Subscrever RSS Subscrever RSS
Edição de 30-11-2021
  • Edição Actual
  • Jornal Online

    Arquivo: Edição de 15-05-2006

    SECÇÃO: Desporto


    BASQUETEBOL – LIGA FEMININA – PLAY-OFF (MEIAS-FINAIS) – JOGO 3

    Cepeenistas só foram ao tapete na negra

    Foto MANUEL VALDREZ
    Foto MANUEL VALDREZ
    Chegou ao fim a magnífica campanha da equipa de séniores do CPN no Campeonato da Liga Feminina. A equipa de Agostinho Pinto despediu-se da competição no passado dia 30 de Abril após ter sido derrotada pelo Algés, por 58-70, no terceiro jogo das meias-finais do play--off. De facto, foi necessário recorrer-se à “negra” – termo este popularmente usado para denominar o jogo de desempate de uma eliminatória – para apurar a equipa que iria defrontar o CAB Madeira na final da prova. Isto porque depois de, a 22 de Abril último, ter perdido em Ermesinde o primeiro jogo desta eliminatória por 63-78, a equipa do CPN venceu a 29 de Abril passado em Algés por 70-67, obrigando desta forma à realização de um terceiro e decisivo jogo para se definir o vencedor do embate. Jogo esse que foi então disputado novamente no Pavilhão do Algés e que foi pautado pelo equilíbrio do principio ao fim. Uma partida onde as duas equipas entraram algo nervosas, com as jogadoras de ambos os conjuntos a acusar o peso da responsabilidade de este ser um jogo decisivo. Ao intervalo a equipa da casa vencia apenas por uma diferença de três pontos (38-35) o CPN. Nos dois últimos períodos a qualidade de jogo das duas equipas baixou um pouco e embora estivessem já bem mais calmas, as jogadoras de Ermesinde não conseguiram anular a desvantagem no marcador, permitindo mesmo nos instantes finais do 4º período que o Algés dilatasse a sua vantagem. No final, e como já vimos, registou-se um resultado de 70-58 a favor da equipa do sul do país, que segue assim para a final da competição. Por seu turno, o CPN foi um digno vencido, fazendo de tudo para chegar à tão desejada final, um sonho que uma vez mais ficou adiado.

    No entanto, para o treinador Agostinho Pinto esta foi sem margem para dúvidas a melhor época de sempre das cepeenistas na Liga Feminina. «Realizámos uma temporada muito acima das nossas expectativas, já que no início da prova o nosso principal objcetivo passava por garantir a manutenção. A verdade foi que conseguimos fazer muito mais do que isso, ou seja, conseguimos obter a melhor classificação de sempre na fase regular da competição, ao atingirmos o terceiro lugar, além do que, pela primeira vez na história, vencemos um jogo nas meis-finais do play-off. Foi uma temporada onde batemos alguns recordes em termos de Liga Feminina. Por tudo isto, só posso estar muito satisfeito com o trabalho desenvolvido ao longo da época por este grande grupo», sublinhou Agostinho Pinto.

    Por: Miguel Barros

     

     

    este espaço pode ser seu Este espaço pode ser seu Este espaço pode ser seu
    © 2005 A Voz de Ermesinde - Produzido por ardina.com, um produto da Dom Digital.
    Comentários sobre o site: webmaster@domdigital.pt.