Subscrever RSS Subscrever RSS
Edição de 30-09-2020
  • Edição Actual
  • Jornal Online

    Arquivo: Edição de 30-10-2005

    SECÇÃO: Desporto


    FUTEBOL - CAMADAS JOVENS DO ERMESINDE

    Iniciados do Ermesinde permanecem invictos

    Foto MANUEL VALDREZ
    Foto MANUEL VALDREZ
    A equipa de iniciados do Ermesinde continua a realizar uma excelente campanha na Série 2 do Campeonato Distrital da 1ª Divisão. O conjunto orientado por Quim Rodrigues (na foto) ainda não conheceu o amargo sabor da derrota nesta temporada, sendo que em seis encontros já disputados somou dois empates e quatro triunfos. O último deles aconteceu a 23 de Outubro passado, altura em que os ermesindistas receberam e venceram o Vila Meã por duas bolas a zero. Um jogo muito equilibrado e disputado, onde o Ermesinde dispôs sempre das melhores oportunidades de golo, tendo por duas vezes atingido o êxito numa dessas jogadas, primeiro por intermédio de Dani, quando estavam decorridos cinco minutos do segundo tempo e a segunda quinze minutos depois, por Gustavo. Com esta vitória o Ermesinde encontra-se agora instalado no segundo lugar da tabela, com 14 pontos conquistados, menos dois que o líder Trofense.

    Abordado pelo nosso jornal para comentar esta campanha da sua equipa, o técnico Quim Rodrigues sublinha que o segredo deste excelente início de época está assente no trabalho que se vem fazendo na categoria de iniciados desde há uns anos a esta parte. Questionado ainda sobre até onde poderá ir este Ermesinde, o treinador é peremptório em afirmar que a sua equipa está apostada em chegar o mais longe possível nesta prova.

    JÚNIORES CEDEM

    EMPATE CASEIRO

    ANTE O LIXA

    Também no passado dia 23 a equipa de júniores dos ermesindistas recebeu no complexo desportivo dos Montes da Costa a sua congénere do Lixa, em jogo referente à 6ª jornada da Série 2 do Campeonato Distrital da 1ª Divisão da categoria.

    Uma partida agradável de seguir e onde o conjunto do Ermesinde, orientado por Quim Nogueira, foi claramente superior ao seu adversário durante os 90 minutos. No entanto, alguma falta de sorte impediram que os jovens atletas do conjunto dos Sonhos conquistassem o seu segundo triunfo na prova, acabando por empatar o jogo a uma bola. O tento do Ermesinde foi apontado por Márcio, a meio do primeiro tempo, com um remate de fora da área que apanhou de surpresa toda a equipa adversária, fazendo assim um golo de belo efeito. Na segunda parte o Lixa soube tirar partido de alguma falta de sorte que o Ermesinde vinha tendo no jogo para chegar ao empate no marcador, um golo com um certo sabor a injustiça, já que o Lixa pouco ou nada tinha feito para o merecer. Com este resultado o Ermesinde mantém-se no 13º posto da tabela, com cinco pontos conquistados. Para Quim Nogueira, os seus jogadores mereciam bem mais do que este empate, já que estiveram muito bem em todo o encontro, lutando do primeiro ao último minuto pelos três pontos. Tal não foi possível, sendo que agora é então altura de continuar a realizar o trabalho que vem sendo feito desde a quarta jornada deste campeonato, altura em que o comando técnico dos júniores do Ermesinde foi tomado pelo actual treinador.

    Um trabalho que teve de ser feito de raiz, já que «até à altura da minha chegada o Ermesinde não tinha bases para poder realizar um bom campeonato. Apesar de apenas ter orientado a equipa em quatro jogos, já vislumbro que as coisas estão aos poucos a melhorar, pois os jogadores já começam a assimilar os meus métodos e não tenho dúvidas de que em breve vamos começar a subir na tabela classificativa», sustentou Quim Nogueira. Refira-se ainda que este campeonato é liderado pelo S.Pedro da Cova e pelo Freamunde, ambos com 16 pontos alcançados.

    JUVENIS

    NÃO PASSAM

    EM PAÇOS

    DE FERREIRA

    Os juvenis foram, no último fim-de-semana, a única equipa das camadas jovens do Ermesinde a actuar fora de casa. Os ermesindistas deslocaram-se ao terreno de um dos conjuntos mais fortes da Série 2 do Campeonato Distrital da 1ª Divisão de Juvenis, o Paços de Ferreira. Neste encontro, relativo à 6ª ronda do já citado campeonato, os pupilos de Raúl Vieira realizaram uma boa actuação, protagonizando um encontro bem equilibrado.

    No entanto, alguns erros defensivos deitaram tudo a perder, tendo o Paços de Ferreira aproveitado esse desnorte defensivo dos ermesindistas para somar mais três pontos.

    O conjunto da “capital do móvel” venceu então o jogo por 3-0, com golos aos 25, 70 e 75 minutos. Com esta derrota o Ermesinde desce para o penúltimo lugar da classificação, o 15º, com apenas três pontos conquistados.

    Para o treinador Raúl Vieira esta onda inicial de maus resultados da sua equipa deve-se ao começo tardio de preparação da temporada. «Temos uma boa equipa, formada por belíssimos jogadores, mas que tiveram um arranque de campeonato muito mau. Se assim não fosse, estou certo de que poderíamos pensar em voos mais altos, mais concretamente no apuramento para a fase final da prova, mas devido a este mau começo pensamos que tal já não é possível, sendo que, agora o nosso principal objectivo é alcançar o 6º ou 7º lugar final», frisou. Na frente desta Série 2 está agora o Freamunde, com 16 pontos, que na última jornada retirou à liderança ao Gondomar, que não conseguiu melhor que um empate a duas bola na deslocação à Lixa.

    INFANTIS

    CONTINUAM

    A TRANSPORTAR

    A LANTERNA

    VERMELHA

    No que toca à equipa de infantis, tudo continua na mesma, ou seja, o Ermesinde continua a ocupar o 16º – e último – lugar da classificação do Campeonato Distrital de Infantis, somente com um ponto conquistado. No último fim-de-semana a equipa orientada pelo professor Tiago recebeu o Desportivo das Aves, um jogo sem história, uma vez que o tenro “onze” dos Sonhos voltou a ser presa fácil para o adversário.

    Os miúdos ermesindistas conseguiram aguentar o nulo na partida até aos 20 minutos da etapa inicial, altura em que o Desportivo das Aves inaugurou o marcador. Cinco minutos depois e os forasteiros voltavam a fazer balançar as redes do Ermesinde, ficando desde logo praticamente sentenciada a partida, já que os comandados do professor Tiago não apresentavam até então argumentos para dar a volta aos acontecimentos, pelo que dificilmente iriam conseguir fazê-lo no resto do encontro.

    Seria então o Desportivo das Aves a apontar o último golo da tarde, quando faltavam 10 minutos para o árbitro dar por terminada o jogo, fixando desta forma o marcador em 3-0.

    Para o professor Tiago, este foi mais um jogo onde se notou claramente a falta de experiência dos jovens jogadores do emblema dos Sonhos, já que convém relembrar que este é o primeiro ano de presença no escalão de infantis para muitos deles.

    O técnico verde e branco crê, no entanto, que com o decorrer da época e com o acumular de jogos os seus jogadores vão ganhar a experiência de que necessitam para largar de vez a lanterna vermelha deste campeonato.

    Por: Miguel Barros

     

     

    este espaço pode ser seu Este espaço pode ser seu Este espaço pode ser seu
    © 2005 A Voz de Ermesinde - Produzido por ardina.com, um produto da Dom Digital.
    Comentários sobre o site: webmaster@domdigital.pt.