Subscrever RSS Subscrever RSS
Edição de 31-03-2021
  • Edição Actual
  • Jornal Online

    Arquivo: Edição de 30-03-2006

    SECÇÃO: Destaque


    Socialistas votaram contra Prestação de Contas da CMV 2005

    A vereação socialista votou contra o Documento de Prestação de Contas relativo ao ano de 2005, presente ao Executivo na reunião do passada quinta-feira, dia 23 de Março (sessão não pública).

    O documento foi naturalmente aprovado, mas com a oposição socialista, que em declaração de voto, considerou confirmarem-se «os piores receios expressos pelos eleitos pelo Partido Socialista que votaram contra o Orçamento e Grandes Opções do Plano no ano passado».

    Os socialistas acusam a maioria pela ausência «de uma estratégia coerente tendente a um desenvolvimento sustentado de qualificação de Valongo como concelho de referência».

    O «índice de execução das despesas de investimento ficou-se pelos 34,03%», acusam também os eleitos socialistas, que declaram, no documento, ter alertado para uma receita muito aquém do previsto: «dos 76 milhões de euros, foi realmente arrecadado menos de metade. Já a dívida de curto prazo sofreu um aumento da ordem dos 13,16% – em apenas um ano cresceu mais de cinco milhões de euros, tendo passado de 52 288 614 euros para 57 288.614 euros, no que diz apenas respeito à dívida facturada».

    «O resultado líquido do exercício é negativo em cerca de cinco milhões de euros, o que vem condicionar, também negativamente, o novo mandato que se iniciou este ano», consideram também os socialistas.

    O voto contra dos socialistas é justificado por estas razões e devido ao facto de o Executivo não ter apresentado, segundo o PS, «o inventário dos bens corpóreos, bem como a obrigatória contabilidade de custos», além da falta do balanço social.

     

     

    este espaço pode ser seu Este espaço pode ser seu Este espaço pode ser seu
    © 2005 A Voz de Ermesinde - Produzido por ardina.com, um produto da Dom Digital.
    Comentários sobre o site: webmaster@domdigital.pt.