradecemos, por fim, à Câmara de Valongo e, em particular, à organização da Feira do Livro, os meios colocados ao dispor de “A Voz de Ermesinde” para esta cerimónia pouco formal da entrega dos prémios do Concurso de Fotografia com Câmara Pinhole.

    foto
    Para aqueles que, por acaso, coincidência ou inspiração, aqui se encontrem, e que não tenham nunca ouvido falar ou lido, ou sabido de qualquer forma, de que trata a fotografia com câmara pinhole, brevemente explicamos com gosto, tratar-se de uma técnica fotográfica que explora a possibilidade de impressionar o papel fotográfico usando uma simples caixa, que qualquer um pode fazer e de que podem ver aqui um ou dois exemplos, e na qual a luz entra por um minúsculo furinho, deixando a sua marca no papel previamente introduzido na caixa. É a esse furinho que se chama pin hole – o buraco da agulha (em inglês). E sabendo nós da dificuldade de muitas coisas passarem pelo buraco da agulha, sabemos também que outras serão mais fáceis do que, num exemplo bíblico conhecido, passar um camelo.

    Entre essas esperamos, sinceramente, estejam a fome de querer ler, querer ver e querer saber imagens, textos, ideias e a volúpia de criar novas imagens, novos textos e novas ideias, mesmo que isso sejam apenas vitórias só de cada um de nós, mas que nos façam mais certos da pertença à comunidade onde podemos jogar papéis que sejam preciosos para todos.

    Não é por acaso que são, sobretudo, livros os prémios que temos para oferecer e que o fazemos neste enquadramento tão próprio que é a Feira do Livro do Concelho de Valongo, aqui em Ermesinde, a caminho quase dos 50 anos de existência de “A Voz de Ermesinde”, testemunha incontornável da vida da Cidade. *

    “A Voz de Ermesinde”

    Ermesinde, 14 de Julho de 2006

    *Nota: Texto lido durante a cerimónia da entrega de prémios do Concurso de Fotografia com Câmara Pinhole

     

     

    este espaço pode ser seu Este espaço pode ser seu Este espaço pode ser seu
    © 2005 A Voz de Ermesinde - Produzido por ardina.com, um produto da Dom Digital.
    Comentários sobre o site: webmaster@domdigital.pt.