Subscrever RSS Subscrever RSS
Edição de 31-01-2021
  • Edição Actual
  • Jornal Online

    Arquivo: Edição de 30-06-2005

    SECÇÃO: Destaque


    REUNIÃO DA ASSEMBLEIA DE FREGUESIA DE ERMESINDE

    Aprovada instituição da Medalha de Mérito da Cidade

    A criação de uma Medalha de Mérito da Cidade – que motivou a convocação da Assembleia de Freguesia Extraordinária – foi aprovada por unanimidade nesta sessão, realizada no passado dia 17 de Junho. Mas o ponto mais quente da sessão acabaria por ser a questão das 176 campas excedentárias no Cemitério n.º 2 de Ermesinde que, segundo o deputado paroquial social-democrata José Ferreira Carvalho, foram instaladas ao arrepio de decisão anterior da Assembleia de Freguesia de Ermesinde pelo Executivo (Junta de Freguesia) de então.

    A criação, por unanimidade, de uma Medalha de Mérito da Cidade, na sequência de uma proposta nesse sentido apresentada anteriormente pela CDU, constituiu a mais importante decisão da última reunião da Assembleia de Freguesia de Ermesinde.

    foto
    Recorde-se que a proposta tinha sido entretanto trabalhada por uma comissão entretanto constituída no quadro da Junta de Freguesia de Ermesinde, e constituída por um elemento da força proponente, um da maioria social-democrata – precisamente o presidente da Junta, Casimiro Gonçalves –, e outro do Partido Socialista.

    Outra questão que mereceu o apoio unânime dos deputados paroquiais foi a aprovação de um voto de pesar pela morte, quase simultânea, de três figuras tão marcantes da nossa história e cultura, como foram Vasco Gonçalves, Eugénio de Andrade e Álvaro Cunhal.

    A POLÉMICA

    Ponto mais polémico foi a acusação do deputado social-democrata José Ferreira Carvalho, aliás retomada de sessão anterior, de que a Junta de Freguesia de então terá execedido as autorizações da Assembleia de Freguesia, ao aumentar a capacidade do Cemitério n.º 2 de mais 176 campas.

    Ausente Jorge Videira, a defesa da posição do Executivo da freguesia à altura esteve a cargo de Artur Costa, que defendeu o então presidente da Junta, rejeitando qualquer possibilidade de aproveitamento pessoal e apontando a necessidade de se começaram a canalizar recursos tendo em vista a construção de um edifício mais digno para a Junta de Freguesia de Ermesinde.

    José Ferreira Carvalho apresentou-se munido das plantas da época e com a lição bem estudada, tendo mesmo surpreendido alguns dos seus pares com uma inesperada qualidade da sua intervenção a este propósito.

    Outros pontos abordados neste ponto anterior à Ordem do Dia foram a construção de um edifício na parte superior do Parque Urbano, em área que era suposta ser destinada à criação de um parque radical (José Caetano, pela CDU) e o andamento do Centro de Saúde da Bela (Carlos Ricardo, pelo Paretido Socialista).

    A próxima sessão da Assembleia de Freguesia já decorrerá, provavelmente, no novo edifício da Junta.

    Por: LC

     

     

    este espaço pode ser seu Este espaço pode ser seu Este espaço pode ser seu
    © 2005 A Voz de Ermesinde - Produzido por ardina.com, um produto da Dom Digital.
    Comentários sobre o site: webmaster@domdigital.pt.